Banca de DEFESA: IANNY FELINTO MEDEIROS DE AZEVEDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IANNY FELINTO MEDEIROS DE AZEVEDO
DATA: 31/03/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório Central do Departamento de Educação Física
TÍTULO:

Qualidade de Vida, Imagem Corporal e Autoestima de pacientes com sequelas bucomaxilofaciais candidatos à reabilitação protética


PALAVRAS-CHAVES:

Câncer de Cabeça e Pescoço; Qualidade de Vida; Imagem Corporal, Autoestima


PÁGINAS: 98
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A neoplasia de cabeça e pescoço, bem como o seu tratamento, causam grandes modificações estéticas e das funções básicas para o paciente, podendo causar alterações na Qualidade de Vida, na Imagem Corporal e na Autoestima. O objetivo geral deste estudo consistiu em avaliar a Qualidade de Vida, a Imagem Corporal e a Autoestima em pacientes com câncer de cabeça e pescoço do município de Natal-RN candidatos à reabilitação protética. Realizou-se um estudo do tipo transversal. Para a coleta de dados foi utilizado o Questionário sociodemográfico, o Questionário de avaliação da Universidade de Washington, a Escala de Investimento Corporal, a escala de Autoestima de Rosenberg e a Escala de Ansiedade e Depressão Hospitalar. A amostra foi constituída por 10 pacientes (06 homens e 04 mulheres), com idade entre 35 e 82 anos. Os resultados obtidos mostraram que as melhores pontuações na escala UW-QoL foram no domínio Ombro. As piores pontuações foram no domínio Mastigação para os homens e domínio Fala para as mulheres. Dentre os domínios da Escala de Investimento Corporal, o domínio Cuidado corporal apresentou diferença significativa entre os homens e mulheres, apontando que as mulheres após o tratamento do CCP exercem um maior cuidado sobre o próprio corpo. A autoestima dos participantes da pesquisa foi classificada entre média e alta, indicando a existência de autovalor positivo, não havendo diferença significativa entre homens e mulheres. Houve correlação significativa entre a Qualidade de vida geral e a Imagem corporal, apontando que quanto melhor a qualidade de vida, melhor a relação com a imagem do corpo. Através desse estudo foi possível observar que para os pacientes com câncer de cabeça e pescoço os aspectos funcionais são os mais significativos para a obtenção de uma melhor QV, bem como que existe relação entre a imagem corporal e a qualidade de vida nestes pacientes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1665448 - KATIE MORAES DE ALMONDES
Externo ao Programa - 1989838 - CAROLINE DANTAS VILAR WANDERLEY
Externo à Instituição - TEREZA CRISTINA CAVALCANTI FERREIRA DE ARAUJO - UnB
Notícia cadastrada em: 18/03/2016 10:52
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao