Banca de DEFESA: MARTHA EMANUELA SOARES DA SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARTHA EMANUELA SOARES DA SILVA
DATA : 12/12/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Laboratório de Psicologia
TÍTULO:

DINÂMICAS DE FUNCIONAMENTO FAMILIAR E USO DE DROGAS: IMPLICAÇÕES NO CUIDADO PSICOSSOCIAL


PALAVRAS-CHAVES:

Famílias; drogas; políticas públicas; práticas de cuidado.


PÁGINAS: 176
RESUMO:

As concepções hegemônicas sobre drogas, os pertencimentos sociais das famílias e as diretrizes postas pelas políticas públicas reverberam nas práticas de cuidados e na maneira de conceber os problemas relacionados ao uso de drogas no contexto familiar. O presente estudo tem como objetivo investigar a relação entre as dinâmicas de funcionamento familiar e os modos de cuidado relacionados ao uso de drogas. Mais especificamente, se propõe a mapear os problemas e tipos de recursos que as famílias disponibilizam, discutir as diferentes dinâmicas familiares na relação com o uso de drogas, e propor estratégias para que possam lidar com os problemas relacionados ao uso de drogas por algum de seus membros. Para tanto, realizei um estudo qualitativo focado no caso de duas famílias com características socioeconômicas distintas. Para construção dos dados foram feitas entrevistas abertas individuais e grupais, observação e registro em diário de campo a partir dos encontros com cada uma delas. Identifiquei que a ausência de suporte adequado na rede de atenção psicossocial, sobretudo, nos serviços substitutivos, reduz as potencialidades de autonomia e emancipação nas práticas de cuidado operadas pelos familiares. Esse fator incide diretamente nas dinâmicas de funcionamento familiar que se organizam em torno do suporte e ajuda mútua entre os próprios familiares, mas que diante da falta de opções e do desamparo, fragilizam-se ao procurar respostas ligadas à medicalização excessiva ou isolamento social. Proponho, a partir disso, estratégias de cuidado que se distanciem de formas reducionistas, que envolvam as famílias na construção de projetos terapêuticos singulares, que respeitem as especificidades dos contextos familiares, e que sejam promotoras de modos de vida mais potentes diante dos problemas decorrentes do uso de drogas, sobretudo, tendo como foco o cuidado não só da pessoa que faz uso de drogas, mas do grupo familiar como um todo.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA IZABEL OLIVEIRA LIMA - UNP
Presidente - 1293170 - MAGDA DINIZ BEZERRA DIMENSTEIN
Externo à Instituição - MARIA APARECIDA DE FRANCA GOMES - UNP
Interno - 426721 - MARIA TERESA LISBOA NOBRE PEREIRA
Externo ao Programa - 572906 - MAURICIO ROBERTO CAMPELO DE MACEDO
Notícia cadastrada em: 14/11/2018 09:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao