Banca de QUALIFICAÇÃO: DANIELLE DE GOIS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANIELLE DE GOIS SANTOS
DATA : 11/08/2016
HORA: 14:30
LOCAL: Sala Azul
TÍTULO:

POR UMA ÉTICA EM MARTIN HEIDEGGER – CAMINHOS PSICOTERAPÊUTICOS DE CUIDADO, LIBERDADE E

RESPONSABILIDADE DO SER-NO- MUNDO


PALAVRAS-CHAVES:

Martin Heidegger; ética; liberdade; cuidado; responsabilidade.


PÁGINAS: 118
RESUMO:

O presente projeto inspira-se na analítica do Dasein de Martin Heidegger e em seus

estudos acerca da Ontologia, para compreender os fenômenos da existência humana. A

ética destaca-se como tema desta pesquisa, a fim de ser compreendida como modo de

ser presente no cotidiano. O exercício compreensivo, inspirado na fenomenologia

hermenêutica heideggeriana, é destacado como horizonte de encontro, um modo de

abertura existencial que relaciona homens a diversos existenciais. O campo

problemático abordado compreende a ética fomentando reflexões quanto à condição

ontológica de ser-no- mundo, conforme Martin Heidegger na sua autoria em Ser e

tempo. Assim, esta pesquisa objetiva compreender a ética via duas proposições: a

primeira, construir uma compreensão descritiva, voltando-se para caminhos

compreensivos do nosso modo de ser-no- mundo; a segunda proposição admite a ética

semelhante a modos de vida, formas de política de vida, modos de nos posicionarmos,

ou seja, ética não naturalizada. Como desafio principal da tese, tem-se a discussão da

ética, dissociando-a de regras idealizadas e aproximando-a de permanente atualização

do caminho ontológico. A pesquisa visa contribuir para a construção de novos

significados sobre ética de maneira que sejam cultivadas compreensões e reflexões de

nossas experiências cotidianas. Na busca por fundamentação filosófica, a respeito da

ética normativa cotidiana, incidem análises intimistas, ao invés de priorizarmos a

dimensão da ética na vida. A proposta ao tematizar a ética, distanciando-a de noções

prescritivas sobre os modos como os homens vivem, corresponde à ética como modos

de ser-no- mundo, a partir dos existenciais liberdade, cuidado e responsabilidade. A

pesquisa faz parte da modalidade de pesquisa teórica, de natureza original, descritiva.

Diante deste esforço para acessar reflexivamente os modos de ser homem em diferentes

contextos, há um indicativo de que aquilo que acessamos são atitudes éticas, atitudes

éticas-políticas. A pesquisa se encontra em fase de desenvolvimento da articulação

proposta onde o modo de ser ético apresenta-se articulado com os existenciais

heideggerianos. Desse modo, uma aproximação compreensiva do cotidiano de modo

reflexiva reconstrói sentidos, restituindo ao homem o questionamento sobre seu modo

de relacionar-se, respeitar-se, de maneira que habitando a ética os homens se

aproximem do pensar ontológico.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1879584 - ANA KARINA SILVA AZEVEDO
Presidente - 106.488.444-04 - ELZA MARIA DO SOCORRO DUTRA - USP
Externo ao Programa - 6350812 - SYMONE FERNANDES DE MELO
Notícia cadastrada em: 02/08/2016 15:52
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao