Banca de DEFESA: ESTELA MARIANA GUIMARÃES LOURENÇO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ESTELA MARIANA GUIMARÃES LOURENÇO
DATA : 26/03/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Sala B416, 3º andar do IMD/UFRN e sala 07 do Instituto de Química da UFMS
TÍTULO:

PLANEJAMENTO ASSISTIDO POR COMPUTADOR E SÍNTESE DE POTENCIAIS INIBIDORES SELETIVOS DE PDE4 BASEADOS EM PRODUTOS NATURAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Planejamento racional assistido por computador, síntese orgânica, PDE4B, flavonoides.


PÁGINAS: 117
RESUMO:

O desenvolvimento da síntese orgânica representa um grande avanço no descobrimento de novos fármacos, sendo considerada uma etapa importante na química medicinal. Apesar disso, o processo de obtenção e otimização de fármacos é considerado desafiador. O alto custo e tempo laboratorial deste processo são oriundos, especialmente, da priorização da síntese de novos compostos sem uma atividade farmacológica previamente estabelecida. O uso do planejamento racional de fármacos assistido por computador a partir de protótipos é considerado uma ferramenta importante, capaz de guiar a síntese de novas moléculas. Aliado a isso, a prospecção de produtos naturais possui um amplo histórico no descobrimento de fármacos e ainda se apresenta como uma fonte de protótipos inéditos. Recentemente, foi isolado um flavonoide glicosilado com notória seletividade para a isoforma PDE4B em comparação à PDE4A. Esse alvo pode ser destacado como uma alternativa promissora na busca pelo tratamento de doenças como deficiência obstrutiva pulmonar crônica e asma. Contudo, a estrutura desse flavonoide apresenta desafios estruturais que o impedem de ser considerado um potencial fármaco. O presente estudo tem como objetivo o desenho e síntese de novos potenciais inibidores seletivos da enzima PDE4 utilizando como protótipo o flavonoide descoberto. Para tanto, foi construída uma biblioteca de inibidores seletivos de fosfodiesterase 4B e utilizada para a elaboração de um modelo de QSAR 4D bem como de uma relação estrutura-atividade. Estudos de dinâmica molecular e cálculos de energia livre de ligação foram também realizados com o objetivo de construir hipóteses relacionadas ao modo de interação do protótipo no sítio ativo de ambas as isoformas. Os resultados demonstraram a importância de grupamentos polares capazes de interagir com os resíduos de aminoácido dos sítios M e S. Interações intermoleculares hidrofóbicas com a fenilalanina presente no sítio Q foram apontadas como essenciais, justificando a necessidade da presença de um anel aromático ou heterocíclo na estrutura dos inibidores. Os valores calculados de energia livre de ligação e o estudo de flexibilidade proteica permitiram a determinação de dois possíveis modos de interação do flavonoide em PDE4A e PDE4B e corroboraram com a seletividade observada in vitro. Com essas informações, foram propostos análogos capazes de serem obtidos via uma rota sintética acessível e versátil. Os compostos propostos já foram obtidos a partir de diferentes metodologias e que obedecem aos princípios de química verde. Esse estudo pode contribuir para a obtenção dos compostos alvos planejados e possíveis protótipos de fármacos para o tratamento da deficiência obstrutiva pulmonar crônica e asma.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EDSON DOS ANJOS DOS SANTOS - UFMS
Externo à Instituição - DÊNIS PIRES DE LIMA - UFMS
Presidente - 1893445 - EUZEBIO GUIMARAES BARBOSA
Interna - 1871916 - RAQUEL BRANDT GIORDANI
Notícia cadastrada em: 16/03/2020 10:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao