Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIANE BARRETO DAS CHAGAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIANE BARRETO DAS CHAGAS
DATA : 30/01/2018
HORA: 14:00
LOCAL: SALA DE AULA I - PPGCF
TÍTULO:

REAÇÕES BIOMIMÉTICAS COM METALOPORFIRINAS DE METABÓLITOS SECUNDÁRIOS DAS FOLHAS DE Passiflora edulis var. Flavicarpa DEGENER


PALAVRAS-CHAVES:

Orientina. Isoorientina. Metaloporfirinas. Passiflora edulis var. flavicarpa. Catalisador de Jacobsen.


PÁGINAS: 85
RESUMO:

Passiflora edulis var. flavicarpa Degener é uma espécie vegetal conhecida popularmente no Brasil como maracujá e tem seu uso amplamente difundido na medicina popular para o tratamento de distúrbios neurológicos. P. edulis apresenta os flavonoides C-glicosídeos como constituintes majoritários, mas possui um problema comum a outros candidatos a medicamentos fitoterápicos e a ativas diversas moléculas biologicamente descobertas por pesquisadores ao longo dos anos que é a escassez de estudos sobre o metabolismo e farmacocinética dessas substâncias. Estes estudos são essenciais para comprovar a segurança e eficácia destes candidatos a novos fármacos e permitir que avancem para a fase de ensaios clínicos. Com o desenvolvimento do modelo biomimético com metaloporfirinas, as reações de biotransformação são simuladas para caracterizar o metabolismo in vitro e fornecem diversos produtos os quais podem ser posteriormente identificados como metabólitos. Assim, a partir do extrato de P. edulis, através das técnicas de cromatografia em coluna e HPLC, isolou-se 2 flavonoides majoritários na planta, orientina e isoorientina. Estes flavonoides foram submetidos às reações catalisadas pelo catalisador de Salem, um catalisador eficiente e de fácil síntese e purificação e o catalisador Mn(3MeOSalen)Cl, derivado de Salem, utilizando os oxidantes m-CPBA, anidrido do iodosilbenzeno e iodosilbenzeno. A reação com m-CPBA na proporção 1:20:20 apresentou um maior consumo do substrato, 61,17 e 60,67 % respectivamente para o catalisador de Salem e o Mn(3MeOSalen)Cl após 3 horas de reação. Para as reações com o flavonoide isoorientina, foi observado que o consumo do substrato obedece à cinética de ordem 2. Qualitativamente, em todas as variações testadas para o catalisador de Salem houve formação dos mesmos produtos, já para o outro catalisador foi observada diferença quando foram testados os diferentes oxidantes. Os produtos de oxidação de ambos os flavonoides estão sendo analisados através das técnicas de LC-MS e LC-MS/MS para a elucidação estrutural.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1871916 - RAQUEL BRANDT GIORDANI
Interno - 1492900 - CICERO FLAVIO SOARES ARAGAO
Externo ao Programa - 1754360 - WALDENICE DE ALENCAR MORAIS
Notícia cadastrada em: 25/01/2018 13:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao