Banca de QUALIFICAÇÃO: JONH ANDERSON BORGES DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JONH ANDERSON BORGES DOS SANTOS
DATA : 02/10/2018
HORA: 14:00
LOCAL: SESSÃO FECHADA
TÍTULO:

ESTUDOS DE CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUIMICO E DISSOLUÇÃO IN VITRO DE COCRISTAIS DE ÁCIDO CINÂMICO


PALAVRAS-CHAVES:

Ácido trans-cinâmico. Coformador. Cocristais. Caracterização físico-química. Solubilidade.


PÁGINAS: 99
RESUMO:

O ácido trans-cinâmico (AC) é um metabolito secundário encontrado nas plantas e apresenta diversas atividades farmacológicas, dentre elas antimicrobiana, antifúngica, antioxidante e antitumoral, apresentando baixa toxicidade e baixa solubilidade aquosa. Nesse contexto, a cocristalização surge como uma importante ferramenta para melhoria da solubilidade aquosa e outras propriedades físico-químicas, como taxa de dissolução, estabilidade física e térmica. O objetivo é preparar cocristais farmacêuticos de AC, realizar a caracterização físico-química e promover estudos de solubilidade e dissolução in vitro. Os cocristais farmacêuticos foram preparados pelo método de evaporação de solvente empregando quantidades estequiométricas de fármaco e coformador com razão molar 1:1. A caracterização físico-química baseou-se no uso de Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC), Termogravimetria (TG), Difração de Raios-X (DRX) e Infravermelho com Transformada de Fourier (IV-TF). A avaliação da solubilidade foi realizada mediante uso do método de shaker-flask por 24h em meio aquoso, com a quantificação em espectrofotometria UV-vis em 271,0 nm. Por meio da análise de DRX, avaliou-se a formação de três cocristais, caracterizado pelo aparecimento de novos picos no padrão DRX, diferente dos componentes individuais. Curvas DSC mostraram uma diminuição na temperatura de fusão das amostras obtidas após cocristalização, características de misturas eutéticas, sendo característica da formação dos cocristais. Curvas TG mostraram uma melhor estabilidade térmica proporcionada ao AC nos cocristais. Através dos espectros IV-TF, foi possível avaliar a ocorrência de interações intermoleculares entre fármaco-coformador nos cocristais formados, apresentando mudanças na frequência de absorção dos principais grupos funcionais envolvidos na formação de pontes de hidrogênio. Observou-se um aumento bastante significativo na solubilidade aquosa do fármaco para os três cocristais que foram formados. Resultados demonstraram a importância do emprego das técnicas de caracterização do estado sólido na determinação de novos cocristais farmacêuticos, sendo o aumento na solubilidade de fármacos um importante fator avaliado proporcionado pelos cocristais, influenciando diretamente sua biodisponibilidade oral.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1679481 - ANA PAULA BARRETO GOMES
Presidente - 1639820 - ARNOBIO ANTONIO DA SILVA JUNIOR
Externo ao Programa - 1715109 - DANIEL DE LIMA PONTES
Notícia cadastrada em: 06/09/2018 15:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao