Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSÉ VENÂNCIO CHAVES JÚNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOSÉ VENÂNCIO CHAVES JÚNIOR
DATA : 19/09/2018
HORA: 13:30
LOCAL: SALA 1 DO PPGCF
TÍTULO:

ESTUDOS DE CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE COCRISTAIS DE ÁCIDO FERÚLICO


PALAVRAS-CHAVES:

cocristais, ácido ferúlico, solubilidade, perfil de dissolução.


PÁGINAS: 115
RESUMO:

Os cocristais são estruturas cristalinas geradas a partir da união de duas ou mais substâncias, onde esses vêm demonstrando melhoria dos parâmetros tecnológicos e físico-químicos, por exemplo da solubilidade aquosa que representa um fator limitante na absorção dos fármacos. Uma molécula que está sendo muito estudada pelo seu potencial antioxidante é o ácido ferúlico (AFE), destacando seus resultados antitumorais, no entanto a baixa solubilidade aquosa dessa molécula aparece como um obstáculo para o seu estudo clínico. O objetivo desse trabalho é desenvolver e caracterizar físico-quimicamente cocristais de AFE com melhoria de solubilidade aquosa. Os cocristais foram preparados pela técnica de secagem por pressão reduzida, utilizando etanol como solvente. Inicialmente foi realizada uma triagem pelas técnicas de calorimetria exploratória diferencial (DSC), difração de raios-x (DRX) e espectroscopia no infravermelho com transformada de Fourier (FTIR). O cocristal de AFE e nicotinamida (NIC) apresentou a melhor solubilidade aquosa e com o mesmo foi realizado os posteriores estudos, de desenvolvimento e validação de metodologias de cromatografia líquida de alta e ultra eficiência, planejamento experimental, termogravimetria (TG), ressonância magnética nuclear de hidrogênio (RMN-¹H) e perfil de dissolução. Foi observada boa reprodutibilidade no processo de obtenção do cocristal, e no planejamento experimental a formação do mesmo ocorreu apenas na proporção molar 1:1. A TG evidenciou um pequeno adiantamento no início da degradação do cocristal. A RMN-¹H confirmou não haver interações químicas entre as moléculas e o cocristal apresentou melhor perfil de dissolução que as matérias-primas isoladas. Sabendo da importância do aumento da biodisponibilidade de moléculas de baixa solubilidade aquosa, o cocristal de AFE formado apresenta ser uma alternativa viável para ser estudado mais a fundo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1789788 - ADLEY ANTONINI NEVES DE LIMA
Externo ao Programa - 1715109 - DANIEL DE LIMA PONTES
Externo ao Programa - 2140814 - FERNANDO HENRIQUE ANDRADE NOGUEIRA
Notícia cadastrada em: 31/08/2018 17:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao