Banca de QUALIFICAÇÃO: GABRIEL AZEVEDO DE BRITO DAMASCENO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GABRIEL AZEVEDO DE BRITO DAMASCENO
DATA : 28/06/2018
HORA: 14:00
LOCAL: SALA 2 DO PPGCF
TÍTULO:

PRODUTO COSMÉTICO SÓLIDO COM Prosopis juliflora: AVALIAÇÃO DA SEGURANÇA, DESENVOLVIMENTO DE FORMULAÇÕES E ESTUDO DA EFICÁCIA HIDRATANTE E ANTI-RUGAS


PALAVRAS-CHAVES:

Algaroba; Anti-envelhecimento; Cosméticos; Hidratação; Polissacarídeos; Prosopis julifora; Fabaceae.


PÁGINAS: 114
RESUMO:

Prosopis juliflora (PJ) é uma planta invasora da Caatinga Nordestina e apresenta em sua composição metabólitos com características químicas de interesse em produtos cosméticos como ativos hidratantes e anti-rugas. Este trabalho versa sobre o desenvolvimento de formulações cosméticas na forma de núcleo sólido contendo o extrato de PJ que ao entrar em contato com a água formará um gel instantaneamente para uso em dose única. Objetiva também o estudo in vitro e in vivo de segurança dos extratos obtidos e a eficácia clínica das propriedades hidratante e anti-rugas. O desenvolvimento e otimização do processo de extração dos frutos (também denominados vagens) de PJ foi conduzido a partir de delineamento experimental estatístico alterando a temperatura e tempo de extração. Para escolha das melhores condições, o rendimento, teor de açúcares totais e atividade antioxidante total foram considerados como variáveis. Adicionalmente, a presença de compostos fenólicos e proteínas também foram avaliadas. A avaliação da segurança in vitro por meio do teste de citotoxicidade utilizando o método colorimétrico do vermelho neutro foi realizada. As amostras foram purificadas por ultrafiltração em centrífuga e cromatografia de gel-filtração, seguido de hidrólise ácida e análise da composição monossacarídica por cromatografia em papel e ressonância magnética nuclear. Por fim, foi realizado o estudo de pré-formulação, análise de fluxo e compressibilidade das formulações. O delineamento experimental estatístico revelou que as melhores condições extrativas são aquelas com menores tempo e temperatura, denominadas PJ1 (40ºC/2h), PJ2 (34ºC/3,5h) e PJ3 (25ºC/3,5h), no entanto, a amostra PJ2 foi escolhida para a continuidade do estudo e as amostras foram consideradas não-citotóxicas. A fração contendo os metabólitos com peso molecular maior que 3KDa de PJ2 apresentou um único pico, provavelmente, composto majoritariamente por glicose e traços galactose, manose e arabinose, caracterizada posteriormente como uma α-glucana por meio de ressonância magnética nuclear. Na etapa de pré-formulação, os excipientes foram avaliados quanto à solubilidade e funcionalidade, tendo sido delineadas oito formulações utilizando o manitol como diluente e estearato de magnésio e talco como lubrificantes e deslizantes, variando os agentes desintegrantes (croscarmelose sódica e amigo glicolato de sódio) e doares de viscosidade (carboximetil celulose e poliacrilato de sódio). As formulações apresentaram excelente fluxo e parâmetros adequados de compressibilidade, necessários ao processo de compressão dos núcleos sólidos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2276354 - LEANDRO DE SANTIS FERREIRA
Presidente - 1490222 - SILVANA MARIA ZUCOLOTTO LANGASSNER
Interno - 6330567 - TULIO FLAVIO ACCIOLY DE LIMA E MOURA
Notícia cadastrada em: 07/06/2018 15:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao