Banca de QUALIFICAÇÃO: ANNAMAIRLLA DO NASCIMENTO OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANNAMAIRLLA DO NASCIMENTO OLIVEIRA
DATA : 04/10/2022
HORA: 09:00
LOCAL: SESSÃO FECHADA
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA RESPOSTA IMUNE HUMORAL EM ANIMAIS IMUNIZADOS COM ANTÍGENOS TOTAIS DE Leishmania amazonensis ASSOCIADOS A DIFERENTES ADJUVANTES VACINAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Leishmania amazonensis. Adjuvantes. VPs. Antígenos de Leishmania amazonensis. Imunização


PÁGINAS: 82
RESUMO:

As doenças tropicais negligenciadas (DTNs), são um grande desafio para a saúde pública. As leishmanioses, exemplo clássico dessas DTNs, hoje acomete milhões de pessoas em todo mundo, principalmente aquelas em situação de pobreza e vunerabilidade. Seu tratamento consiste no uso de antimoais pentavalentes ou anfotericina B, medicamentos tóxicos e de custo elevado. Atualmente, o meio de prevenção a Leishmaniose é através do controle vetorial e do tratamento do reservatório da doença, no caso dos cães. Porém, tais medidas são ineficientes, tornando necessário desenvolvimento de uma alternativa segura e eficaz. Neste cenário a vacina se apresenta como uma ótima alternativa, não apenas como profilaxia, mas também para tratamento. Portanto, o presente estudo objetivou caracterizar a capacidade imunoestimulatória envolvendo antígenos totais de Leishmania amazonensis, paralelamente, avaliar o potencial imunoadjuvante de proteínas estruturais de Triatoma-virus (VP1, VP2 e VP3) comparando sua atividade a outros adjuvantes já estabelecidos na literatura como, o adjuvante de Freund e hidróxido de alumínio. Inicialmente foi realizado o cultivo das formas promastigotas de L. amazonensis; obtenção do seu extrato proteico total e posterior caracterização do perfil eletroforético. Após esses processos, os camundongos BALB/c (Mus musculus) foram distribuídos em cinco grupos: PBS (controle negativo), extrato de L. amazonensis (G2) e grupos com adjuvantes, sendo eles: Adjuvante de Freund (G3), hidróxido de alumínio (G4), VPs (G5). Os grupos foram submetidos a imunização primária (100μg), e secundária(100μg), com intervalo de 30 dias entre elas. Amostras de soro foram obtidas 15 e 30 dias da imunização primária, e 7, 15, 30, 40, 50 e 60 dias da dose de reforço. Até o presente momento, o perfil de anticorpos específicos IgG total anti-L. amazonensis foi caracterizado de todos os pontos de coleta. Os subtipos IgG1, IgG2a, IgG2b e IgG3 foram determinados apenas referente ao último ponto de coleta, 90 dias do início experimento. Para a caracterização da resposta imune celular, inicialmente foi realizada a reação de DTH (Reação de hipersensibilidade tardia) e cultivo de células do baço dos animais imunizados, para que futuramente seja realizada a quantificação das citocinas através de imunoensaio. De antemão, os resultados obtidos demonstram o caráter imunoestimulatório dos adjuvantes empregados nesta pesquisa, bem como, a capacidade das VPs de induzir preferencialmente os anticorpos do tipo IgG2b e IgG3. Por ter sido realizado o ELISA dos isotipos apenas do último ponto da coleta (D90), será necessário a realização dos demais pontos para concluirmos qual perfil de resposta foi de fato modulada diante do processo de imunização estabelecida por este estudo.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2611909 - CARLOS RAMON DO NASCIMENTO BRITO - nullExterna ao Programa - ***.000.000-** - CLÁUDIA JASSICA GONÇALVES MORENO - UFRN
Presidente - 1544647 - MATHEUS DE FREITAS FERNANDES PEDROSA
Notícia cadastrada em: 16/09/2022 16:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao