Banca de DEFESA: RÔMULO MÁGNUS DE CASTRO SENA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RÔMULO MÁGNUS DE CASTRO SENA
DATA: 22/05/2015
HORA: 15:00
LOCAL: Sala azul - Laboratório de Psicologia
TÍTULO:

Relação entre Imagem Corporal e Autoestima em Ostomizados


PALAVRAS-CHAVES:

estomia; imagem corporal; autoestima; perfil de saúde


PÁGINAS: 78
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

Este estudo tem como objetivo geral investigar se existe relação entre imagem corporal e autoestima em ostomizados; e como objetivos específicos averiguar a satisfação desses indivíduos com a sua imagem corporal no tocante ao aspecto da aparência e avaliar o grau de autoestima relacionada a tal condição. Trata-se de uma pesquisa correlacional, de corte transversal, que foi realizada em uma instituição de apoio a esses usuários do estado do Rio Grande do Norte, com sede em Natal. Foram usados três instrumentos de coleta: um questionário geral estruturado, abrangendo dados sociodemográficos e clínicos; a Escala de Satisfação com a Aparência (ESA), e a Escala de Autoestima de Rosenberg (EAR). As informações obtidas foram analisadas com auxilio de um software de planilhamento eletrônico. O projeto está de acordo com a resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde, foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da UFRN, sob o número 348.948 em agosto de 2013. A amostra foi constituída por 93 ostomizados, com uma média de idade de 50,4 anos (DP = 15,4), 62,4% dos sujeitos são do sexo masculino e o mesmo percentual está em um relacionamento afetivo, 34,8% dos participantes cursaram apenas o ensino fundamental incompleto; 62,4% são aposentados; 63,4% possuem renda familiar de até 2 salários mínimos, 75,3% residem na zona metropolitana de Natal; 91,4% têm alguma crença religiosa; 83,9% eram colostomizados, e em 60,2% a causa da estomização foi o câncer. A aplicação do Teste de Correlação de Spearman demonstrou uma correlação moderada, positiva e estatisticamente significativa entre as variáveis de satisfação com a imagem corporal, no tocante ao aspecto da aparência, e a autoestima; permitindo inferir que embora a satisfação com a aparência desses sujeitos fosse baixa, seus níveis de autoestima eram elevados. Os instrumentos se mostraram bastantes simples de serem operacionalizados, e eficazes em mensurar os aspectos em análise; desse modo, recomenda-se sua incorporação na prática dos profissionais que assistem aos ostomizados, para enriquecer as possibilidades de compreensão desses sujeitos, qualificando a escuta do profissional para que suas intervenções no sentido da reabilitação sejam mais eficientes e eficazes. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EGBERTO RIBEIRO TURATO - UNICAMP
Presidente - 347027 - EULALIA MARIA CHAVES MAIA
Externo ao Programa - 2882013 - ISABELLE KATHERINNE FERNANDES COSTA
Notícia cadastrada em: 05/05/2015 08:35
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao