Banca de QUALIFICAÇÃO: LARISSA MARINA PEREIRA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LARISSA MARINA PEREIRA SILVA
DATA : 12/12/2016
HORA: 09:00
LOCAL: SALA DE AULA II DO PPGCF
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO  DE  METODOLOGIA  E  PADRONIZAÇÃO  DE  EXTRATO  BIOATIVO  DAS  FOLHAS  DE  Genipa  americana  Linnaeus  (JENIPAPO) 


PALAVRAS-CHAVES:

Genipa americana; CLUE; Análise térmica; Marcadores; Haemonchus contortus.


PÁGINAS: 130
RESUMO:

Genipa americana Linneus, é uma árvore frutífera conhecida popularmente como “Jenipapo”, da família Rubiaceae, nativa da Amazônia, distribuída por toda a América Central e do Sul. A espécie apresenta reconhecido uso na medicina popular, onde é utilizada para tratar várias condições como diarreias, anemias e doenças do fígado. Porém, ainda são escassos os estudos fitoquímicos e farmacológicos que embasem a sua utilização pela população. Diante disso, o presente trabalho tem como foco a caracterização dos marcadores químicos presentes nas folhas de G. americana, utilizando técnicas cromatográficas e análises térmicas, além de avaliar sua atividade anti-helmíntica e antifúngica. O extrato hidroetanólico das folhas (EHF) foi preparado por meio de maceração em meio hidroetanólico a 70%, esse foi particionado com solventes orgânicos em ordem de polaridade crescente (éter de petróleo, clorofórmio, acetato de etila, e n-butanol). As frações que apresentaram maior concentração dos compostos de interesse foram selecionadas para dar seguimento às etapas de isolamento. A avaliação do perfil fitoquímico das folhas foi realizada preliminarmente por CCD e em seguida por CLUE e CLAE-EM. Na análise por CCD foi verificada a presença dos flavonoides e iridoides, que foi confirmada pelas análises por CLUE e por CLAE-EM. Está sendo desenvolvido e otimizado um método de caracterização por CLUE ainda não descrito na literatura pesquisada para essa espécie. Por meio de TG (Termogravimetria) e DSC (Calorimetria Exploratória Diferencial) foi possível identificar e selecionar os eventos térmicos aplicáveis a caracterização do estrato das folhas (EHF), da ‘’torta’’ (resíduo da maceração), do remacerado e das frações da partição (Fr.ETER, Fr.CHCl3, Fr.AcOEt, Fr.BuOH e Fr.Residual). Através do processo de isolamento por técnicas cromatográficas foi possível obter flavonoides e iridoides, que estão em fase de elucidação estrutural. Por meio de CLAE-EM, foi possível identificar dois iridoides: 1-hidroxi-7-(hidroximetil)-1H,4aH,5H,7aH-ciclopenta[c]piran-4 carbaldeído, presente no EHF e em todas as frações analisadas; e 7-(hidroximetil)-1-metoxi-1H,4aH,5H,7aH-ciclopenta[c]piran-4-carbaldeído, presente apenas na fração Fr.CHCl3. Após identificação dos compostos de interesse, o método desenvolvido será validado seguindo as normas da RDC N°899/2003 da ANVISA e normas internacionais.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1679481 - ANA PAULA BARRETO GOMES
Presidente - 1218940 - ANTONIA CLAUDIA JACOME DA CAMARA
Externo ao Programa - 2140814 - FERNANDO HENRIQUE ANDRADE NOGUEIRA
Notícia cadastrada em: 28/11/2016 17:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao