Banca de QUALIFICAÇÃO: MAIHANA MAÍRA CRUZ DANTAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MAIHANA MAÍRA CRUZ DANTAS
DATA: 27/05/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Laboratório de Psicologia _ Sala Azul
TÍTULO:

Apoio social em mães de bebês prematuros hospitalizados: elaboração e evidência de validade de um instrumento.


PALAVRAS-CHAVES:

apoio social; prematuro; UTIN


PÁGINAS: 180
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

le-interchange-newline"> O apoio social tem sido abordado como um aspecto que pode trazer benefícios para a saúde da família e do neonato no contexto de nascimento prematuro seguido da hospitalização do bebê. Todavia, no Brasil, não existem instrumentos padronizados e validados para avaliar o referido construto nesse momento. Esta tese tem como objetivo geral desenvolver e buscar evidências de validade de um instrumento que avalie o apoio social em mães de recém-nascidos prematuros hospitalizados. Além disso, foram estabelecidos os seguintes objetivos específicos: I) caracterizar o estado da arte sobre os instrumentos mais utilizados no mundo para avaliação do apoio social; II) desenvolver uma definição operacional do apoio social; III) construir um instrumento para avaliação do apoio social em genitoras de neonatos pré-termo hospitalizado; IV) verificar evidências de validade do instrumento construído. No Estudo I, ao considerar a literatura que fundamentou os cinco instrumentos mais utilizados em todo mundo para avaliação do apoio social, foi possível estabelecer uma
pple-interchange-newline"> definição constitutiva do apoio social que tem como foco o apoio percebido. No Estudo II, foram realizadas entrevistas semi estruturadas com 18 mães acompanhantes de bebês prematuros que estavam na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. No que se refere ao apoio que as participantes acham importante ser recebido durante o momento de hospitalização as categorias mais prevalentes foram apoio de informação e emocional. Com base nos resultados encontrados no Estudo I e nas entrevistas, foi elaborada a definição operacional do apoio social. O Estudo III retrata a construção dos itens, sendo constatada uma boa validade preliminar. No estudo IV, a administração do instrumento está sendo efetuada com mães de bebês prematuros hospitalizados. Analises estatísticas inferenciais possibilitarão caracterizar evidencias de
validade no instrumento e sua utilização no contexto esperado. Os resultados e discussões do Estudo IV serão registrados após a efetuação dos mesmos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 347027 - EULALIA MARIA CHAVES MAIA
Externo ao Programa - 2882013 - ISABELLE KATHERINNE FERNANDES COSTA
Interno - 1519736 - TATIANA DE LUCENA TORRES
Notícia cadastrada em: 25/04/2016 16:30
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao