Banca de DEFESA: GABRIELA DINIZ FONSÊCA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GABRIELA DINIZ FONSÊCA
DATA: 31/03/2015
HORA: 09:00
LOCAL: SALA DO CONSEC 2º ANDAR PRÉDIO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
TÍTULO:

MICROPARTÍCULAS CONTENDO NANOPARTÍCULAS DE QUITOSANA USANDO SULFATO E GENIPINA PARA LIBERAÇÃO MODIFICADA DA TRIANCINOLONA: OBTENÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E ESTUDO EM CÉLULAS TUMORAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Sistemas particulados. Quitosana. Sulfato de sódio. Genipina. Triancinolona. Antitumoral


PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A quitosana é um biopolímero amplamente usado em sistemas de liberação devido às suas propriedades biocompatível, biodegradável e mucoadesivo. A co-reticulação da quitosana com sulfato de sódio e genipina para formação de sistemas particulados é capaz de tornar estes mais resistentes ao pH ácido e modificar a cinética de liberação para a via oral. A triancinolona é um glicocorticóide de ampla aplicação terapêutica por suas ações antiinflamatória e imunossupressora. Os sistemas particulados foram preparados por co-reticulação e caracterizadas quanto ao tamanho de partícula, PDI, potencial zeta, grau de reticulação, taxa de encapsulação, morfologia, espectroscopia de infravermelho, análise térmica, cinética de liberação e estudo em células tumorais. Inicialmente foram preparadas nanopartículas com sulfato e sem genipina avaliando parâmetros de razão dos volumes das fases fármaco/polímero, concentração de sulfato de sódio e polissorbato 80, tempo e modo de imersão das fases. O sistema definido para a reticulação com a genipina apresentou 312,20 ± 5,70 nm, PDI 0,342 ± 0,013 e potencial zeta 20,18 ± 2,28 mV. Os ensaios com genipina avaliaram diferentes concentrações (0,5, 1,0 e 2,0 mM) e tempo de reação (3, 6, 12 e 24 h). Na análise do tempo de reticulação com genipina 0,5 mM, os sistemas obtiveram tamanho de 235,1 a 334,4 nm, PDI de 0,321 a 0,392 e potencial zeta de 20,92 a 30,39 mV, com grau de reticulação que variou de 14 a 30 %. As nanopartículas (sem genipina e 6 h e 24 h de reticulação) foram escolhidas para a secagem por spray-drying, formando micropartículas de nanopartículas. As micropartículas apresentaram morfologia esférica no MEV e taxa de encapsulação em média de 75 ± 2,3 % usando metodologia CLAE validada. A caracterização dos sistemas por infravermelho evidenciou as interações entre os componentes da formulação. A análise térmica mostrou que os sistemas com maior grau de reticulação, apresentaram uma maior estabilidade térmica. Na cinética de liberação, o aumento do grau de reticulação foi capaz de diminuir a velocidade de liberação da triancinolona. Nos estudos com células HepG2 e HT-29 os sistemas microparticulados contendo triancinolona e genipina com tempo de reticulação de 24 h apresentaram um potencial para atividade antitumoral nas células de linhagem hepáticas HepG2. Com isso, um novo sistema de liberação a base de quitosana obtido por co-reticulação com sulfato e genipina contendo triancinolona foi obtido com potencial antitumoral hepático.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1679481 - ANA PAULA BARRETO GOMES
Presidente - 1639820 - ARNOBIO ANTONIO DA SILVA JUNIOR
Externo à Instituição - FRANCELINE REYNAUD - UFRJ
Notícia cadastrada em: 19/03/2015 17:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao