Banca de DEFESA: DANDARA MORAIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANDARA MORAIS
DATA : 25/07/2016
HORA: 15:30
LOCAL: Sala de videoconferência 1 da Superintendência de Informática
TÍTULO:

Cuidando da natureza sagrada: um estudo exploratório das relações entre compromisso pró-ecológico e espiritualidade.


PALAVRAS-CHAVES:

compromisso pró-ecológico; cuidado ambiental; espiritualidade; conectividade com a natureza.


PÁGINAS: 150
RESUMO:

Por que algumas pessoas cuidam do meio ambiente e outras não? Visando responder a essa pergunta, diversos estudos em Psicologia Ambiental têm contribuído para a construção de conhecimento sobre compromisso pró-ecológico (CPE): a relação cognitiva e afetiva que as pessoas estabelecem com o meio ambiente, por meio da qual se interessam e responsabilizam por ele. Em estudos anteriores, religião e espiritualidade foram recorrentemente apontadas como influências relevantes para a formação do CPE. Em vista disso, o objetivo deste estudo foi explorar e aprofundar o entendimento da relação entre CPE e espiritualidade, entendida como uma busca pelo sagrado, que pode ou não ocorrer por meio de religiões. Foi adotada uma abordagem metodológica de base qualitativa, tendo como estratégia a realização de entrevistas semiestruturadas com 10 pessoas, de ambos os sexos, socialmente percebidas como compromissadas pró-ecologicamente, que estabelecem relação entre esse compromisso e a espiritualidade. Foram abordadas práticas e motivações do cuidado ambiental, conceitos e histórias pessoais com a espiritualidade. A análise de conteúdo dos relatos apontou para, além da influência mútua nos processos de formação, uma interseção entre os dois fenômenos, na qual se alimentam mutuamente: noções de sacralização da natureza, que compõem a espiritualidade, fornecem motivação para o compromisso com a prática de cuidado ambiental, que, por sua vez, é experienciada como fonte de espiritualidade. Além disso, a conectividade com a natureza surge como elemento importante nos entendimentos dos dois fenômenos: a recuperação de uma conexão perdida entre a humanidade e a natureza é vista como importante para a superação da crise ambiental, ao passo que a espiritualidade é vista como busca e exercício dessa conexão. Finalmente, a compreensão da espiritualidade como estilo de vida, no qual se busca uma postura permanente de cuidado com todas as coisas, se entrelaça ao compromisso de cuidar do meio ambiente.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2434544 - FERNANDA FERNANDES GURGEL
Externo à Instituição - GUSTAVO MARTINELI MASSOLA - USP
Presidente - 347107 - JOSE DE QUEIROZ PINHEIRO
Notícia cadastrada em: 04/07/2016 08:07
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao