Banca de DEFESA: JULIANA MOREIRA DA SILVA ANDRADE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JULIANA MOREIRA DA SILVA ANDRADE
DATA : 26/03/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Laboratório de Psicologia
TÍTULO:

A PSICOTERAPIA COMO ATIVIDADE DE TRABALHO NO BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Psicoterapia; psicoterapeuta; análise do trabalho; psicologia clínica; clínica da atividade; psicologia do trabalho.


PÁGINAS: 282
RESUMO:

O campo das psicoterapias se constituiu a partir de suas raízes históricas xamânicas, por processos de
cientificidade e institucionalização, conquistando validade, diversificação, ampliação e consolidação social,
como prática clínica que pode ser exercida por diversos profissionais, inclusive psicólogos. No Brasil, essa
atividade profissional, por vezes, é a representação social que se tem do psicólogo ou da psicologia. Todavia,
tal campo, se apresenta fragmentado, disperso e divergente em suas perspectivas, persistindo a necessidade
de se aprofundar discussões relacionadas às problemáticas de ordem conceitual, política, econômica, prática e

ética, para além de suas fragmentações. Diante disso, o objetivo dessa pesquisa foi compreender e analisar, a
partir dos próprios psicólogos psicoterapeutas, sua atividade de trabalho, abrindo espaço para reflexão e
possibilidades de sua transformação. Adotou-se o método clínico de análise da atividade, circunscrito na
psicologia do trabalho utilizando uma sequência de entrevistas articuladas. Participaram da pesquisa, três
psicólogas psicoterapeutas, filiadas a abordagens teórico-metodológicas distintas e tempos de experiência
profissional diversificados. Os resultados apresentaram uma caracterização do ofício de psicoterapeuta.
Constatou-se diversos aspectos em comum sobre o trabalho, apontando na direção da existência de um
gênero profissional de psicólogos psicoterapeutas autônomos para além das fragmentações em abordagens.
Observou-se diversas problemáticas no campo profissional, tais como, velamento de temáticas no diálogo
entre os pares, desempenho simultâneo, por vezes conflituoso, entre o papel de psicoterapeuta e
administradora e impasses entre a ética do ajudar e o dinheiro, no processo psicoterapêutico. Com esse estudo
foi possível contribuir para a compreensão da psicoterapia como atividade de trabalho e com subsídios que
possam melhorar estratégias formativas, avaliativas e de fortalecimento do diálogo na categoria profissional de
psicólogos. A partir do método realizado, também foi possível contribuir para a discussão sobre aspectos
teórico-metodológicos e suas possibilidades no campo da psicologia do trabalho, notadamente na abordagem
Clínica da Atividade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1134517 - JORGE TARCISIO DA ROCHA FALCAO
Externo ao Programa - 6350812 - SYMONE FERNANDES DE MELO
Externo à Instituição - CLAUDIA OSORIO DA SILVA - UFF
Notícia cadastrada em: 05/03/2018 08:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao