Banca de DEFESA: AMANDA DE LOURDES BERNARDO GUERRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : AMANDA DE LOURDES BERNARDO GUERRA
DATA : 30/08/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 04 ECT
TÍTULO:

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO TRANSCULTURAL PARA O PORTUGUÊS/BRASIL DO PROTOCOLO FEE – FONCTIONS EXÉCUTIVES CHEZ L’ENFANT


PALAVRAS-CHAVES:

Adaptação de Instrumentos, Funções Executivas, Infância, Adolescência.


PÁGINAS: 110
RESUMO:

A avaliação neuropsicológica das funções executivas (FE) tem sido objeto de interesse crescente de pesquisas. No Brasil, os testes utilizados para avaliar FE em crianças geralmente são adaptações de tarefas para uso em adultos e com alta complexidade, perdendo a capacidade de discriminar funções e déficits específicos. Além disso, identifica-se significativa dispersão de testes e protocolos padronizados utilizados na avaliação das FE em crianças, dificultando a realização de estudos multicêntricos, bem como compreensão do impacto de quadros clínicos sobre o desenvolvimento e funcionamento das FE. Esse estudo tem como objetivo traduzir e adaptar o protocolo FEE (Roy, Le Gall, Fournet, 2011) para o português/Brasil. O protocolo é composto por um conjunto de testes e escalas de avaliação neuropsicológica das FE destinado a crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos e construído com o objetivo de modificar e/ou melhorar, em termos de materiais, instruções e/ou correções, os principais paradigmas e testes de avaliação das FE, com o intuito de suprir as insuficiências das tarefas existentes e adaptar tarefas consagradas internacionalmente. A adaptação transcultural do FEE foi realizada pelo modelo proposto por Borsa et al (2012), constituído de 6 etapas (1- Tradução do instrumento para o novo idioma, 2- Síntese das Versões , 3- Avaliação da Síntese por Experts, 4- Avaliação pelo Público-Alvo, 5- Tradução Reversa-Back-translation, 6- Estudo-Piloto). Inicialmente, o instrumento original passou por duas traduções independentes da língua francesa ao português brasileiro. Na etapa 2 (Síntese das Versões), participaram três juízes, psicólogos, doutorandos e experts em avaliação neuropsicológica, assim como os autores pesquisadores da pesquisa. Os juízes julgaram boa equivalência experiencial, idiomática e semântica. Porém, ainda na etapa 2 foram realizadas alterações para tornar a versão em português mais adaptada para a população-alvo. Na etapa 3 (Avaliação da Síntese por Experts), participaram três juízes, professores doutores de diferentes regiões do país, que avaliaram a estrutura, o formato, as instruções e a abrangência e adequação das expressões contidas nos itens que constituem o instrumento. A concordância entre juízes foi avaliada pelo Kappa de Cohen(0.4945), que indicou concordância moderada. Na etapa 4, participaram 30 crianças e adolescentes, sendo10 crianças na faixa etária entre 6 e 7 anos, 10 crianças entre 10 e 11 anos e 10 adolescentes entre 15 e 16 anos. De forma geral, observou-se compreensão ampla das instruções do protocolo. Na etapa 5 foi realizada back-translation por duas traduções independentes do português para a  língua francesa e após síntese das traduções o instrumento foi enviado aos autores que julgaram o instrumento adequado. Por fim, a etapa 6 (estudo piloto) consistiu na aplicação do protocolo em 60 crianças e adolescentes entre 6-15 anos,  de escolas públicas e escolas particulares da rede de ensino do Natal. O instrumento mostrou-se adequado para avaliação das funções executivas no contexto cultural brasileiro. A continuidade deste projeto possibilitará ampliar a compreensão do desenvolvimento das FE da infância à adolescência bem como da semiótica dos distúrbios das FE. Por fim, destaca-se ainda a possibilidade de realização de estudos transculturais acerca do desenvolvimento das FE. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CLAUDIA BERLIM DE MELLO - UNIFESP
Externo à Instituição - DIDIER LE GALL - Angers
Interno - 1010599 - FLÁVIO FERNANDES FONTES
Presidente - 1321136 - IZABEL AUGUSTA HAZIN PIRES
Notícia cadastrada em: 25/08/2016 08:59
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao