Banca de DEFESA: ANA MARIA SOUZA MOREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA MARIA SOUZA MOREIRA
DATA: 31/07/2015
HORA: 14:30
LOCAL: Laboratório de Psicologia
TÍTULO:

Efeitos de um programa de treino cognitivo e das técnicas de higiene do sono para as funções executivas e para a qualidade de sono em idosos saudáveis


PALAVRAS-CHAVES:

Envelhecimento, funções executivas, qualidade de sono, treino cognitivo, higiene do sono


PÁGINAS: 165
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

O processo de envelhecimento provoca alterações no padrão de sono/vigília dos idosos, prejudicando assim suas capacidades cognitivas, em especial o funcionamento executivo, que já sofre perdas pelo avançar da idade. A literatura aponta que funções executivas e qualidade do sono preservadas são fundamentais para manutenção de boa qualidade de vida e autonomia dos idosos, sendo necessárias intervenções que visem minimizar os impactos das perdas ocorridas pelo processo de envelhecimento. Nesse sentido, objetivou-se com esse estudo avaliar o efeito de um programa de treino cognitivo e das técnicas de higiene do sono para as funções executivas e para a qualidade de sono em idosos saudáveis. Participaram da pesquisa 41 idosos saudáveis, de ambos os sexos, que foram divididos aleatoriamente em quatro grupos distintos (grupo controle [GC], grupo treino cognitivo [CTC], grupo higiene do sono [GHS] e grupo treino + higiene [GTH]). A pesquisa aconteceu em três etapas: 1ª- avaliação inicial da cognição e do sono; 2ª- intervenção específica destinada a cada grupo; e 3ª- reavaliação pós-intervenção. Os resultados mostraram que o GTC teve melhoras significativas em tarefas de flexibilidade cognitiva, planejamento, fluência verbal e alguns aspectos da memória episódica, além de ganhos na qualidade de sono e diminuição da sonolência excessiva diurna. O GHS também melhorou a qualidade do sono e a sonolência diurna e teve melhoras significativas em capacidade de insights, planejamento, atenção e em todos os aspetos avaliados da memória episódica. O GTH teve ganhos significativos na flexibilidade cognitiva, na resolução de problemas, na fluência verbal, na atenção e na memória episódica. O GC apresentou  piora significativa na sonolência excessiva diurna na capacidade de planejamento. Dessa forma, conclui-se que as intervenções de treino cognitivo e higiene do sono são estratégias úteis na melhora do desempenho cognitivo e da qualidade de sono de idosos saudáveis.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1665448 - KATIE MORAES DE ALMONDES
Externo à Instituição - MONICA SANCHES YASSUDA - USP
Externo ao Programa - 350635 - TANIA FERNANDES CAMPOS
Notícia cadastrada em: 30/07/2015 10:47
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao