Banca de DEFESA: KAMILLA STHEFANY ANDRADE DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KAMILLA STHEFANY ANDRADE DE OLIVEIRA
DATA : 13/06/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Escola de Ciências & Tecnologia
TÍTULO:

PROCESSO DE SIGNIFICAÇÃO DO TRABALHO PARA DIARISTAS ATUANTES NA CIDADE DE NATAL, RIO GRANDE DO NORTE


PALAVRAS-CHAVES:

trabalhadoras domésticas; diaristas; processos de significação; teoria da atividade.


PÁGINAS: 147
RESUMO:

Independente do reconhecimento jurídico, diaristas são trabalhadoras que prestam serviços por até dois dias por semana para um mesmo tomador de serviço. A ocupação das diaristas é marcada pela manutenção de um sistema estratificado de gênero e classe, o que ajuda a reforçar desigualdades, agregando-se a isso outra dimensão: a idade. O número de pessoas que trabalham como Diarista vem crescendo, principalmente nos grandes centros metropolitanos. Mais recentemente, esse tipo de trabalho tem sido estudado pela Psicologia do Trabalho, notadamente pela Psicologia Social do Trabalho. Diante disso, esta pesquisa busca compreender o processo de significação do trabalho para diaristas que atuam na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte. Baseando-se, essencialmente, na teoria da atividade, esta dissertação entende significados como construções mediadas pela atividade concreta. Para tanto, 12 diaristas foram entrevistadas e suas respostas foram analisadas a partir da construção de Núcleos de Significação. Neste estudo, inferimos e sistematizamos a construção de seis núcleos de significação que têm como foco: a) a trajetória ocupacional das diaristas; b) ferramentas, impedimentos e estratégias de enfrentamento para a execução da atividade de trabalho; c) relações sociais no processo de trabalho; d) a percepção da atividade de trabalho das diaristas; e) repercussões das mudanças no mundo do trabalho sobre a atividade da diarista; e f) a constatação do trabalho final. Na atividade humana da diarista há a prescrição de objetivos, regras e procedimentos relacionados aos resultados desejados e como fazer para alcançá-los, porém, esse sistema é dinâmico, o que pode levar a semelhanças e contradições no próprio sistema de atividade. Conseguimos confirmar os resultados com boa parte da literatura, principalmente nos quesitos que desvelam a precarização do trabalho, pois essa ocupação ainda carrega muito das estruturas das desigualdades brasileiras. Além das contribuições desta pesquisa, constatamos uma série de temáticas a serem estudadas futuramente.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1519736 - TATIANA DE LUCENA TORRES
Interno - 1134517 - JORGE TARCISIO DA ROCHA FALCAO
Externo à Instituição - ANÍSIO JOSÉ DA SILVA ARAÚJO - UFPB
Notícia cadastrada em: 06/06/2017 10:15
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao