Banca de QUALIFICAÇÃO: RÚSIA DAYANNY AIRES NONATO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RÚSIA DAYANNY AIRES NONATO
DATA : 24/09/2018
HORA: 10:00
LOCAL: Sala 2 do PPgCF
TÍTULO:

PREVALÊNCIA DE INFERTILIDADE CAUSADA PELA SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS E SUAS CONSEQUÊNCIAS PSÍQUICAS


PALAVRAS-CHAVES:

Síndrome dos ovários policísticos; infertilidade; consequências psíquicas


PÁGINAS: 83
RESUMO:

A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é uma endocrinopatia ginecológica que acomete cerca de 5 a 20% das mulheres em idade fértil. Além das complicações reprodutivas, esta síndrome encontra-se associada às alterações metabólicas e transtornos psicológicos, como redução da qualidade de vida e aumento de fatores de risco para ansiedade e depressão, que podem desestruturar a saúde e o bem estar ao longo do tempo. A infertilidade pode ocasionar impactos negativos que envolvem o sofrimento emocional, físico, psicológico e social. Por ser considerada uma das principais causas de infertilidade feminina, o presente estudo objetivou estimar a prevalência da infertilidade causada pela SOP e suas consequências psíquicas. A população em estudo foi composta de mulheres com SOP férteis e inférteis (n=75), avaliadas quanto aos aspectos clínicos, bioquímicos e psicológicos. As participantes foram submetidas à coleta de material biológico e aos questionários de avaliação clínica e sociodemográfica, WHOQOL-BREF, BDI e SCL-90- R. A análise das informações coletadas foi realizada mediante processo sistematizado em base estatística de dados pelo programa Stata versão 11. Foi realizada uma análise univariada por regressão logística para determinar quais das variáveis clínicas consideradas neste estudo se associam a infertilidade, calculando-se os respectivos odds-ratios e intervalos de confiança de 95%. As variáveis que apresentaram valor de p < 0,15 na análise univariada foram incluídas em um modelo multivariado de regressão logística, sendo consideradas significativas, as associações com valor de p < 0,05. A infertilidade foi observada em 43 (57,3%) mulheres bem como a presença de sintomas depressivos, sem evidência de associação à infertilidade como um fator isolado na SOP que aumenta a probabilidade de potencializar o grau de depressão, redução da qualidade de vida e sofrimento emocional. Entretanto, na análise multivariada, identificou-se que a infertilidade esteve independentemente associada à idade em anos (odds ratio: 1,16; 95% IC: 1,03–1,31; p=0,02), paridade (odds ratio: 0,15; 95% IC: 0,04–0,53;p=0,00) e aborto (odds ratio: 21,47; 95% IC: 1,54–298,11;p=0,02). A partir da avaliação e manejo dos aspectos psicológicos envolvidos na SOP, será possível aprimorar a compreensão sobre a sua etiologia e tratamento de acordo com o grau de necessidade em cada caso


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2323511 - ADRIANA AUGUSTO DE REZENDE
Presidente - 6349161 - GERALDO BARROSO CAVALCANTI JUNIOR
Externo ao Programa - 2432313 - RAND RANDALL MARTINS
Notícia cadastrada em: 06/09/2018 14:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao