Banca de DEFESA: ROBERTA TRINDADE DE ALBUQUERQUE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ROBERTA TRINDADE DE ALBUQUERQUE
DATA : 10/03/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Laboratório de Psicologia
TÍTULO:

A ATUAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS EM JOÃO PESSOA: A QUE SERÁ QUE SE DESTINA?


PALAVRAS-CHAVES:

Organizações não governamentais, educação, infância e adolescência.


PÁGINAS: 166
RESUMO:

Este trabalho buscou investigar a atuação de organizações não governamentais (ONGs) na educação de crianças e adolescentes no município de João Pessoa/PB. O estudo foi desenvolvido com sete organizações em seis bairros da cidade, a partir de entrevistas, observações e leitura dos projetos pedagógicos. As ONGs, situadas em comunidades em situação de vulnerabilidade, desenvolvem ações de formação com o público infanto-juvenil complementando o ensino formal. A atuação dessas instituições sem fins lucrativos se configura como uma estratégia, especialmente no novo milênio, de combater a pobreza com a educação por meio da inclusão social e qualificação para o trabalho. Para tanto, compartilham dessa responsabilidade o Estado, o privado e a sociedade. A perspectiva de análise desse estudo se deu a partir da construção de categorias relacionadas com a literatura. Os resultados apontam que a cidadania é o principal foco do trabalho desenvolvido por meio de atividades nas áreas de artes e cultura. A concepção de educação se fundamenta na perspectiva de transformação em nível individual, através de inserção social, melhoria de vida e compreensão da realidade. A luta pelos direitos sociais constituídos na sociedade é uma das bandeiras das organizações. Na prática, atividades lúdicas e recreativas são realizadas em todas as ONGs e, em algumas, há também o desenvolvimento de um trabalho reflexivo e crítico. Conclui-se que o trabalho das ONGs é significativo para as crianças e adolescentes atendidas, por terem acesso a conhecimentos e ao desenvolvimento de capacidades e habilidades artísticas. Dessa forma, as mudanças que as ONGs conseguem produzir acontecem através de uma educação que visa auxiliar no processo de empoderamento e criticidade do público atendido. No entanto, limites do trabalho foram encontrados no que se refere à distância entre o prescrito no projeto pedagógico e o que acontece na prática e nos desafios quanto à sustentação dos projetos das ONGs.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1720819 - ILANA LEMOS DE PAIVA
Externo à Instituição - MARIA DE FÁTIMA PEREIRA ALBERTO - UFPB
Externo ao Programa - 3475044 - PABLO DE SOUSA SEIXAS
Notícia cadastrada em: 22/02/2017 13:16
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao