Banca de QUALIFICAÇÃO: SOFIA SANTOS DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SOFIA SANTOS DA SILVA
DATA : 24/01/2020
HORA: 14:00
LOCAL: SALA 7B5, 1 andar da Faculdade de Farmácia.
TÍTULO:

IDENTIFICAÇÃO COMPUTACIONAL DE FÁRMACOS OTIMIZADOS PARA INTERAGIR COM CICLODEXTRINAS


PALAVRAS-CHAVES:

ciclodextrina, beta-ciclodextrina, QSPR, FEP, complexos de inclusão.


PÁGINAS: 49
RESUMO:

A baixa solubilidade aquosa é um problema de diversas moléculas de uso farmacêutico. Ciclodextrinas são oligossacarídeos macrocíclicos capazes de aumentar a dissolução de um composto no meio biológico e, consequentemente, sua biodisponibilidade. Isto ocorre por meio da interação de moléculas apolares com sua cavidade lipofílica formando complexos de inclusão. É possível prever a força de interação entre ciclodextrinas e moléculas hóspedes a partir do método de solubilidade de fases e a modelagem molecular está em constante crescimento para tentar elucidar as interações entre as moléculas do sistema e prever a estabilidade termodinâmica do complexo. O QSPR (relação quantitativa estrutura-propriedade) usa como parâmetros moleculares descritores derivados de cálculos computacionais, sendo uma boa metodologia para a predição das constantes de estabilidade dos complexos de inclusão. O FEP (perturbação da energia livre) é uma metodologia capaz calcular a afinidade de um sistema a partir da predição de diferentes conformações, com o ligante em diversos graus de liberdade, e diferentes posições no solvente explícito e/ou dentro do sistema. O seguinte projeto objetivou desenvolver uma metodologia in silico que otimize a manipulação dos sistemas experimentalmente. Para isso, foram observadas as constantes obtidas pelas metodologias de QSPR e FEP para avaliar qual modelo de predição possui melhor comportamento sobre o sistema fármaco-βCD. O modelo de predição com melhor precisão foi o QSPR-2D, obtendo R² igual a 0.924 para a série de validação e Q² igual a 0.863 para a série teste. O modelo foi obtido com oito descritores que delinearam a importância de parâmetros como coeficiente de partição e tamanho das moléculas para o cálculo da energia livre dos complexos. Após a construção do modelo de QSPR-2D, buscou-se validar os resultados experimentalmente, primeiramente, realizou-se a aplicação do modelo obtido com todos os compostos presentes no DrugBank. A etapa seguinte consistiu na identificação de um fármaco promissor para o ensaio experimental com o diagrama de solubilidade de fases. O ciprofibrato foi o fármaco de escolha para o teste por ser um sistema inovador na literatura e possuir propriedades adequadas para complexação com a CD. A fim de validar o modelo obtido, o estudo experimental será realizado para comparar os valores de energia livre obtidos in sílico com o composto selecionado e o experimental.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1789788 - ADLEY ANTONINI NEVES DE LIMA
Interno - 6330567 - TULIO FLAVIO ACCIOLY DE LIMA E MOURA
Externo à Instituição - EDUARDO PEREIRA DE AZEVEDO - UnP
Notícia cadastrada em: 23/01/2020 16:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao