Banca de QUALIFICAÇÃO: WÓGENES NUNES DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : WÓGENES NUNES DE OLIVEIRA
DATA : 01/10/2018
HORA: 14:00
LOCAL: SALA 1 DO PPGCF
TÍTULO:

Avaliação da atividade antineoplásica de uma emulsão tópica a base do óleo de rã-touro (Rana catesbeiana Shaw) frente ao câncer de pele


PALAVRAS-CHAVES:

Câncer de Pele; Emulsão; Melanoma; Óleo de rã-touro; Rana catesbeiana Shaw.


PÁGINAS: 87
RESUMO:

O óleo de rã-touro (OR) é um óleo animal obtido a partir do reaproveitamento biotecnológico do tecido adiposo do anfíbio Rana catesbeiana Shaw e que apresenta biocompatibilidade frente às células saudáveis (3T3) e toxicidade em células de melanoma murino (B16F10). Baseado nisso, e na atual necessidade de tratamentos alternativos contra o câncer de pele, esse trabalho teve como objetivo reproduzir um nanosistema emulsionado (EM) à base do óleo de rã-touro e avaliar a potencial atividade citotóxica do OR in natura e deste sistema frente à linhagem celular de melanoma humano A2058. Assim, foram realizados ensaios in vitro, tais como MTT, ciclo celular e morte celular para avaliar o potencial citotóxico desse óleo e da emulsão, enquanto que o potencial apoptótico foi investigado por meio da avaliação de danos ao material genético celular, pela avaliação da indução de estresse oxidativo e do potencial de membrana mitocondrial. Os resultados obtidos demonstram que o OR, na concentração de 100 μg/mL, tanto para a amostra in natura quanto para a EM, foram capazes de reduzir a viabilidade celular em cerca de 40% e 80%, respectivamente, após 72 horas de tratamento no ensaio de MTT, por via apoptótica, sem afetar o ciclo celular. Adicionalmente, o OR induziu o estresse oxidativo por aumentar em 51% os níveis intracelulares de espécies reativas de oxigênio (ROS), levando a uma perturbação no potencial da membrana mitocondrial, ação esta que foi aprimorada pela EM, a qual aumentou em aproximadamente 178% os níveis de ROS, promovendo uma maior interferência no potencial da membrana mitocondrial. Dessa forma, os resultados obtidos nos permitiram avaliar e elucidar, pela primeira vez, a atividade citotóxica tanto do OR quanto da EM, os quais foram capazes de promover a morte de células de melanoma humano por meio da indução de estresse oxidativo associado a danos mitocondriais, resultando assim na indução da apoptose, evidenciando o potencial citotóxico do OR e da EM como promissores produtos que podem auxiliar as pesquisas relacionadas com tratamentos alternativos contra o câncer de pele.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2087759 - ANDRE DUCATI LUCHESSI
Interno - 2374605 - AURIGENA ANTUNES DE ARAUJO
Interno - 1544647 - MATHEUS DE FREITAS FERNANDES PEDROSA
Notícia cadastrada em: 13/09/2018 10:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao