Banca de DEFESA: VICTORIA LOUISE PINTO FREIRE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : VICTORIA LOUISE PINTO FREIRE
DATA : 19/12/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Link de acesso para videoconferência: meet.google.com/kbg-ykuf-zam
TÍTULO:
NANOEMULSÕES CONTENDO FITOL COMO ALTERNATIVA FARMACOLÓGICA PARA O TRATAMENTO DA LEISHIMANIOSE CUTÂNEA

PALAVRAS-CHAVES:
Nanoemulsão; Leishmaniose; Fitol.

PÁGINAS: 85
RESUMO:
A leishmaniose é considerada uma das principais doenças negligenciadas no mundo, com
grandes números de casos anualmente, é causada por protozoários do gênero Leishmania spp.
e atinge principalmente populações de países mais pobres. O tratamento da doença é bastante
limitado, tóxico ao paciente, de alto custo e o parasito apresenta resistência aos quimioterápicos.
Desta maneira, tentando solucionar os problemas como os efeitos colaterais dos medicamentos
já em uso, diminuir a resistência a droga e melhorar os tratamentos já existentes, surge a
nanotecnologia farmacêutica com sistemas de liberação de fármacos em escala nanométrica,
como é o caso das nanoemulsões (NE). Paralelo a isto, tem se procurado outros princípios ativos
leishimanicidas alternativos para tratamento da doença como o fitol, que se trata de um
componente da clorofila da classe dos diterpenos, que é encontrado abundantemente na
natureza e tem ampla gama de atividades biológicas comprovadas. Desta maneira, o presente
estudo tem como objetivo desenvolver NE contendo fitol biocompatíveis pela técnica de
emulsificação por inversão de fases, , avaliar o efeito da composição nos parâmetros físico
químicos das nanoemulsões, observar a estabilidade a longo prazo e acelerada dos sistemas
obtidos com e sem o ativo, observar também o perfil citocompatível em células e hemolítico e
a capacidade in vitro desses sistemas antileishmanicida. Assim, foi observado que as NE
desenvolvidas se apresentaram estáveis a longo prazo e em condições aceleradas, com os
parâmetros macroscópicos e físico-químicos adequados, apresentando também um perfil
citocompatível com a linhagem celular testada e no teste de hemólise, sendo sugestivo de
segurança para administração do sistema em estudo in vivo. Observou-se também que a NE
desenvolvida teve uma boa atividade antipasitária e superior ao fármaco livre. Portanto, a NE
produzida mostrou-se um promissor fármaco para o tratamento da leishmaniose cutânea,
mostrando-se segura e eficaz.

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1639820 - ARNOBIO ANTONIO DA SILVA JUNIOR
Externo à Instituição - DOUGLAS DOURADO OLIVEIRA - Fiocruz - PE
Externo ao Programa - 2213126 - VALTER FERREIRA DE ANDRADE NETO - null
Notícia cadastrada em: 07/12/2022 11:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao