Banca de DEFESA: IZADORA DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IZADORA DE SOUZA
DATA: 31/07/2015
HORA: 15:00
LOCAL: SALA DE AULA II DO PPGCF
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO DE UM MÉTODO INOVADOR DE FORMAÇÃO DE NANOEMULSÕES PARA LIBERAÇÃO MODIFICADA DE PRAZIQUANTEL ATRAVÉS DA DILUIÇÃO DE CRISTAIS LÍQUIDOS LAMELARES


PALAVRAS-CHAVES:

N-methylpyrrolidone, sodium oleate, soybean oil, liquid crystalline, praziquantel


PÁGINAS: 81
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Cristais líquidos (CL) possuem uma arranjo molecular bastante estruturado que combina propriedades dos estados líquido e sólido, bem como o fluxo dos líquidos e a ordenação da estrutura cristalina dos sólidos. Foram testadas técnicas de alta e baixa energias para produzir CL, utilizando oleato de sódio, fosfatidilcolina de soja, óleo de soja, N-metilpirrolidona (NMP) e água. As interações entre NMP e oleato de sódio da formulação foram investigadas. CL fabricados por técnica de alta energia foram caracterizados por microscopia de luz polarizada (MLP), tensão superficial, reologia e tamanho de partícula. MLP exibiu estruturas que sugerem presença de CL lamelares. Nos testes de tensão superficial não foram observadas diferenças relevantes entre as amostras. Na reologia, as amostras apresentaram viscosidade newtoniana limitante nas curvas de fluxo e uma diminuição no grau de estruturação nos testes oscilatórios, quando a concentração de NMP diminuía. Uma nova técnica de baixa energia para obter sistemas lipídicos de liberação de fármacos foi desenvolvida a partir da diluição de CL. CL foram diluídos com água e solução aquosa de NMP 10%, a 25 ° C e 70 °C, em que foram avaliados tamanho de gotícula e incorporação de praziquantel (PRZ). Os sistemas diluídos com água apresentaram menor faixa de tamanho (165,22 – 381,26 nm) e maior faixa de incorporação de PRZ (40,96 – 43,44 mg/mL) quando comparadas com as diluías com a solução de NMP. Não houve contribuição da solução de NMP para a formação de gotículas menores e para a maior incorporação de PRZ. Houve um aumento na solubilidade do PRZ em sistemas diluídos com água, aumentando a fração solúvel de fármaco em até 200 vezes quando comparada à sua solubilidade em água. Testes utilizando Espalhamento de raios-X a baixo ângulo e MLP comprovaram a transição da mesa ase lamelar para sistemas com micelas vermiformes, confirmando o sucesso da nova técnica em obter sistemas lipídicos de liberação de fármacos através da diluição de CL.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1753094 - ALCIDES DE OLIVEIRA WANDERLEY NETO
Presidente - 1639820 - ARNOBIO ANTONIO DA SILVA JUNIOR
Externo à Instituição - VICTOR HUGO VITORINO SARMENTO - UFS
Notícia cadastrada em: 22/07/2015 11:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao