Banca de QUALIFICAÇÃO: STELLA MARIA ANDRADE GOMES BARRETO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : STELLA MARIA ANDRADE GOMES BARRETO
DATA : 28/07/2021
HORA: 08:30
LOCAL: Link de acesso para videoconferência: https://meet.google.com/akc-ycys-kya
TÍTULO:

POLISSACARÍDEOS DO RESÍDUO INDUSTRIAL DE Agave sisalana COMO BIOCOMPOSTOS EM FORMULAÇÕES COSMÉTICAS: avaliação do potencial antioxidante na prevenção do envelhecimento cutâneo


PALAVRAS-CHAVES:

Agave sisalana, antioxidante, cosméticos, nanoemulsão.


PÁGINAS: 106
RESUMO:

Agave sisalana (sisal), cultivada com o intuito de se obter fibras, é utilizada para produção, dentre outras, de cordas e artesanatos. No entanto, apenas uma pequena porção da biomassa é direcionada para essa finalidade (cerca de 4%), gerando grandes quantidades de resíduos que podem ocasionar danos ambientais. Diante disto, o objetivo deste trabalho foi obter e caracterizar estruturalmente frações enriquecidas em polissacarídeos, oriundas do resíduo agroindustrial de Agave sisalana, avaliar o potencial antioxidante, in vitro e in vivo e, após o desenvolvimento de nanoemulsões contendo essas frações, verificar a eficácia clínica como um produto cosmético para prevenção do envelhecimento cutâneo. A partir do resíduo, foi obtida uma fração enriquecida em polissacarídeos (FRE). Em seguida, essa fração foi purificada por meio de ultrafiltração por tamanho (FREP). A elucidação estrutural dos componentes majoritários para FREP foi realizada por meio de Ressonância Magnética Nuclear (RMN). As frações foram avaliadas quanto a sua atividade antioxidante in vitro utilizando diferentes técnicas espectrofotométricas e in vivo por meio da quantificação intracelular de espécies reativas de oxigênio, determinação da fração de sobrevivência ao estresse agudo e quantificação da expressão de genes gst-4::GFP, em modelos Caenorhabditis elegans. Preliminarmente, um polissacarídeo constituído de β-Glcp, α- ManNH2p e α-GalNH2p foi indicado como composto majoritário para as frações obtidas. A FRE apresentou maior capacidade de inibir diretamente os radicais DPPH e ABTS, enquanto FREP foi superior quanto a sua capacidade quelante de metais (Cu2+ e Fe2+). FRE e FREP promoveram reduções intracelulares de ERO e aumento da fração de sobrevivência de até 21% e 26 %, respectivamente. A expressão de gst-4:GFP foi positiva para FRE enquanto que, para FREP, uma redução na expressão foi observada. Um planejamento experimental fatorial (2³+3PC) foi delineado para se obter um sistema nanoemulsionados e sua estabilidade avaliada. Uma nanoemulsão constituida de 20% de fase oleosa, 5% de tensoativos e 75% de fase aquosa foi considerada estável por 90 dias. A utilização do resíduo agroindustrial como uma nova matéria-prima cosmética antioxidante para cuidados da pele e prevenção dos sinais do envelhecimento cutâneo pode trazer benefícios não somente ambientais, mas também contribuir com o desenvolvimento socioeconômico da região.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3652554 - FRANCISCO CANINDE DE SOUSA JUNIOR
Externa à Instituição - ANA LÚCIA FIGUEIREDO PORTO - UFRPE
Externo à Instituição - PEDRO ALVES DA ROCHA FILHO - USP
Notícia cadastrada em: 05/07/2021 17:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao