Banca de DEFESA: NAYARA SOUSA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : NAYARA SOUSA DA SILVA
DATA : 31/07/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIMICROBIANO E ANTIPARASITÁRIO DE OLIGOSSACARÍDEOS DE QUITOSANA


PALAVRAS-CHAVES:

Quitooligossacarídeos, antiparasitário, citotoxicidade.


PÁGINAS: 129
RESUMO:

O aumento de surtos de doenças infeciosas, a progressão mundial da resistência microbiana e o elevado impacto de doenças tropicais negligenciadas reforça a busca por novas moléculas com potencial antimicrobiano. A quitosana é um copolímero formado de D-glicosamina e N-acetil-glicosamina, obtida pela desacetilação parcial da quitina. A hidrólise da quitosana gera os quitooligossacarídeos (QOS) e monossacarídeos. Os QOS apresentam maior vantagem em relação à quitosana devido a maior solubilidade e menor viscosidade. Aliado a esses parâmetros, pesquisas demonstram o vasto potencial biológico dos QOS com propriedades antimicrobiana, anti-inflamatória, antioxidante e antitumoral. Apesar do conhecimento dos efeitos biológicos dos QOS, a atividade antiparasitária dessas moléculas é pouco estudada. Dessa forma, os objetivos deste estudo foram obter QOS, a partir da hidrólise enzimática da quitosana por quitosanases provenientes de Bacillus toyonensis, caracterizar os oligômeros e avaliar seus efeitos citotóxicos, antimicrobiano e antiparasitário in vitro. A mistura de QOS produzidos por hidrólise enzimática nos tempos de 5 e 10 min de reação foram caracterizados por RMN 1H e ¹³C, uni e bidimensional, e espectrometria de massas. Ambos os oligômeros avaliados não demonstraram citotoxicidade sobre células cancerígenas e não cancerígenas até 2 mg/mL. Os QOS revelaram efeito antimicrobiano semelhante a quitosana frente a bactérias e leveduras. No ensaio antiparasitário, os QOS apresentaram inibição parasitária tempo-dependente sobre os parasitos Trypanosoma cruzi e Leishmania amazonensis. A possibilidade de obtenção de uma molécula de elevado interesse biotecnológico a partir de resíduos da carcinicultura, resultando na diminuição do impacto ecológico, releva a importância do estudo e utilização dos quitooligossacarídeos para obtenção de novos agentes farmacológicos.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - MARIA GIOVANA BINDER PAGNONCELLI - UTFPR
Presidente - 1544647 - MATHEUS DE FREITAS FERNANDES PEDROSA
Externo à Instituição - ROBERTO NICOLETE - FIOCRUZ
Notícia cadastrada em: 20/07/2020 09:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao