Banca de DEFESA: OLÍVIA DAYSE LEITE FERREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: OLÍVIA DAYSE LEITE FERREIRA
DATA: 16/05/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório de Psicologia
TÍTULO:

A relação entre insônia primária e funções executivas em adultos


PALAVRAS-CHAVES:

insônia primária; insônia psicofisiologica; funções executivas


PÁGINAS: 142
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A insônia é definida como uma dificuldade em iniciar ou manter o sono ou acordar antes do esperado e não conseguir retornar ao sono, seguido por uma sensação de sono não reparador e de má qualidade, presente por pelo menos três meses, com consequência no funcionamento diurno. Quando ela se apresentar de forma independente sem nenhum fator causal evidente é chamada de insônia primária. Estudos têm mostrado que a insônia primária afetar o funcionamento cognitivo, em especial as funções executivas. Entretanto, as pesquisas que buscaram investigar a relação entre a insônia primária e o funcionamento executivo são bastante inconsistentes do ponto de vista metodológico, principalmente no que se refere à variabilidade de aspectos metodológicos utilizados. Neste sentido, a presente pesquisa teve por objetivo investigar a relação entre a insônia primária e as funções executivas em adultos. Participaram da pesquisa 29 pessoas de ambos os sexos, com idade variando de 20 a 55 anos. Os participantes foram subdivididos em três grupos, sendo um composto por 10 pessoas com insônia primária que utilizavam medicamentos para dormir (GIM), nove pessoas com insônia primária que não utilizava medicamentos (GInM) e 10 pessoas saudáveis que compunha o grupo controle (GC). A pesquisa foi realizada em duas etapas: A primeira envolvia uma avaliação diagnóstica para insônia primária, através de uma entrevista clínica e da aplicação dos seguintes protocolos: Escala de insônia de Atenas, Índice de Gravidade da Insônia, Diário do sono (por 14 dias), Índice da Qualidade do Sono de Pittsburgh (IQSP), do Teste de sonolência de Stanford, Inventários de depressão e ansiedade de Beck e o Inventário de sintomas de stress para adultos de Lipp. Após esta etapa, foi realizada a avaliação das funções executivas, através da aplicação de uma bateria de testes neuropsicológicos, composta pelos testes: Wisconsin, Teste de Stoop, Teste de trilhas Coloridas, Teste da Torre de Londres, Iowa Gambling Task (IGT) e Subteste do WAIS III span dígitos, que mediram a atenção seletiva, o controle inibitório a flexibilidade cognitiva, o planejamento, a resolução de problemas, a tomada de decisões e a memória operacional, respectivamente. Os resultados mostraram que os insones (GIM e GInM) foram diagnosticados com insônia primária do tipo psicofisiológica, apresentando maior latência do sono, menor duração do sono e menor eficiência do sono, quando comparados ao GC. No que se refere ao desempenho nas funções executivas, não se observou diferença estatisticamente significativa entre os grupos nas modalidades avaliadas. No entanto, os dados mostram indícios de que, comparado ao GInM e GC, o desempenho do GIM se mostrava inferior em tarefas que exigiam respostas rápidas e mudança de foco atencional. Já o GInM, quando comparado ao GIM e GC, exibiu melhor desempenho em tarefas que envolvia a flexibilidade cognitiva. Além disso, as medidas do sono prejudicadas foram correlacionadas com o pior desempenho dos insones em todos os componentes avaliados. Conclui-se que a insônia primária é marcada por uma hiperexcitação que proporciona um desempenho semelhante ao das pessoas saudáveis nos componentes das funções executivas, sendo que a medicação atuaria reduzindo essa excitação, deixando os insones mais cautelosos diante das tarefas. Assim, pode-se inferir que existe relação entre a insônia primária e as funções executivas nos adultos. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BERNARDINO FERNÁNDEZ CALVO - UFPB
Presidente - 1665448 - KATIE MORAES DE ALMONDES
Externo à Instituição - LUCIANO RIBEIRO PINTO JÚNIOR - UNIFESP
Notícia cadastrada em: 05/05/2014 09:04
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao