Banca de DEFESA: JULIA MORAIS FERNANDES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JULIA MORAIS FERNANDES
DATA : 26/07/2019
HORA: 08:30
LOCAL: SALA DE VIDEOCONFERÊNCIA POP-RN (Campus Central/UFRN)
TÍTULO:

Bryophyllum pinnatum E Kalanchoe laciniata: ESTUDO FITOQUÍMICO,
METABOLÔMICO E AVALIAÇÃO DA INIBIÇÃO DA ATIVIDADE
FOSFOLIPÁSICA DA PEÇONHA DE Bothrops erythromelas DE EXTRATOS
OBTIDOS SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE CULTIVO


PALAVRAS-CHAVES:

Crassulaceae; metabolômica; marcadores químicos; fitoterápico.


PÁGINAS: 306
RESUMO:

As espécies Kalanchoe laciniata (L.) DC. e Bryophillum pinnatum (Lam) Pers.
(Crassulaceae), conhecidas popularmente como saião ou coirama, são utilizadas no Brasil,
especialmente na região Nordeste, e seu uso destaca-se no tratamento de problemas
inflamatórios. Na literatura são encontrados relatos sobre a constituição química dessas
espécies, na qual destaca-se a presença de flavonoides glicosilados derivados da patuletina,
canferol e quercetina, no entanto, ainda não se sabe quais são os compostos ativos. Somado a
isso, carecem de estudos de controle de qualidade que contribuam na autenticação e
diferenciação de K. laciniata e B. pinnatum, especialmente por Cromatografia Líquida de Alta
ou Ultra Eficiência (CLAE ou CLUE) ou Ressonância Magnética Nuclear (RMN). Tendo em
vista que a espécie B. pinnatum faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de
Interesse do SUS, faz-se necessário aprofundar os estudos com a espécie para garantir a
segurança, eficácia e qualidade de um possível medicamento fitoterápico que possa ser com
essas espécies. Dentro deste contexto, a proposta tem como objetivo realizar uma abordagem
metabolômica e farmacológica das espécies K. laciniata e B. pinnatum. Para atingir esse
objetivo, a metodologia do estudo foi dividida nas seguintes partes: i: isolamento e
caracterização dos marcadores químicos do extrato das folhas das espécies; ii: quantificação
dos marcadores químicos; iii: abordagem metabolômica dos extratos em resposta ao estresse
induzido por suspensão de rega e salinidade; iv: ensaios não-clínicos in vitro para avaliar os
efeitos inibitórios dos extratos frente a enzima PLA2 que auxilia no desencadeamento do
envenenamento causado por B. erythromelas. Como resultados mais significativos: i. por meio
da técnica de Cromatografia em Partição Centrífuga (CPC), utilizada para obtenção dos
compostos majoritários foi possível isolar uma substância até hoje não descrita para o gênero,
a sarmentosina; ii. a) quantificar três flavonoides no extrato de B. pinnatum por CLAE-DAD e
sugerir o flavonoide quercetina 3-O-α-L-arabinopiranosil-(1→2)-O-α-L-ramnopiranosídeo
(BP1), como marcador específico para a espécie e b) desenvolver e validar um metodologia por
RMN para quantificar a sarmentosina no extrato de B. pinnatum; iii. pela abordagem
metabolômica dos dados gerados por CLAE-EM/EM foi observado que as condições de seca e
salinidade podem influenciar na expressão de diferentes metabólitos pela planta, indicando que
as espécies são resistentes a suspensão de rega até o 20º dia, mas que a menor quantidade de
salinidade na água de rega já induz diferenças na expressão de metabólitos; iv. as atividades in
vitro evidenciaram o potencial das espécies frente ao envenenamento, e mostraram que o os
estresses salino e hídrico influenciam diretamente na atividade da PLA2. Diante do exposto,
este trabalho significou um grande avanço no estudo com as espécies, uma vez que a
investigação química e farmacológica foi aprofundada, especialmente no que tange a obtenção
de uma metodologia eficiente para o isolamento de marcadores em grande quantidade, além de
sugerir determinadas condições de cultivo que podem influenciar na expressão de metabólitos
que possam estar ligados as atividades biológicas dos extratos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1492900 - CICERO FLAVIO SOARES ARAGAO
Externo à Instituição - FERNANDO BATISTA COSTA - USP
Externa à Instituição - MAGDA RHAYANNY ASSUNCAO FERREIRA - UFPE
Interna - 1871916 - RAQUEL BRANDT GIORDANI
Presidente - 1490222 - SILVANA MARIA ZUCOLOTTO LANGASSNER
Notícia cadastrada em: 10/07/2019 11:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao