Banca de QUALIFICAÇÃO: ERIKA ALESSANDRA MELO COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: ERIKA ALESSANDRA MELO COSTA

DATA: 28/06/2011

HORA: 14:30

LOCAL: Sala 2 do PPgCF

TÍTULO:

Efeitos da suplementação com óleo de linhaça nos sistemas antioxidantes em camundongos com mucosite intestinal


PALAVRAS-CHAVES:

mucosite, óleo de linhaça, antioxidante


PÁGINAS: 47

GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde

ÁREA: Farmácia

RESUMO:

Introdução: A mucosite é uma lesão ocorrida na membrana da mucosa do trato gastrointestinal que pode ser originada através do uso de quimioterápicos. O metotrexato é freqüentemente utilizado como um agente quimioterápico citotóxico para combater células cancerosas malignas, mas apresenta uma estreita relação com o aumento de espécies reativas de oxigênio no organismo.

Objetivo: Avaliar os efeitos da suplementação com óleo de linhaça nos sistemas antioxidantes em camundongos com mucosite intestinal.

Métodos: Foi realizado um estudo experimental de fase 0, com 12 camundongos jovens machos de linhagem Swiss com peso médio de 33g. Os animais foram divididos em 03 grupos (grupo controle, grupo linhaça, grupo mucosite) sendo avaliados a massa corporal, a histomorfometria e a peroxidação lipídica (MDA e HAE).

Resultados: Não foram encontradas diferenças estatísticas na evolução da massa corporal entre os grupos. Em relação ao comprimento das criptas houve diferenças estatísticas (p<0,005) no segmento duodeno, jejuno e íleo entre os grupos controle e mucosite e controle e linhaça. As criptas do segmento jejuno e íleo apresentaram comportamento semelhante nos grupos controle e linhaça e mucosite e linhaça (p<0,05). A peroxidação lipídica através do método MDA foi diferente estatisticamente entre o grupo controle e mucosite. O teste HAE não foi significativo em nenhum dos grupos estudados comparados ao controle.

Conclusão: O metotrexato não foi capaz de reduzir o massa corporal do animais e o óleo de linhaça não gerou o ganho de peso nos animais. Os vilos e as criptas intestinais sofreram mudanças significativas pelo uso de MTX e de óleo de linhaça e pode-se observar que o metotrexato produziu a formação de espécies reativas de oxigênio nos animais submetidos ao seu uso


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1517215 - ALINE SCHWARZ
Presidente - 346847 - MARIA DAS GRACAS ALMEIDA
Externo ao Programa - 302225 - NELY HOLLAND
Notícia cadastrada em: 15/06/2011 16:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao