Banca de QUALIFICAÇÃO: FERNANDA PRISCILA SANTOS REGINALDO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA PRISCILA SANTOS REGINALDO
DATA: 15/12/2015
HORA: 14:00
LOCAL: SALA DE AULA II DO PPGCF
TÍTULO:

Alcaloides de Selaginella convoluta: investigação química e do potencial antifúngico


PALAVRAS-CHAVES:

Selaginella convoluta, anabasina, Caatinga, fingerprint metabólico, antifúngicos


PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Selaginellaceae, constituída por um único gênero, Selaginella, tem se destacado pelo fato de ter resistido à extinção nos períodos Triássico e Permiano. Espécies de Selaginella são susceptíveis a dessecação, no entanto algumas dessas espécies desenvolveram a capacidade de sobreviver quando os tecidos vegetativos estão processo de dessecação. Nesse contexto, Selaginella convoluta, espécie pertencente a essa família, é nativa do Brasil e tem se destacado pelo seu uso popular. No nordeste do Brasil tem sido bastante utilizada para tratar enfermidades relacionadas ao sistema reprodutor feminino. Ainda, percebe-se que são escassos os estudos sobre a investigação de moléculas bioativas importantes como os alcaloides neste gênero. O objetivo deste estudo é analisar o fingerprint metabólico de Selaginella convoluta na condição seca e irrigada, investigar a fitoquímica, através da identificação estrutural dos seus alcaloides, bem como avaliar o potencial da fração enriquecida com alcaloides frente a fungos leveduriformes. Nossos resultados do fingerprint metabólico apontam diferenças no espectro de RMN nas regiões de aminoácidos, carboidratos e aromáticos quando comparando as partes aéreas da condição seca com a irrigada. Ainda, anabasina, um alcaloide piridina foi identificado pela primeira vez em Selaginellaceae e também em pteridófitas. Anabasina apresentou propriedades antifúngicas contra Candida krusei and Cryptococcus neoformans. Finalmente, as análises realizadas das frações das raízes obtidas através de partição líquido-líquido sugeriram a presença de derivados de poliaminas, possíveis precursores de alcaloides; no entanto a escassa biomassa das raízes não permitiu isolamento e elucidação estrutural até o momento.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1789788 - ADLEY ANTONINI NEVES DE LIMA
Interno - 2323511 - ADRIANA AUGUSTO DE REZENDE
Presidente - 2087759 - ANDRE DUCATI LUCHESSI
Notícia cadastrada em: 23/11/2015 17:14
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao