Banca de QUALIFICAÇÃO: MENILLA MARIA ALVES DE MELO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MENILLA MARIA ALVES DE MELO
DATA: 25/02/2016
HORA: 14:00
LOCAL: SALA DE AULA II DO PPGCF
TÍTULO:

Caracterização estrutural de um novo peptídeo aniônico com atividade quelante de metais obtido da peçonha do escorpião Tityus stigmurus


PALAVRAS-CHAVES:

peptídeo aniônico, estrutura, agente quelante, Tityus stigurus


PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Peptídeos aniônicos são moléculas ricas em resíduos de ácido aspártico (Aps) e glutâmico (Glu) em sua estrutura. Estão presentes na peçonha de escorpiões das famílias Buthidae e não-Buthidae. Embora estes peptídeos sejam os componentes mais representativos da peçonha do escorpião Tityus stigmurus, principal espécie do Nordeste, ainda não foram caracterizados. O presente trabalho apresentou, de forma inédita, a caracterização estrutural e ensaios de atividade biológica de um peptídeo aniônico presente na peçonha do escorpião T. stigmurus, nomeado de PATs (Peptídeo Aniônico de Tityus stigmurus). A sequência madura de PATs apresenta 50 resíduos de aminoácidos e carga de -20. Ensaios de bioinformática demonstraram que PATs possui estrutura semelhante a outros peptídeos aniônicos previamente identificados em espécies de escorpiões, havendo conservação dos resíduos ácidos. Os modelos tridimensionais apresentaram regiões helicoidais interligadas por regiões randômicas e ausência de β-folha, não corroborando com os ensaios de dicroísmo circular, em que PATs apresentou maior percentual randômico, seguido de β-folha. Observou-se que o peptídeo complexa íons Cu2+ na razão molar de 1:7 ou 1:3 (PATs : Cu2+) dependendo da concentração do PATs. A partir da dinâmica molecular, verificou-se que os íons metálicos se ligam aos aminoácidos Asp e Glu. Desta forma, pode-se considerar que o PATs é um peptídeo quelante de metal bivalente. O peptídeo não exibiu atividade antimicrobiana contra bactérias gram-positivas, gram-negativas e leveduras. Também não foi citotóxico para linhagem 786 e MDCK. Entretanto induziu a proliferação de macrófagos em três concentrações analisadas, podendo ser um possível agente imunomodulador. Em conclusão, os resultados parciais representam o primeiro estudo de caracterização estrutural, com dados in silico e experimentais, de um novo peptídeo aniônico quelante de Cu2+, obtido da peçonha de escorpião T. stigmurus.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1639820 - ARNOBIO ANTONIO DA SILVA JUNIOR
Externo ao Programa - 1959889 - DAVI SERRADELLA VIEIRA
Externo ao Programa - 2276354 - LEANDRO DE SANTIS FERREIRA
Notícia cadastrada em: 17/02/2016 17:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao