Banca de DEFESA: MARIANA FARIAS ALVES DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIANA FARIAS ALVES DA SILVA
DATA : 27/08/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Sessão Fechada de Videoconferência
TÍTULO:

EFEITO DA CO-ENCAPSULAÇÃO DO TERPENO FITOL NOS PARÂMETROS FÍSICO-QUÍMICOS DE NANOPARTÍCULAS DE ÁCIDO POLI LÁTICO CARREGADAS COM METOTREXATO


PALAVRAS-CHAVES:

câncer; fitol; metotrexato; nanopartículas poliméricas; funcionalização de nanopartículas; co-nanoencapsulação de fármacos.


PÁGINAS: 107
RESUMO:

O câncer é a segunda principal causa de morte no mundo, superada apenas por doenças cardiovasculares. A falta de especificidade dos fármacos no tecido neoplásico torna o seu tratamento repleto de efeitos adversos. O fitol é um metabólito bioativo secundário da clorofila que expressa uma atividade anticancerígena promissora. O metotrexato é um quimioterápico comumente usado no tratamento de tumores malignos. As nanopartículas vem sendo estudadas para a veiculação de fármacos visando aumentar seu direcionamento, possibilitando uma liberação sítio-específica, bem como superar as limitações de barreiras biológicas. O objetivo do estudo consiste no desenvolvimento e monitoramento de nanopartículas co-encapsuladas, contendo e fitol e metotrexato, funcionalizadas com polietelineimina, para potencial aumento da atividade antiproliferativa nas células cancerígenas. A metodologia de obtenção utilizada foi nanoprecipitação com evaporação de solvente. Os parâmetros de composição e método foram avaliados por medições de diâmetro de partículas, índice de polidispersão (PdI), potencial zeta, pH, espectroscopia de absorção de infravermelhos (FTIR-ATR), eficiência de encapsulamento e indicadores de desempenho, que incluem estudos de liberação, viabilidade celular in vitro e estabilidade. As nanopartículas conjugadas apresentaram tamanho médio em torno de 200 nm (PdI <0,2). A eficiência de encapsulamento foi superiror a 90% nas nanoparticulas funcionalizadas co-nanoencapsuladas. O fitol foi capaz de possibilitar uma liberação mais lenta e controlada na nanopartículas conjugadas. As amostras apresentaram-se viáveis e com morfologia esférica. O estudo promove o desenvolvimento de uma plataforma promissora para co-encapsulação de fármacos em nanopartículas para futuros testes de atividade biológica in vitro e in vivo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1639820 - ARNOBIO ANTONIO DA SILVA JUNIOR
Interno - 1544647 - MATHEUS DE FREITAS FERNANDES PEDROSA
Externo à Instituição - JOÃO AUGUSTO OSHIRO JUNIOR - UEPB
Notícia cadastrada em: 10/08/2021 20:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao