Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRN

2021
Dissertações
1
  • ALESSANDRO OLIVEIRA DE SOUZA ARAUJO
  • Direitos humanos e diversidade cultural: letramento digital e a aprendizagem histórica por meio do remix no ensino médio

  • Orientador : FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • RODRIGO DE ALMEIDA FERREIRA
  • Data: 31/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo deste trabalho é refletir sobre a importância da educação em direitos
    humanos com foco na diversidade cultural. Essa temática tem sido historicamente
    negligenciada, mesmo existindo no Brasil ampla legislação que é fruto da
    signatariedade do país aos pactos que organizam os direitos humanos. Outra face
    desse problema se encontra na metodologia utilizada historicamente nas salas de
    aula. A educação deve estar alinhada às habilidades e saberes de nossos alunos.
    Os letramentos digitais são uma metodologia capaz de aliar essas habilidades a um
    conjunto de novas competências que poderão ser adquiridas. O remix, uma dessas
    formas de letramento digital, pode funcionar como ferramenta na aprendizagem
    histórica sobre a formação dos direitos humanos. Para produzir um ensino de
    história focado no aluno e produtor de sujeitos do direito, princípio fundamental de
    uma educação pelos direitos humanos, usaremos neste trabalho, do remix como

    proposta didática. Para o uso do remix é necessária a utilização de um artefato pré-
    existente e em nosso caso, selecionamos as narrativas audiovisuais (filmes) em sala

    de aula como a mídia para a produção de sínteses históricas no formato de remix.
    Os filmes são documentos históricos audiovisuais, que oferecem versões do
    passado e podem ser articuladas em sala de aula, a partir de um problema
    específico montado pelo professor. No nosso caso, o tema da formação dos direitos
    humanos e especificamente a importância e respeito à diversidade cultural. Neste
    trabalho são apresentadas pesquisas de campo (feitas com o Google Formulários) e
    experiências com a técnica do remix realizadas em sala de aula e ao final
    apresentamos uma proposta de disciplina eletiva como produto voltado ao
    aprendizado dos direitos humanos por meio do aprendizado e uso de remix.


  • Mostrar Abstract
  • .

2
  • ADEMARLON FELIX FERNANDES
  • ENUNCIANDO AS DIFERENÇAS: Desconstruindo preconceitos e intolerâncias na sala de aula
    a partir do audiovisual

     
  • Orientador : SEBASTIAO LEAL FERREIRA VARGAS NETTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HENRIQUE ALONSO DE ALBUQUERQUE RODRIGUES PEREIRA
  • SEBASTIAO LEAL FERREIRA VARGAS NETTO
  • MURYATAN SANTANA BARBOSA
  • Data: 25/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Opresenteestudobuscacompreenderpormeiodeumabrevecontextualizaçãohistórica,opercursodaconstruçãodasdesigualdadesétnico-raciaisemnossopaís,bemcomocontribuirparaadiscussãosobreasuperaçãoderelaçõesdepreconceitoediscriminaçãoracial,quevêmsendorealizadasnoâmbitodaacademiaenasociedadecivil.Acreditamosqueapautadoracismoedoantirracismonuncaestevetãoemevidênciacomonosdiasatuais.Nessesentido,realizou-seumabrevecontextualizaçãohistóricaembuscadacompreensãodasuaconstruçãosocial/culturalehistóricadoracismonoBrasil.Paraapartirdesseentendimentotornarpossíveleinteligívelacompreensãodecomoasrelaçõesepráticasdeintolerância,estigmatizaçãodogrupoétnico-racialnegropermanecematualmenteemnossasociedadeecomopodemviraserpercebidasnocontextodasrelaçõessociaisestabelecidasentreosjovensestudantesdaescolapública,podendoviraserenfrentadas.Apósacompreensãodesseenraizamentodopreconceitoedadiscriminaçãoracialemnossasrelaçõessociais,analisa-secomoumacomunidadeescolarpodeviraserafetadadevidoàpropagaçãodereproduçãodefalasediscursosintolerantesqueaindasefazempresentesnaescolaeforadela.Talsituaçãoseráexemplificadaapartirdeumestudodecaso,porintermédiodeumaobservaçãoeumaanáliserealizadaspormimenquantoprofessor/pesquisadornumarealidadeespecíficanointeriordoRioGrandedoNorte,deumaescolapúblicalocalizadaemPoçoBranco-RN,trata-sedaE.E.T.IEstudanteJoséFranciscoFilho,aqualéfrequentadaporalunosnegrosprovenientesdacomunidadequilomboladeAcauãedeoutrosdistritos.Busqueianalisarcomoosdiscursosefalasintolerantespodeminterferirdeformanegativanaconstituiçãoidentitáriaeculturaldeestudantesnegros(as),devidoprincipalmenteàsujeiçãodeumaconvivênciacotidiana,marcadapelareproduçãodeestereótiposeestigmatizaçõesdirecionadasaogrupoétnico-racialnegro,enfimpeloracismodisfarçadoeescamoteadonasnossasrelaçõessociais.Porfim,essetrabalhoapartirdessaevidência,dessasituação-problema,lançaapropostade“enunciarasdiferenças”nochãodaescolapública,trazendocomo“projetodeintervençãopedagógica”apropostadeumadisciplinaeletivadecaráteraudiovisual,chamadade“Afrocine&Aproxime”,nosentidodebuscardesenvolverumplanodecursocapazdeserutilizadoporqualquerprofessorcomoformadeinstrumentoantirracista,afimdecriarumapedagogiapossívelqueauxilienadesconstruçãodepreconceitossobreasrepresentações que os jovens estudantes tenham daÁfrica e das africanidades.

     

  • Mostrar Abstract
  • .

3
  • KAINARA FERNANDES DA SILVA
  • UMA VISITA AO ESTRANHO PAÍS CHAMADO PASSADO: HISTÓRIAS DO ENSINO DE HISTÓRIA NA ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR CÍCERO VARELA (1975-2020)

  • Orientador : MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDREZA SANTOS CRUZ MAYNARD
  • JOSE EVANGELISTA FAGUNDES
  • MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • Data: 30/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • A história do Ensino de História tem sido objeto de estudo desde a década de 80 do século XX.
    Em geral, os professores/pesquisadores buscam estudar a história de sua própria disciplina, e
    produzem pesquisas que anexam contribuições significativas para um melhor entendimento do
    papel desempenhado pela escola. Esta pesquisa de mestrado objetivou mobilizar os alunos do
    6o ano do Ensino Fundamental na investigação histórica da história do ensino de História da
    Escola Municipal Professor Cícero Varela, João Câmara, RN, a partir da operacionalização do
    método histórico. Compreendendo que esse tipo de abordagem permite ao educando construir

    leituras sobre o mundo e sobre a história da disciplina no cotidiano escolar. Para isso, procurou-
    se fazer com que os alunos fossem construtores do seu próprio conhecimento, trabalhando

    princípios básicos da pesquisa histórica, teórica e empírica, pelo entendimento de que o ensino
    escolar também produz um conhecimento histórico próprio. Os procedimentos e estratégias
    estão direcionados em uma proposta de aula -oficina. Tendo em vista o momento de pandemia
    que estamos enfrentando, tornou-se necessário realizar algumas adaptações nas propostas e na
    mobilização de recursos. O produto desse trabalho é a construção de um material didático (livro
    paradidático) para trabalhar a história da disciplina na escola, baseado nas experiências da
    pesquisa que deve servir para se abordar a mesma discussão por outros pesquisadores docentes.

     

  • Mostrar Abstract
  • .

4
  • MATHEUS CÂMARA DA COSTA
  • Remar para (re)pensar: os clubes de Remo do Natal sob a ótica da educação patrimonial no

    Ensino de História

  • Orientador : MARIA DA CONCEICAO GUILHERME COELHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • MARIA DA CONCEICAO GUILHERME COELHO
  • ROBERTO AIRON SILVA
  • SAULO GOMES BATISTA
  • Data: 11/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho tem como objetivo discutir os clubes de remo da cidade do Natal, no início
    do século XX, a partir da operacionalização da História Local no ensino de história. Tal escolha
    é resultado da percepção de um ensino baseado nos aspectos nacionais e silenciamento do
    contexto local. Para tanto, buscou-se inicialmente apresentar as possibilidades do uso da
    História Local na construção de identidade, consciência histórica e exercício da cidadania
    através de reflexões teóricas conceituais acerca das temáticas citadas. Em seguida, propõe-se
    uma abordagem do objeto de pesquisa, os clubes de remo, sob uma perspectiva crítica que
    dialogue com o patrimônio cultural. Por fim, indica-se o desenvolvimento de uma ferramenta
    digital, a partir do manejo de fontes escritas e visuais, que possa auxiliar o processo de ensino
    e aprendizagem histórica.


  • Mostrar Abstract
  • .

5
  • SABRINA BARROS NEPOMUCENO
  • O ENSINO DE HISTÓRIA VAI À FEIRA: INVENTÁRIOS PARTICIPATIVOS E SABERES REVERSOS A PARTIR DE UMA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL DECOLONIAL 

  • Orientador : MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CARLA SABINO FERNANDES
  • MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • Data: 04/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa abrange reflexões e perspectivas para o trabalho com a educação patrimonial
    decolonial no ensino de história. A abordagem deu-se a partir da Feira Livre de São Bento,
    elemento sociocultural marcante no cotidiano dos alunos da Escola Estadual de Educação
    Profissional Edson Queiroz, no município de Cascavel, Ceará. Propondo discutir a história
    local por intermédio de conceitos relacionados à memória, identidade e patrimônio foram
    mobilizados em diálogo com o âmbito da educação básica e da didática da história, estratégias
    pedagógicas numa dimensão dialógica e participativa Elencou-se aspectos da trajetória da
    produção acadêmica recente que discutem a educação patrimonial, o percurso das abordagens
    teóricas e um olhar em contraponto afirmando outras possibilidades pedagógicas pelo viés
    decolonial. Como pauta produtora do saber histórico apresenta-se a proposta didática dos
    inventários participativos da feira livre de São Bento sendo mote à aprendizagem histórica
    significativa alicerçada na dialogicidade dos saberes. Esta estratégia dá visibilidade a outros
    sujeitos, identidades e culturas distintas dos convencionalmente abordados na aula de história.


  • Mostrar Abstract
  • .

2020
Dissertações
1
  • WALLACE RODRIGO LOPES DA SILVA
  • O TEATRO DE RUA EM JANDUÍS/RN: Constituindo a Identidade do Lugar e Motivando uma Abordagem Prática de Ensino de História Local.

  • Orientador : MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • ARYANA LIMA COSTA
  • Data: 25/05/2020

  • Mostrar Resumo
  • .


  • Mostrar Abstract
  • .

2
  • ANDRÉ LUIZ DE PAULA CHAVES LIMA
  • DO TEMPLO A FÓRUM: MUSEU DO CEARÁ, EDUCAÇÃO PATRIMONIAL E ENSINO DE HISTÓRIA.

  • Orientador : MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • ANA CARLA SABINO FERNANDES
  • Data: 26/05/2020

  • Mostrar Resumo
  • .


  • Mostrar Abstract
  • .

3
  • LITTBARSKI DE CASTRO ALMEIDA
  • A PERIFERIA URBANA COMO LUGAR DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL: O ENSINO DE HISTÓRIA NO GRANDE BOM JARDIM.

  • Orientador : MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • ANA CARLA SABINO FERNANDES
  • Data: 28/05/2020

  • Mostrar Resumo
  • .


  • Mostrar Abstract
  • .

4
  • TIAGO CERQUEIRA SANTOS
  • NÃO HÁ CONFLITO SE FOR FEITA RELEITURA”: A EXPERIÊNCIA ESCOLAR DOS POTIGUARA DO CATU NO CONTEXTO DE CONVIVÊNCIA INTERCULTURAL NUMA ESCOLA NÃO INDÍGENA (GOIANINHA/RN, 2015- 2019)

     
  • Orientador : LIGIO JOSE DE OLIVEIRA MAIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAURO CEZAR COELHO
  • LIGIO JOSE DE OLIVEIRA MAIA
  • MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • Data: 05/06/2020

  • Mostrar Resumo
  • Vários dispositivos legais apontam como principal objetivo da educação a formação cidadã. Cidadania nesse âmbito é definida de modo ativo e participativo, sendo a escola um vetor para o desenvolvimento de um instrumental de valores, atitudes e conhecimentos necessários para o seu exercício pleno e crítico. Assumida essa postura, complexas situações que se apresentam no cotidiano escolar passam a ser inseridas como parte das estratégias didáticas e da construção do conhecimento. Nesse sentido, nosso trabalho trata das possibilidades e problemáticas pertinentes ao ensino de História Indígena, tomando como experiência concreta a situação de convivência intercultural entre alunos indígenas, os Potiguara do Catu, e alunos não indígenas na Escola Municipal Dr. Hélio Mamede de Freitas Galvão (EMHG) em Goianinha, no Rio Grande do Norte. Refletindo em torno de questões como identidade/alteridade, invisibilidade, diversidade e preconceito, promovendo a critica as perspectivas historiográficas que contribuem para sustentar esses fenômenos, bem como, aquelas atreladas a sua superação, a exemplo da etnohistória. Partimos do entendimento de que a perspectiva essencialista, tradicionalmente adotada ao se abordar a questão, resulta numa prática de ensino que contribui para invisibilizar as dimensões atuais nesse campo, negligenciando fenômenos históricos concretos, a exemplo da etnogênese. Assim, como resultado dessas reflexões, desenvolvemos como produto um documentário que pretende contribuir na introdução dessa temática no espaço escolar, a partir do que nos contam os próprios indígenas sobre sua experiência escolar, acreditando que na escuta do outro, podemos aproveitar positivamente a situação de contato intercultural representado pela escola, tendo como horizonte o paradigma da interculturalidade crítica.


  • Mostrar Abstract
  • Several legal devices point out as main objective of education citizen formation. Citizenship in this scope is defined within participative and active manners, being the school a vetor to the development of an instrument of values, attitudes and knowledge for its full and critical exercise. Assumed this posture, complexes situations that show up at the daily school life start to be insert as part of the didatic strategies and the construction of knowledge. Thus, our work comes to the possibilities and problematics within to the teaching of indigenous history, taking as concrete experience the situation of intercultural coexistence among indigenous students, the Potiguara do Catu, and non indigenous students at Escola Municipal Hélio Mamede de Freitas Galvão (EMHG), in Goianinha city, at Rio Grande do Norte state. Reflecting around questions such as identity/alterity, invisibility, diversity and prejudice, promoting critics to the historiographic perspectives that contribute to sustain those phenomena, as well as, those that convey to its overcoming having as example the etnohistory. We depart of the understanding that the essencialist perspective, tradicionally adopted when approaching the question, results in a teaching practice that contributes to make invisible the current dimensions in this field, as example the etnogenesis. Therefore, as result of these reflection, developped as product of a mini-documentary that aims to contributes in the introduction of this theme at the school environment, from what is said by those indigenous about their school experience, beliving that in the act of listening the other we can enjoy positively the situation of the intercultural contact represented by the school, having as horizon the paradigm of the critic interculturality.

5
  • VICENTE AMINTAS JORGE
  • POR UMA HISTÓRIA SOCIAL DO FAZER CIENTÍFICO: O ENSINO DE HISTÓRIA E A HISTÓRIA DA CIENCIA NO IFRN

  • Orientador : ROBERTO AIRON SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • ROBERTO AIRON SILVA
  • ANDRE FERRER PINTO MARTINS
  • PAULA CRISTIANE DE LYRA SANTOS
  • Data: 26/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho pretende favorecer uma aproximação da Ciência com a sua história. Mas não se
    restringe a isso. Realiza também uma analise da pertinência e importância do ensino de
    Ciências de forma contextualizada temporalmente e espacialmente. A partir de uma pesquisa
    qualitativa adquiriu-se uma imagem, o mais fiel possível, da forma como a ciência é encarada
    e trabalhada dentro do instituto educacional em que o autor leciona, o IFRN, mais
    especificamente no campus em que atuo, Campus Santa Cruz-RN e nos cursos de licenciatura
    ofertados pelo mesmo (Licenciatura em Física e em Matemática). A partir de tal pesquisa
    obteve-se uma visão de ciência característica que guiou este trabalho na construção de uma
    ação transformadora: a elaboração de uma disciplina curricular de História da Ciência a ser
    proposta ao instituto como matéria eletiva destes cursos. Essas ações pretendem, como
    exposto no inicio deste resumo, uma necessária e muito útil aproximação do conhecimento
    cientifico com a sua historicidade pois só assim teremos um ensino de ciência mais humano ,
    mais próximo e mais reflexivo.


  • Mostrar Abstract
  • .

6
  • GLAUCIA DIAS COSTA DE ARAÚJO
  • Debaixo da sombra do Trampolim da Vitória: história local, ensino e memória histórica em Parnamirim- RN.

  • Orientador : ROBERTO AIRON SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE EVANGELISTA FAGUNDES
  • ROBERTO AIRON SILVA
  • CÍCERO JOAQUIM DOS SANTOS
  • Data: 28/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esse trabalho apresenta uma investigação histórica sobre a cidade de Parnamirim, no estado do Rio Grande do Norte, vendo-a inserida em um binômio de memória consagrada, cristalizada no advento da instalação de uma base estadunidense no município, em decorrência da Segunda Guerra Mundial, e de memórias subterrâneas ou marginalizadas, que tangenciam outros aspectos da história da cidade e que não adentram, ou não encontram espaço, no estudo da história local na sala de aula por verem-se encobertas nessa essa sombra heroica e romantizada do fragmento consagrado. Verificada essa dualidade e as consequentes ausências decorrentes disso, trabalhouse, em um primeiro momento, a importância dos estudos sobre memória, história das cidades, história local e ensino, no sentido de estruturar teoricamente a pesquisa, partindo depois para uma revisão historiográfica das produções acerca da temática já publicada até o momento, a fim de que se atingisse com propriedade os aspectos de consagração e marginalização da memória e da historicidade, contida nas informações elencadas por tais textos. Por fim, foi estruturada uma proposta interventiva na forma de roteiros para vídeos, baseados na utilização de estratégias de construção de conhecimento histórico local em uma plataforma digital usual a esses alunos, o Instagram, e as várias ferramentas existentes neste recurso.


  • Mostrar Abstract
  • .

7
  • BRUNO RIBEIRO MARQUES
  •  

    A JORNADA DO HERÓI: Uma proposta audiovisual e interdisciplinar para o ensino de História na Educação Profissional.

  • Orientador : VANESSA SPINOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RAIMUNDO NONATO ARAUJO DA ROCHA
  • VANESSA SPINOSA
  • SONIA MARIA DE ALMEIDA IGNATIUK WANDERLEY
  • Data: 18/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação discute o ensino de História dentro da modalidade Educação Profissional,
    pensando estratégias de promoção da integração curricular entre a História e as disciplinas
    técnicas, mais precisamente no curso de Produção de Áudio e Vídeo. Ao apresentarmos as
    características tanto da modalidade quanto do curso de Produção de Áudio e Vídeo,
    discutiremos a importância do letramento digital, como forma de consumo consciente das
    informações presentes no ciberespaço. É também proposta deste trabalho a instrumentalização
    em história através do estudo dos conceitos de memória, identidade e narrativa. Para isso,
    analisaremos os documentos curriculares, tanto os nacionais quanto o estadual e como estes
    apresentam esses conceitos para o ensino de nossa ciência. A partir da análise dos currículos,
    recorreremos à historiografia, para pensarmos os desafios e as possibilidades do uso dos termos
    em questão no ensino da História. Feito esse exercício teórico, partiremos para o planejamento
    e execução do nosso produto que tem como objetivo integrar o ensino de História às disciplinas
    técnicas. Durante o processo de desenvolvimento das práticas pensadas, os alunos da 2a série
    da Escola Estadual de Educação Profissional Jaime Alencar de Oliveira, na cidade de Fortaleza
    – CE, foram encorajados a escreverem suas autobiografias, em que destas cinco foram
    escolhidas, roteirizadas e viraram filmes, produzidos pelos próprios alunos do curso técnico.
    Durante as atividades realizadas com os alunos, pautadas em metodologias ativas, foram
    discutidos conceitos de memória, identidade e narrativa, que culminaram em audiovisuais que
    podem ser entendidos como elementos de História Pública. Nossa proposta de atividade
    exemplifica uma forma de integração curricular, ponto fulcral das Diretrizes Curriculares para
    a modalidade Educação Profissional contemplando também a produção do saber histórico
    escolar.


  • Mostrar Abstract
  • .

8
  • DANILO NOGUEIRA DE MEDEIROS
  • "ENSINO DE HISTÓRIA NA ERA DIGITAL: CONSTRUINDO OBJETOS DIGITAIS DE APRENDIZAGEM COM ESTUDADNTES DOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL".

  • Orientador : VANESSA SPINOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • VANESSA SPINOSA
  • SONIA MARIA DE ALMEIDA IGNATIUK WANDERLEY
  • Data: 13/10/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação é resultado de pesquisa sobre o emprego das Tecnologias Digitais da
    Informação e Comunicação (TDICs) no Ensino de História para estudantes de 7o ano da Escola
    Estadual Manoel Carneiro da Cunha, localizada na cidade de Extremoz - RN. A problemática
    da investigação é: como empregar as TDICs para motivar os indivíduos nos estudos da
    disciplina, garantindo-lhes uso consciente dessas tecnologias e o desenvolvimento do
    pensamento histórico? Como solução para esse problema, adotou-se a hipótese de que é
    possível proporcionar a aprendizagem por estratégias de letramento histórico e digital, em
    contextos de ensino híbrido e com emprego de metodologias ativas na construção de narrativas

    históricas no ciberespaço. O objetivo principal da pesquisa é entender como letrar histórico-
    digitalmente estudantes do Ensino Fundamental nos Anos Finais. Assim, estabeleceu-se como

    objetivos específicos: analisar os prescritivos curriculares nacionais, contrapostos e
    significados à cultura escolar pesquisada; compreender as possibilidades teórico-metodológicas
    para proporcionar letramento histórico-digital; e elaborar uma intervenção de Ensino de
    História baseada na produção de conhecimento histórico escolar via mediação das TDICs. O
    problema investigativo da dissertação é tratado sob referencial teórico diversificado, oriundo
    de três campos de estudos. Um grupo de contribuições advém das pesquisas sobre ensinar
    História fundamentando-se na sua própria epistemologia, reflexões vindas dos campos da
    Educação Histórica e Didática da História. Outras contribuições são os estudos sobre a
    produção e investigação histórica na Era Digital, a História e a Historiografia Digital. O último
    conjunto de referenciais é originário da Pedagogia, dos campos que refletem sobre
    metodologias ativas de aprendizagem e ensino híbrido. Com esse aparato teórico, o
    desenvolvimento da reflexão está organizado em sucessivas etapas metodológicas. A primeira
    parte consiste na consulta e análise dos prescritivos curriculares, tanto os nacionais quanto os
    locais. A etapa subsequente investiga a cultura escolar da instituição de ensino. Segue-se a essas
    etapas a discussão sobre o referencial teórico metodológico. Posteriormente vem o
    planejamento da intervenção de ensino, que se trata de uma sequência bimestral de aulas-oficina
    para produção de narrativas históricas digitais. Como objeto de conhecimento da proposta de
    ensino, estuda-se a colonização da América portuguesa, a partir da experiência histórica local
    de Extremoz, povoação de origem colonial. Entre as principais conclusões da pesquisa,
    evidencia-se a importância de o emprego das TDICs não ocorrer dissociado dos objetivos
    essenciais do Ensino de História, mas sim em concomitância a eles, como parte integrante de
    um mesmo processo. Enfatiza-se também que a atualização do ensino da disciplina via TDICs

    para estimular os indivíduos nos seus estudos não depende exclusivamente de recursos
    materiais. Consequentemente, os recursos humanos, nesse caso os professores, são a chave do
    processo. Por esse fato, ressalta-se a importância de garantir aos docentes condições adequadas
    de formação, pesquisa, planejamento e trabalho para atuarem em novos contextos sociais.


  • Mostrar Abstract
  • .

9
  • POLLYANA GURGEL DE MEDEIROS ALENCAR
  • "As identidades juvenis urbanas como auto percepção e compreensão do “outro” na produção do conhecimento histórico escolar"

  • Orientador : ROBERTO AIRON SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • ROBERTO AIRON SILVA
  • ITAMAR FREITAS DE OLIVEIRA
  • Data: 16/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho apresenta uma pesquisa em ensino da ciência histórica, a propósito do
    protagonismo dos alunos do 8o ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Professor
    Paulo Nobre, em Macaíba, Rio Grande do Norte, momento no qual se verificou a
    necessidade de investigar como as identidades juvenis urbanas desenvolvem a percepção
    de si e do “outro” e como essas relações de identidade se ligam a produção do
    conhecimento histórico escolar. De acordo com essas questões, buscou-se compreender a
    relação existente entre a percepção identitária juvenil (individual e coletiva) e a construção
    do conhecimento histórico em sala de aula. Para isso, iniciamos a pesquisa realizando uma
    contextualização histórica acerca das alterações sofridas pelo o Ensino de História, sua
    produção didática e o desenvolvimento de novas perspectivas de ensino. Em seguida,
    realizamos discussões sobre os conceitos de identidade, memória e fluidez das
    composições sociais dos agrupamentos juvenis, a fim de preparar os alunos para a
    experiência pratica de compreender o que é identidade a partir da ação autorreflexiva sobre
    o que esse conceito significa, inicialmente, para esses sujeitos. Prosseguimos
    acrescentando discussões sobre a relação entre consciência histórica e o Ensino de
    História. Na sequência, abordamos o método da pesquisa ação, por considerá-lo o mais
    adequado para realização desta investigação, uma vez que esta metodologia cientifica
    associa experiências individuais da práxis docente aos métodos científicos da pesquisa
    histórica, permitindo, dessa maneira, o entrecruzamento com as historicidades dos alunos,
    suas narrativas escritas de aprendizagem e as diversas tipologias de consciência histórica,
    sendo esses elementos fontes indispensáveis para compreensão do processo de construção
    do conhecimento histórico escolar. Por fim, estruturamos uma proposta interventiva em
    Ensino de História no formato de Oficina Didática em razão de ser a mesma interativa,
    desafiadora e dinâmica o que permite ao professor adequar a nossa proposta à sua realidade
    de ensino.


  • Mostrar Abstract
  • .

10
  • ANDRÉ VINÍCIUS BEZERRA MAGALHÃES
  • HOJE NÃO VAI TER AULA: EducAção Histórica e Aprendizagem ColaborAtiva a partir da experiência com a ONHB

     
  • Orientador : VANESSA SPINOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • VANESSA SPINOSA
  • CRISTINA MENEGUELLO
  • Data: 23/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • O estudo realizado busca refletir sobre as possibilidades de construção de experiências significativas de aprendizagem histórica, norteadas pela própria epistemologia da ciência de referência, objetivando que a aprendizagem ocorra de modo ativo, colaborativo e, sobretudo, que o aprendente esteja no centro do processo. O presente estudo analisa o processo de aprendizagem histórica no contexto escolar, com recorte focal na modalidade regular do EMTI - Ensino Médio em Tempo Integral. O referencial teórico está fundamentado no macrocampo da cognição histórica, onde residem a Didática da História, que busca compreender o processo de formação da cultura histórica, e a Educação Histórica, que busca a compreensão da relação que professores e alunos estabelecem com o saber histórico, suas categorias e conceitos estruturantes. A proposta da dissertação é discutir e reavaliar o papel do docente de História, deslocando o foco do ensino para a aprendizagem, demonstrando as possibilidades e potencialidades advindas da adoção de um modelo que situe o aluno como protagonista na construção do próprio conhecimento e no qual o professor assume o importantíssimo papel curador de conteúdo, mentor/orientador de pesquisas e designer de experiências de aprendizagem. Como resultado desse processo, planejamos e propusemos uma disciplina eletiva, em formato de Oficina de Educação Histórica, inserida no contexto da base curricular diversificada do EMTI – Ensino Médio em Tempo Integral, voltada para alunos de 1º e 2º anos, contendo atividades de aprendizagem histórica, desenvolvidas em um contexto híbrido de aprendizagem, utilizando recursos analógicos e/ou digitais, pensados com o propósito de promover o engajamento e protagonismo discente, estimulados pela curiosidade investigativa e pelo prazer da descoberta, com o intuito de proporcionar experiências cognitivas desafiadoras e significativas. Pretendemos contribuir para a reflexão e construção de um modelo de aprendizagem histórica capaz de articular a realidade cotidiana dos envolvidos, os conceitos meta-históricos, categorias de análise da História, e os conceitos substantivos, os processos históricos propriamente ditos, de modo a contribuir para a construção de uma estrutura de pensamento histórico, inserida em um processo de letramento histórico digital, que possibilite aos aprendentes atuar como sujeitos históricos mais conscientes do lugar social que ocupam, expressando melhor suas ideias, defendendo de modo mais efetivo seus direitos, dentre tantas outras aprendizagens que fortaleçam o exercício cada vez mais pleno da cidadania.


  • Mostrar Abstract
  • .

11
  • CARLA RENATA VIEIRA RODRIGUES
  • ENSINO DE HISTÓRIA E EDUCAÇÃO INCLUSIVA

  • Orientador : JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MARTA MARGARIDA DE ANDRADE LIMA
  • Data: 24/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho propõe relacionar o Ensino de História e a Educação Inclusiva, de modo a
    contribuir para tornar a sociedade brasileira menos excludente e mais preparada para valorizar
    as diferenças dentro do contexto escolar. O resultado deste estudo culmina no desenvolvimento
    de um material didático voltado aos professores de História do 6o ano, que visa estimular a
    interação entre os estudantes com deficiência e os demais colegas de sala, por meio da criação
    de situações de aprendizagem que favoreçam a superação das dificuldades de comunicação
    entre os jovens que integram essa etapa do ensino regular. O que se propõe é a construção de
    valores democráticos em sala de aula a partir do ensino de História, com o fim de sensibilizar
    os estudantes sobre a relevância social do comprometimento ativo com a defesa de direitos
    iguais para todas as pessoas, sobre a importância da solidariedade com os grupos vulneráveis e
    menos favorecidos, e sobre a necessidade de todo cidadão se engajar no combate a toda e
    qualquer forma de preconceito, promovendo o respeito e valorização das diferenças.


  • Mostrar Abstract
  • .

12
  • HELAYNE MIKAELE SILVA LIMA
  • "SERÁ QUE ELA FEZ POR MERECER?" O ENSINO DE HISTÓRIA DAS MULHERES NO COMBATE À VIOLÊNCIA DE GÊNERO.

  • Orientador : JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • JANE DERAROVELE SEMEÃO E SILVA
  • Data: 25/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo central desse trabalho é discutir a temática de gênero na perspectiva do combate à
    violência contra as mulheres e de forma interseccional, considerando as dimensões de gênero,
    raça, classe, região, de modo a desconstruir estereótipos e construir valores que contribuam
    para a formação cidadã, priorizando o desenvolvimento da autonomia intelectual e
    pensamento crítico do educando. A ideia foi elaborar um material didático em formato de
    jornal, composto de notícias elaboradas a partir de informações retiradas de propagandas,
    textos médicos e jurídicos, e processos criminais da Primeira República, utilizando a
    metodologia da pesquisa histórica como referência para o processo de ensino-aprendizagem.


  • Mostrar Abstract
  • .

13
  • LUIS EDUARDO ANDRADE PACHECO
  • Mas esta não é a minha cidade”: narrativas e sensibilidades no ensino de história de Fortaleza.

  • Orientador : ROBERTO AIRON SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • ROBERTO AIRON SILVA
  • ANA AMÉLIA RODRIGUES DE OLIVEIRA
  • Data: 26/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho propõe debater a questão do ensino de história local no ensino médio a partir das narrativas e experiências que os alunos trazem da cidade em que vivem. A pesquisa foi realizada por meio de aplicação de questionário e conversas com os estudantes de uma escola pública de tempo integral na cidade de Fortaleza - CE, o Colégio Estadual Liceu do Ceará, em que se buscou conhecer a forma como esses alunos se relacionam, sentem, vivenciam e constroem o sentimento de identidade e pertencimento com a cidade de Fortaleza. Diante da lacuna existente na grade curricular de história do ensino médio sobre história local, e dos resultados obtidas após análises dos dados gerados por esta pesquisa, o produto didático que emerge resultante de todo o processo de investigação foi a criação de três roteiros para a realização de mini documentários abordando a perspectiva do aluno sobre a cidade em três pontos específicos: o imaginário, os locais de memória e o conhecimento histórico. O que se propõe com este produto é contribuir para as aulas de história local e permitir que os alunos possam ter outros olhares sobre a relação deles com a cidade. 


  • Mostrar Abstract
  • .

14
  • LETÍCIA LOPES SALDANHA
  • POR UMA EDUCAÇÃO DOS SENTIDOS PARA DAR SIGNIFICADO AO ENSINO DE HISTÓRIA: UMA PROPOSTA A PARTIR DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

  • Orientador : MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • WESLEY GARCIA RIBEIRO SILVA
  • Data: 30/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho objetiva articular Ensino de História e Educação Patrimonial a partir dos
    bens do bairro Messejana, a Casa José de Alencar e a estátua de Iracema, de modo a
    relacionar os conhecimentos escolares e práticas sociais ligadas às discussões patrimoniais.
    Para isso, as metodologias ligadas à Educação Patrimonial se mostram convenientes, à
    medida que possibilitam relações de ensino-aprendizagem direcionadas especificamente à
    disciplina de História e ao universo dos estudantes de ensino médio da escola EEFM José de
    Alencar. Pois, a partir dos métodos extraídos da Educação Patrimonial, torna-se possível
    discutir junto com os discentes os diversos processos que perpassam os locais ligados à
    memória do escritor José de Alencar e às disputas políticas, sociais e econômicas que
    envolvem os bens patrimoniais. O resultado desse estudo se apresenta na forma de propostas
    de intervenções didáticas, por meio de sequências criadas, com o fim de aproximar
    criticamente esses patrimônios aos estudantes.


  • Mostrar Abstract
  • .

15
  • RONALDO EVERTON ARAÚJO VIEIRA FURTADO
  • QUESTIONANDO A “HISTÓRIA”, DAS MÍDIAS DIGITAIS À SALA DE AULA: a investigação histórica para a autonomia crítica do estudante do ensino médio

  • Orientador : MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • JOAO MAURICIO GOMES NETO
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • Data: 30/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • Ao analisar, a partir da Escola de Ensino Médio de Tempo Integral Cláudio Martins,
    Fortaleza, Ceará, como os estudantes interagem com as informações sobre História
    encontradas nas mídias digitais, este trabalho busca contribuir para a aprendizagem
    histórica dos estudantes do ensino médio por meio de um produto didático referenciado
    nos princípios da investigação histórica. Uma aprendizagem tecida em sala de aula com
    intuito de dotar os estudantes de habilidades crítica de análise das informações sobre
    História que eles acessam em seu cotidiano, inclusive na internet pelas mídias digitais.
    Assim, sob a perspectiva da didática da História, com uma pesquisa qualitativa e no
    diálogo entre (e com) alguns autores que pensam o ensino e a aprendizagem histórica,
    este trabalho reflete sobre o ensino de História imerso à cultura histórica da sociedade.
    Pensa um conhecimento histórico para o exercício da cidadania, a autonomia intelectual
    e o pensamento crítico. Para isso, traz como proposta didática um “roteiro
    investigativo” para a aprendizagem histórica através da análise, em sala de aula, da
    construção das narrativas histórica do livro didático e de narrativas histórica extraídas
    de ambientes digitais.


  • Mostrar Abstract
  • .

16
  • FRANCISCO ADONIRAN BRAGA RAMOS
  • Um diálogo entre professores: o saber histórico e letramento nos anos iniciais do ensino fundamental,

  • Orientador : MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ITAMAR FREITAS DE OLIVEIRA
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • Data: 30/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem por objetivo contribuir, por meio do ensino-aprendizagem do conhecimento
    histórico escolar, no processo de letramento dos alunos dos anos iniciais (3ª a 5ª) na Escola
    Municipal Professor Gerardo Milton de Sá, em Fortaleza–CE. Para a construção do estudo,
    foi proposta uma construção coletiva de estudos junto aos professores pedagogos, que
    lecionam a disciplina História nos anos iniciais do ensino fundamental, através de um
    conjunto de oficinas, na perspectiva da formação continuada de professores, utilizando o
    método da pesquisa histórica como condutor das atividades propostas, partindo do princípio
    de que a formação dos professores deve propiciar sentido à ligação entre o saber
    historiográfico e o saber escolar. A intenção da formação é possibilitar um diálogo entre
    professores licenciados em História e pedagogos, tendo como foco a análise do trabalho dos
    professores diante dos conteúdos programáticos da disciplina História, de maneira a
    problematizar conceitos da ciência histórica junto aos conteúdos escolares no processo de
    letramento dos alunos. A proposta objetiva colaborar para a compreensão dos conceitos de
    história, história local, tempo, temporalidades nas séries iniciais da educação básica, no
    intuito de superar um modelo vigente de ensino nas series iniciais baseado numa visão
    tradicional, linear e naturalizada de História.


  • Mostrar Abstract
  • .

17
  • ARTUR SÉRGIO DE SOUSA BARBOSA
  • O ensino de história para uma educação das relações étnico-raciais: a História da África para além
    do livro didático

  • Orientador : FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MARIA TELVIRA DA CONCEIÇÃO
  • Data: 04/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • .


  • Mostrar Abstract
  • .

2019
Dissertações
1
  • KALIENE ALESSANDRA RODRIGUES DE PAIVA
  • Ensino de História e Educação Patrimonial na Escola: o Instituto Ary Parreiras enquanto
    reflexão sobre os lugares de memória – Natal/RN

  • Orientador : ROBERTO AIRON SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CÍCERO JOAQUIM DOS SANTOS
  • JOSE EVANGELISTA FAGUNDES
  • MARIA DA CONCEICAO GUILHERME COELHO
  • ROBERTO AIRON SILVA
  • Data: 28/01/2019

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho, fundamentado na discussão crítica que o professor Daniel Luciano Gevehr desenvolve em seus estudos sobre o tratamento dado aos espaços de memória na sociedade contemporânea  e o importante papel  do ensino de História para se problematizar essa questão, tem como objeto de estudo a Escola Estadual Instituto Ary Parreiras localizada no bairro do Alecrim, dentro da Vila Naval, na cidade de Natal/RN e tem por objetivo discutir o espaço escolar como lugar de memória, sob o enfoque da Educação Patrimonial compreendida não apenas como um método do ensino de História, mas como um saber que está imbricado no processo de construção do conhecimento histórico. Desse modo, o enfoque de análise se direcionou para o método de pesquisa histórico adotado que fundamentou este trabalho, o da Nova História Cultural, pois por meio dele foi possível analisar as percepções dos alunos para com os elementos físicos e materiais que compõem a escola como lugar de memória e fonte de produção do conhecimento histórico dentro de uma abordagem cultural, permitindo compreender que as formas como os alunos expressam sua relação com os bens materiais estão relacionadas à dinâmica de rápidas mudanças que interferem no processo de formação de identidade e pertencimento deles. O exame da percepção do cenário e de seus elementos materiais se deu por meio da análise de fotografias. Nesse método a fotografia foi compreendida como um suporte de memórias e costumes, através das quais se examinou a relação dos indivíduos com a cultura material da escola, interpretou os discursos e intencionalidades presentes nos diferentes contextos de produção das imagens. A preocupação em estudar esta temática, surgiu a partir de se observar nessa instituição as dificuldades que vem enfrentando com os alunos do 6° ano do Ensino Fundamental II relacionadas à falta de interesse que eles apresentam com a disciplina de História e com problemas relativos à depredação do prédio. Desse modo, foi necessário dialogar o ensino de História com Educação Patrimonial para que os alunos e alunas pudessem compreender que, para além de um espaço de formação de saberes, a escola é um bem patrimonial do qual eles próprios são construtores da história.


  • Mostrar Abstract
  • The present work, based on the critical discussion developed by professor Daniel Luciano Gevehr in his studies on the treatment given to memory spaces in contemporary society and the important role of the teaching of History to discuss this matter, has as object of study the “Escola Estadual Instituto Ary Parreiras”, located in the neighborhood of Alecrim, inside “Vila Naval”, in the city of Natal/RN, and aims to discuss the school as a memory space, under the focus of Patrimonial Education understood not only as a method of the teaching of History, but as a knowledge that is implied in the process of building historical knowledge. Thus, the focus of analysis was directed to the historical research method adopted which underpinned this work, the New Cultural History, because through it it was possible to analyze the perceptions of students with the physical and material elements that make up the school as a memory space and a source for the production of historical knowledge within a cultural approach, thus allowing to understand that the ways in which students express their relationship with material goods are related to the dynamics of fast changes that interfere in the process in which their identity and belonging are formed. The examination of the perception of the scenery and its material elements took place through the analysis of photographs. In this method photography was understood as a support of memories and customs, through which the relation of individuals with the material culture of the school was examined, and through which the speeches and intentionalities in different contexts of the production of images were interpreted. The concern in studying this theme emerged from the observation, in this institution, of the difficulties faced before students from the 6th year of “Ensino Fundamental II” related to their lack of interest in the subject of History and to problems concerning the depredation of the building. Thus, it was necessary to associate the teaching of History with Patrimonial Education for the students to understand that, beyond a space of formation of knowledge, the school is a patrimonial asset of whose history they themselves are builders.

2
  • LUCILA BARBALHO NASCIMENTO
  • “É O PODER, O MUNDO É DE QUEM FAZ”: Uma Possibilidade De Desconstrução Do Androcentrismo Na História Ensinada

  • Orientador : FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • MARTA MARGARIDA DE ANDRADE LIMA
  • Data: 06/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho busca ser uma possibilidade de desconstrução do androcentrismo na História ensinada. Nesse sentido, procura responder como essa desconstrução pode contribuir para o empoderamento de jovens mulheres? Se a alteração teórico-metodológica pode implicar em uma aprendizagem histórica voltada para equidade entre mulheres e homens? E quais as relações de poder presentes na tentativa de apagamento ou marginalização das mulheres enquanto sujeitas históricas? A investigação foi realizada através do diálogo com leituras sobre Ensino de História, teoria e métodos, e História das Mulheres, teoria e análise de conteúdos de História do Brasil nos livros didáticos. O trabalho apresenta como proposta de produto um conjunto de sequências didáticas para a História ensinada, que considere a existência de sujeitas históricas, dialogando com a luta dos feminismos e com a produção do campo intitulado de História das Mulheres.


  • Mostrar Abstract
  • This work seeks to be a possibility of deconstruction of the Androcentrismo in the history taught. In that sense, do you seek to respond to how this deconstruction can contribute to the empowerment of young women? If the theoretical-methodological change can imply a historical learning focused on fairness between women and men? And what are the power relations present in the attempt to erase or marginalize women as historical subjects? The research was carried out through dialogue with readings about history teaching, theory and methods, and women's history, theory and analysis of Brazilian history content in textbooks. The work presents as a product proposal a set of didactic sequences for the history taught, which considers the existence of historical subjects, dialogue with the struggle of feminisms and with the production of the field entitled of Women's history.

3
  • THIEGO PEREIRA BENTO
  • VIOLÊNCIA ESCOLAR E O ENSINO DE HISTÓRIA: POSSIBILIDADES NA CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE ALTERIDADE.”

  • Orientador : JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • ITAMAR FREITAS DE OLIVEIRA
  • Data: 06/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • O projeto de pesquisa trata de umestudo de caso na Escola Municipal de Fortaleza João Hildo de Carvalho Furtado, no intuito de investigar a violência no espaço escolar foi utilizado a metodologia da pesquisa quantitativa e o “olhar antropológico” da observação participante.Nesse sentido,a aproximação da Educação em Direitos Humanos, por meio do PNEDH-3, com ensino de História possibilita construir caminhospara combater dentro do espaço escolar esse panorama de violência. Assim, os conteúdos específicos do ensino de história torna a disciplina um espaço privilegiado para a relação entre a educação e os direitos humanos,realizando dessa forma, a “educação para o nunca mais”, no sentindo de se criar uma cultura de paz, com vistas na construção de uma sociedade verdadeiramente democrática e humana.


  • Mostrar Abstract
  • The present research project aims to focus on a case study in Joao Hildo de Carvalho Furtado Municipal School in Fortaleza, seeking to investigate violence in the school environment. The chosen methodology in this project was the quantitative approachwithin an “anthropological perspective” of the participant observation. In this respect, History teaching, through Education in Human Rights by means of PNEDH-3 or Third National Programme of Human Rights, enables new ways to combat violence in the school environment. Therefore, some history specific contents are privileged in relation to education and human rights, which turns it into an “Education for the never again”.In that case,creating a more peaceful culture, intending to construct a true human and democratic society.

4
  • DANIEL LUIZ SOUSA DE LIMA
  • CULTURA E EDUCAÇÃO: CONTRIBUIÇÃO À VALORIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO AFRO-BRASILEIRO NA CULTURA POTIGUAR.

  • Orientador : JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MARIA TELVIRA DA CONCEIÇÃO
  • Data: 07/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Por meio do estudo das manifestações culturais de povos que historicamente tiveram a presença e contribuições negadas, e problematizando a tradição historiográfica que afirma a irrelevância do negro no Rio Grande do Norte, propomos desenvolver um projeto que leve em consideração a visão de outros povos que formam a sociedade norteriograndense, e que favoreça a compreensão da diversidade existente, indo além do discurso homogeneizante que oferece pouco espaço para a formação de identidades plurais. Para atender essa finalidade e na tentativa de desconstruir estereótipos, conceitos e ideias acerca das expressões culturais que fazem parte das tradições dos afro-brasilieros no estado, pretende-se montar uma exposição fotográfica portátil, além de realizar entrevistas com mestres dos grupos pesquisados, assim erigindo seus praticantes ao protagonismo, levando para a escola saberes e formas que constituem o patrimônio cultural potiguar.


  • Mostrar Abstract
  • Through the study of the cultural manifestations from people who historically had the presence and contributions denied, and problematizing the historiographical tradition that affirms the irrelevance of the Negro in Rio Grande do Norte, we propose to develop a project that takes into account the vision of other peoples that form the norteriograndense society, and that favors the understanding of the existing diversity, going beyond the homogenizing discourse that offers little space for the formation of plural identities. In order to fulfill this purpose and in an attempt to deconstruct stereotypes, concepts and ideas about the cultural expressions that are part of the Afro-Brazilian traditions in the state, we intend to set up a portable photographic exhibition, besides conducting interviews with masters of researched groups, raising its practitioners to the protagonism, taking knowledge and forms that constitute the cultural potiguar patrimony to the school.

5
  • ACÁCIO LEANDRO MACIEL SIMÕES
  • Ensino de história e a sociedade da informação: aprendizagem histórica por meio da análise de fontes em ambientes digitais.
  • Orientador : MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • RAIMUNDO NONATO ARAUJO DA ROCHA
  • ITAMAR FREITAS DE OLIVEIRA
  • Data: 07/02/2019

  • Mostrar Resumo
  •  

    Inserido no campo de pesquisa sobre Ensino de História, este trabalho tem como objetivo principal contribuir para o aprimoramento da aprendizagem histórica por meio da análise de fontes históricas textuais disponíveis em ambientes digitais. Tal demanda foi identificada através da investigação dos usos que os estudantes da Escola Estadual e Ensino Médio Dr. César Cals, em Fortaleza – CE, fazem da internet em seu cotidiano, especialmente por meio de smartphones. Com a constatação de que os estudantes usam as informações acessadas on-line inclusive para seus estudos, admite-se que a qualificação desse uso deve ser uma das tarefas da 

     

    educação escolar. Para tanto, no âmbito do Ensino de História, defende-se que o exercício de procedimentos do fazer do historiador em situações de ensino pode contribuir para o desenvolvimento de consciências históricas mais ativas (crítica e genética) que passivas (tradicional e exemplar). Nesse sentido, esta dissertação propõe um conjunto de atividades de análise de fontes históricas escritas disponíveis on-line e que estão sistematizadas em um “Fontímetro” – uma ferramenta didática concentrada no exercício e melhoria de habilidades dos estudantes e que pode ser usado combinado aos mais diversos conteúdos históricos.



  • Mostrar Abstract
  • espanhol

6
  • DANILO ALVES DA SILVA
  • LETRAMENTO HISTÓRICO-DIGITAL: 

     

    ENSINO DE HISTÓRIA E TECNOLOGIAS DIGITAIS

  • Orientador : MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGNO FRANCISCO DE JESUS SANTOS
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • VANESSA SPINOSA
  • ITAMAR FREITAS DE OLIVEIRA
  • Data: 07/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa tem como objetivo principal construir um caminho investigativo para o ensino de História utilizando tecnologias digitais no desenvolvimento do conhecimento histórico com estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental do Colégio Marista Pio X, situado na cidade de João Pessoa, Estado da Paraíba. A estratégia metodológica utilizada foi uma abordagem qualitativa do tipo exploratório, em virtude de ser este um problema pouco investigado, e o procedimento adotado foi a análise documental. Por se tratar de um mestrado profissional, desenvolveu-se uma intervenção pedagógica no campo empírico, a partir da elaboração de uma metodologia intitulada de “letramento histórico-digital”, que consiste em um processo de desenvolvimento de habilidades pelos estudantes para a investigação histórica organizado em três etapas, possibilitando-se que, na primeira delas, o estudante aprenda procedimentos de pesquisas que o auxiliem na construção do conhecimento histórico; na segunda, que se aproprie de saberes tecnológicos e digitais aplicados à pesquisa histórica; e,  por último, que desenvolva uma competência narrativa, expressando  por meio de diferentes linguagens uma narrativa com  sentido histórico. A pesquisa indicou que o ensino desenvolvido em plataformas digitais pode despertar o interesse dos estudantes pela História, apontando a necessidade de o professor fazer uma mediação no processo de ensino e aprendizagem que se utilize de plataformas digitais, além de confirmar que um caminho investigativo no ensino desse componente curricular pode viabilizar o letramento histórico-digital de estudantes na Educação Básica, estimulando o pensamento histórico e a reflexão sobre  diferentes maneiras de ensinar e aprender História.


  • Mostrar Abstract
  • The construction of a narrative about the teaching of history is important to demonstrate how much this field of investigation has been consolidating from the pioneering researches in years 60 and 70 of the twentieth century until the present days and, therefore, how to continue advancing from the pedagogical experiences and dialogues around epistemological, theoretical, methodological and technological elements. From this perspective, the guiding question emerges from this study: how history teaching, from the context of Marista PioX School, can contribute to the formation and historical learning of high school students through the use of Digital Information and Communication Technologies - TDIC's? From the use of the didactic concepts of history, historical learning, historical awareness, citizenship formation, active methodology, digital history, digital historiography, TDIC's, virtual learning environment and digital applications, anchored in Schmidt (1999; 2016), Caimi 2006), Lévy (2010), Rüsen (2010), Lee (2011), Freitas (2015), Lucchesi (2014), Morán (2015) and Barca (2017), this research proposes to analyze the teaching of history in the context of Marista Pio X School, with an aim in the production of an application, linked to the Virtual Learning Environment, already available by the institution, which contributes to the students of high school in the appropriation of the investigative method in History.

7
  • ROSANGELA MONTEIRO ARAGÃO
  • O ENSINO DA HISTÓRIA LOCAL COMO INSTRUMENTO PARA A
    CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE E O EXERCÍCIO DA CIDADANIA

  • Orientador : MARIA DA CONCEICAO GUILHERME COELHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • MARIA DA CONCEICAO GUILHERME COELHO
  • ROBERTO AIRON SILVA
  • JOSINEIDE SILVEIRA DE OLIVEIRA
  • Data: 12/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Dentre os crescentes desafios que se apresentam no cotidiano dos docentes do Ensino Básico, principalmente dos professores de História da Rede Pública de Ensino, está a falta de interesse dos alunos pelos conteúdos estudados, isso ocorre devido a não identificação destes estudantes como sujeitos históricos e à enorme dificuldade em relacionar a disciplina de História com o mundo em que vivem. Diante desta problemática, este trabalho foi elaborado a partir dos debates fomentados por meio da disciplina de “História Local: usos e potencialidades pedagógicas”, do Mestrado Profissional de História da UFRN. Como forma de despertar o interesse dos alunos e instigar sua curiosidade para o aprendizado foram introduzidos ao conteúdo da disciplina de história temas envolvendo a história local, Patrimônio Histórico e Cultural e conservação e utilização da Memória na construção do conhecimento histórico pelos alunos. Assim, foi proposto aos estudantes do 9º ano, da E.E. Dr. Manoel Villaça, um estudo dos impactos da Segunda Guerra Mundial na História da cidade do Natal, para tanto, foi incentivada a pesquisa em diversas fontes, tais como documentários, internet, fotos e jornais antigos, um filme sobre o referido período histórico, bem como entrevistas e relatos de pessoas que viveram à época. Após o estudo dos materiais pesquisados, foi sugerido que os estudantes construíssem uma narrativa acerca do tema utilizando o material selecionado por eles. Isso fez com que percebessem que a História também é uma narrativa construída a partir da seleção e escolha das fontes utilizadas por cada um.  Foi percebido, ainda, que na medida em que os alunos criavam relações entre a história global com a história local, aumentavam o seu interesse pela disciplina de História ao mesmo tempo em que conseguiam estabelecer conexões entre os assuntos trabalhados na sala de aula e o seu cotidiano. A história estudada nos livros didáticos, antes tão distante e separada de suas vidas e de seu cotidiano, de repente, se tornou viva e próxima. Eles se perceberam como sujeitos históricos capazes de manterem ou modificarem a sociedade em que vivem. Assim, essa atividade despertou nos alunos o interesse para a disciplina de História, ao mesmo tempo em que incitou nestes a sensação de pertencimento e autoreconhecimento enquanto sujeitos históricos e cidadãos investidos de uma identidade histórica.


  • Mostrar Abstract
  • Among the growing challenges in the everyday life of teachers of Basic Education, mainly the teachers of History of the Public School Network, is the lack of interest of students in the content studied, this is due to the non-identification of these students as historical subjects and to the enormous difficulty in relating the discipline of History with the world in which they live. Faced of this problem, this work was elaborated from the debates fomented through the discipline of "Local History: uses and pedagogical potentialities", of the Professional Master's History of UFRN. As a way to arouse the students' interest and instigate their curiosity for learning, were introduced to the content of the discipline of history topics involving the local history, Historical and Cultural Heritage and the conservation and use of Memory in the construction of historical knowledge by students. Thus, it was proposed to the students of the 9th grade, from E.E. Dr. Manoel Villaça, a study of the impacts of the Second World War on the History of the Natal city, for which, was encouraged research in various sources, such as documentaries, internet, old photos and newspapers, a film about the aforementioned historical period, as well as interviews and reports of people who lived at the time. After the study of the researched materials, it was suggested that the students build a narrative about the subject using the material selected by them. This made them realize that history is also a narrative built from the selection and choice of sources used by each one. It was also realized that as students created relationships between global history and local history, they increased their interest in the discipline of history while at the same time they were able to make connections between the subjects worked in the classroom and their daily. The story studied in textbooks, before so distant and separate from their lives and their daily life, suddenly became alive and next. They perceived themselves as historical subjects capable of maintaining or modifying the society in which they live. Thus, this activity aroused in the students the interest for the discipline of History, while at the same time it incited in them their sense of belonging and self-recognition as historical subjects and citizens invested a historical identity

8
  • PEDRO HENRIQUE PARENTE DE MESQUITA
  • Nas batidas dos beats e na cadência do flow. Hip-hop, ensino de história e identificação racial.

  • Orientador : MARIA EMILIA MONTEIRO PORTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CARLA SABINO FERNANDES
  • LIGIO JOSE DE OLIVEIRA MAIA
  • MARIA EMILIA MONTEIRO PORTO
  • VANESSA SPINOSA
  • Data: 15/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Queremos, através do ensino de História, problematizar a identificação racial dos jovens a partir da utilização de fontes históricas musicais presentes no seu cotidiano. A proposta é a utilização do rap como elemento cultural no combate a perpetuação da ideia de uma democracia racial. O debate de identificação racial dentro do espaço escolar se mostra desafiador, mas inevitável de ser adiado, pois é preciso que seja trazido para o cotidiano dos alunos a prática de reflexão sobre quem são e como se encontram na sociedade em que vivem. A apropriação do movimento hip-hop mostra-se desafiadora, e necessária por ser uma linguagem que permeia o cotidiano do aluno no ambiente extra escola. Com essa perspectiva de uma nova análise dos fatos históricos, juntamente com a apropriação do discurso construído e difundido pelo movimento hip-hop é que procuro discutir novas formas desse aluno se identificar enquanto ator social. Entendemos que isso pode ser alcançado através do desenvolvimento de uma análise crítica, que procura questionar o que é apresentado para ele como matéria de História, para assim entendermos um pouco melhor a realidade.


  • Mostrar Abstract
  • Through the teaching of history, we want to problematize the racial identification of young people through the use of historical musical sources present in their daily lives. The proposal is the use of rap as a cultural element in combating the perpetuation of the idea of a racial democracy. The debate of racial identification within the school space is challenging, but inevitable to be postponed, because it is necessary to bring into the daily life of students the practice of reflection on who they are and how they are in the society in which they live. The appropriation of the hip-hop movement proves challenging, and necessary because it is a language that permeates the daily life of the student in the extra-school environment. With this perspective of a new analysis of the historical facts, together with the appropriation of the discourse constructed and diffused by the hip-hop movement is that I try to discuss new forms of this student to identify itself as a social actor. We understand that this can be achieved through the development of a critical analysis, which seeks to question what is presented to it as a matter of History, in order to understand reality a little better.

9
  • MARLIA AGUIAR FAÇANHA
  • E se te contassem outra história: Gênero e feminismo no ensino de história.

  • Orientador : HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • JOSE EVANGELISTA FAGUNDES
  • MARIA EMILIA MONTEIRO PORTO
  • ANA RITA FONTELES DUARTE
  • Data: 15/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo tem como proposta analisar as implicações dos estudos feministas e de
    gênero para o ensino de História, bem como, trabalhar na perspectiva de problematizar e
    dirimir as desigualdades de gênero na Escola em Tempo Integral Professor Edmilson
    Pinheiro, em Maracanaú/CE, através da formação do Núcleo de Gênero da Escola Edmilson
    Pinheiro- NUGEP, para estudar, discutir e trazer atividades relacionadas às questões de
    gênero à comunidade escolar. Na pesquisa foi pensadosobre as relações de gênero a partir dos
    estudos feministas e em uma perspectiva pós-estruturalista, fundamentalmente baseada nas
    definições da historiadora Joan Scott. Metodologicamente, após breve revisão da
    historiografia sobre as mulheres na história e da evolução recente da legislação educacional
    brasileira, herdeira da Constituição de 1988, utilizou-se das ferramentas dos estudos
    etnográficos, voltadas à observação participante dos estudantes integrantes do núcleo e
    demais estudantes da escola, que participaram ou não das atividades propostas pelo núcleo. A
    finalidade de formação do núcleo é uma proposta de intervenção na escola, pelo viés da
    categoria gênero, valorizando os estudos feministas, para a composição da escola como
    espaço democrático e de cidadania para todos. A experiência da existência de um ano do
    núcleo demonstrou a capacidade de tensionamentos para o ensino de História e para a escola
    como um todo, em busca de uma forma de trabalho que valorizasse a diversidade dos
    estudantes e o respeito à comunidade escolar, e abandonasse o modelo vigente de visão
    tradicional, linear, etnocêntrica e masculina de História e de escola.


  • Mostrar Abstract
  • This study aims to analyze the implications of the feminist and gender studies for the teaching of History, as well as, to work on the perspective of problematizing and addressing gender inequalities in the Integral School Professor EdmilsonPinheiro, in Maracanaú / CE, through the formation of the Gender Center of the EdmilsonPinheiro-NUGEP School, to study, discuss and bring activities related to gender issues to the school community. In the research was thought about the gender relations from the feminist studies and in a poststructuralist perspective, fundamentally based on the definitions of the historian Joan Scott. Methodologically, after a brief review of the historiography on women in history and the recent evolution of the Brazilian educational legislation, heir of the 1988 Constitution, the tools of ethnographic studies were used, focused on the participant observation of the core students and other students of the school , who participated or not in the activities proposed by the nucleus. The purpose of the formation of the nucleus is a proposal of intervention in the school, by the bias of the gender category, valuing the feminist studies, for the composition of the school as a democratic space and citizenship for all. The experience of the existence of a core year demonstrated the capacity of tensions for the teaching of History and for the school as a whole, in search of a form of work that valued the diversity of the students and the respect to the school community, and abandoned the traditional, linear, ethnocentric, and masculine view of history and school.

10
  • OSVALDO SANTOS FALCÃO
  • Formação em direitos humanos no ensino de história: diálogos entre a escola e uma sociedade polarizada

  • Orientador : HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • SEBASTIAO LEAL FERREIRA VARGAS NETTO
  • VANESSA SPINOSA
  • PAULO GIOVANI ANTONINO NUNES
  • Data: 16/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • O processo de redemocratização no pós-ditadura no Brasil imprimiu uma constante ampliação dos direitos humanos. Acompanhado de uma nova reforma na legislação educacional, a escola passou a ser essencial na construção de uma conscientização sobre o tema. Neste sentido, o Ensino de História se constitui como espaço central para reflexão e a implementação dessas diretrizes. Apesar dos avanços, o Brasil sofre atualmente com questionamentos sobre a importância e a legitimidade do tema em nossa sociedade. Trata-se do maior ataque aos direitos humanos desde Ditadura Militar. Por isso, a partir de uma reflexão sobre legislação pertinente e com o uso de metodologia qualitativa, procedeu-se a aplicação de pesquisa sobre a percepção que os alunos da Ecit Prefeito Oswaldo Pessoa possuíam a respeito dos direitos humanos como forma de diagnóstico inicial.  A partir dos resultados desta pesquisa propõe-se uma intervenção na construção de uma cultura em direitos humanos, através do Ensino de História. Como uma das intervenções na escola, organizamos uma palestra sobre as violações ocorridas na Paraíba com o presidente da Comissão Estadual da Memória e da Verdade no Estado da Paraíba. Desse modo, o audiovisual presente no produto desta pesquisa foi fruto das entrevistas sobre a percepção dos alunos e da palestra sobre o tema. Voltado para a área, tem objetivo de servir como subsídio para efetivação e consolidação dos direitos humanos na escola pública.


  • Mostrar Abstract
  • The process of re-democratization post-dictatorship in Brazil has produced a constant expansion of human rights. Accompanied by updates in educational legislation, the school became essential in developing a culture on the topic. Therefore, History teaching constitutes a crucial space for reflection and the implementation of these guidelines. Despite these advances, Brazil is constantly being questioned about the importance and legitimacy of dictatorship in our society. This is the biggest attack on human rights since such period. Thus, from a reflection on pertinent legislation and the use of qualitative methodology, the present research aimed to assess the perception that students of Ecit Prefeito Oswaldo Pessoa have regarding human rights as a form of initial diagnosis. Based on the results, I proposed an intervention about the construction of a culture in human rights, through the teaching of History. As one of the interventions in the school, we organized a lecture about the violations that occurred in Paraíba, with the participation of the president of the State Commission of Memory and Truth in the Federal State of Paraíba. Hence, the audio-visual used in this research was derived from interviews about the students' perception and the lecture about the theme. In this area, it aims to serve as a support for the implementation and consolidation of human rights in public schools.

11
  • PAULO AIRTON PINTO DAMASCENO
  •  

    SILÊNCIO NA SALA! : Combates Narrativos contra o silenciamento de grupos periféricos através dos modelos Não Formais de ensino da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) e de Olimpíadas Escolares Internas (OIH)

  • Orientador : HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • SEBASTIAO LEAL FERREIRA VARGAS NETTO
  • VANESSA SPINOSA
  • CRISTINA MENEGUELLO
  • Data: 19/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho reflete a Didática Histórica pensando a Narrativa Tradicional do ensino e a formação identitária dos alunos frente aos silêncios e estereótipos acerca de grupos marginalizados pela historiografia. Assim, pensando nos esquecimentos da historiografia didática tradicional (masculina, branca, eurocêntrica e focada nos documentos oficiais), suas permanências no ensino, apesar dos debates e mudanças da historiografia acadêmica, elencamos o silêncio como eixo central deste projeto. Utilizaremos como referência três grupos – que apesar de suas especificidades – serão (re) pensados a partir do silenciamento que os aproxima: pensaremos o feminino, o indígena brasileiro, a afro-brasilidade e seus lugares na narrativa histórica nacional. Analisaremos esta prática narrativa a partir de conceitos teóricos como Consciência História, Experiência vicária, Decolonialidade e Identidade coletiva, de forma a tentar compreender as mudanças e permanências narrativas sobre estes grupos. Iniciaremos analisando os materiais didáticos tradicionais, utilizados em sala, buscando as estruturas que amparam as permanências ou permitem as mudanças. Percebendo a necessidade de ir além da prática da sala de aula, sairemos da análise estrita da disciplina histórica escolar. Pensando a escola como um construto múltiplo de significações e sentidos, formado por relações humanas, sociais, políticas e educacionais que dialogam, se apropriam e ressignificam as relações sociais que a cercam, assim, definimos o conceito de ―Complexo Escolar‖. Analisaremos sua historicidade, suas transformações e a estruturação que organiza as resistências aos modelos libertários de educação.  Buscaremos as experiências de ensino não-formal que possam, dentro do contexto da educação digital, redefinir a relação da escola com os grupos periféricos e acolher um Produto Didático que possa atuar na construção narrativa da nossa História coletiva. Dentro do modelo de Olimpíadas do Conhecimento, nos debruçaremos sobre a Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), analisando seus métodos, sistemas e modelos, percebendo a abordagem historiográfica desta sobre os grupos periféricos.  A partir destes modelos e após este trajeto praxeológico, estruturaremos, como Produto Didático, as Olimpíadas Internas de Humanidades (OIH), e a rede Baobá – um jogo didático e um sistema colaborativo de compartilhamento de materiais e atividades – ferramentas que permitam a emergência das vozes, rostos e experiências dos grupos marginalizados pela História tradicional ensinada e pela sociedade, em uma adequação do ensino ao mundo da educação da era digital. Pensando na identificação dos alunos com nossa História e memória coletiva, na pertinência e relevância da História ensinada na formação dos educandos.


  • Mostrar Abstract
  • El presente trabajo refleja la Didáctica Histórica pensando la Narrativa Tradicional de la enseñanza y la formación identitaria de los alumnos frente a los silencios y estereotipos acerca de grupos marginados por la historiografía. Así, pensando en los olvidos de la historiografía didáctica tradicional (masculina, blanca, eurocéntrica y enfocada en los documentos oficiales), sus permanencias en la enseñanza, a pesar de los debates y cambios de la historiografía académica, elencamos el silencio como eje central de este proyecto. En el caso de los tres grupos, que a pesar de sus especificidades, serán pensados a partir del silenciamiento que los aproxima: pensaremos lo femenino, el indígena brasileño, la afrobrasilidad y sus lugares en la narrativa histórica nacional. Analizamos esta práctica narrativa a partir de conceptos teóricos como Conciencia Historia, Experiencia vicaria, Decolonialidad e Identidad colectiva, para intentar comprender los cambios y permanencias narrativas sobre estos grupos. Iniciaremos analizando los materiales didácticos tradicionales, utilizados en sala, buscando las estructuras que amparan las permanencias o permiten los cambios. Percibiendo la necesidad de ir más allá de la práctica del aula, saldremos del análisis estricto de la disciplina histórica escolar. Pensando la escuela como un constructo múltiple de significaciones y sentidos, formado por relaciones humanas, sociales, políticas y educativas que dialogan, se apropia y resignifica las relaciones sociales que la rodean, así definimos el concepto de "Complejo Escolar". Analizamos su historicidad, sus transformaciones y la estructuración que organiza las resistencias a los modelos libertarios de educación. Buscaremos las experiencias de enseñanza no formal que puedan, dentro del contexto de la educación digital, redefinir la relación de la escuela con los grupos periféricos y acoger un producto didáctico que pueda actuar en la construcción narrativa de nuestra historia colectiva. Dentro del modelo de Olimpiadas del Conocimiento, nos ocuparemos sobre la Olimpiada Nacional en Historia de Brasil (ONHB), analizando sus métodos, sistemas y modelos, percibiendo el abordaje historiográfico de ésta sobre los grupos periféricos. A partir de estos modelos y después de este trayecto praxeológico, estructuraremos, como Producto Didáctico, las Olimpiadas Internas de Humanidades (OIH), y la red Baobá - un juego didáctico y un sistema colaborativo de intercambio de materiales y actividades - herramientas que permitan la emergencia de las emergencias voces, rostros y experiencias de los grupos marginados por la Historia tradicional enseñada y por la sociedad, en una adecuación de la enseñanza al mundo de la educación de la era digital. Pensando en la identificación de los alumnos con nuestra historia y memoria colectiva, en la pertinencia y relevancia de la historia enseñada en la formación de los educandos.

12
  • HALISSON SEABRA CARDOSO
  • A escola que eles querem: experiência escolar indígena na comunidade Catu dos Eleotérios (2009 – 2018).

  • Orientador : LIGIO JOSE DE OLIVEIRA MAIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDSON HELY SILVA
  • JOSE EVANGELISTA FAGUNDES
  • LIGIO JOSE DE OLIVEIRA MAIA
  • SEBASTIAO LEAL FERREIRA VARGAS NETTO
  • Data: 26/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • A Constituição Brasileira de 1988 é clara quando reconhece ao indígena brasileiro seu direito à diferença, isto é, o Estado assegura a ele a garantia de ser e continuar sendo índio. Mas a discrepância entre a lei escrita e a prática cotidiana ainda é uma marca vívida na realidade dos índios do Brasil. Algumas das ameaças que se estendem sobre a autonomia dos povos indígenas brasileiros na construção de sua própria história são as políticas públicas “para índios”, entre elas a educação escolar nas aldeias. A escola, sendo uma instituição externa à realidade histórica das aldeias, pode ameaçar os grupos a quem ela abrange se tornando, como diz Gallois, uma “armadilha para a domesticação de conhecimentos”. Por outro lado, se esta escola for inserida na realidade dos grupos indígenas atendendo suas demandas e respeitando um caráter diferenciado, em que cada comunidade escolhe a escola que quer, esta instituição pode ser uma ferramenta de empoderamento para a autonomia. Pode-se dizer que a análise deve ser feita na abrangência da educação escolar indígena dentro da comunidade que a demanda. Tendo em vista os efeitos desta abrangente política indigenista, esta pesquisa busca analisar o impacto de uma escola indígena em seu potencial caráter diferenciado (específica, intercultural, bilíngue/multilíngue) no desenvolvimento de uma comunidade indígena. A instituição escolhida para tal análise é a escola indígena João Lino na comunidade Catu dos Eleotérios, localizada entre os municípios de Goianinha - RN e Canguaretama – RN. A escola João Lino é a primeira escola indígena diferenciada do estado do Rio Grande Norte, iniciando suas atividades com caráter diferenciado no ano de 2009, quando então, toda uma política didático-pedagógica teve de ser reformulada com o fim de se enquadrar nos dispositivos legais da Educação nacional brasileira para os povos indígenas; neste sentido, justifica-se o recorte temporal desta pesquisa, entre 2009 e 2018, desde o efetivo funcionamento da escola indígena João Lino aos dias atuais. Para consecução desta dissertação, o trabalho será desenvolvido durante o primeiro semestre do ano de 2018. Este trabalho será realizado por meio de leituras teóricas e metodológicas com base na “Nova História indígena” e na legislação educacional a respeito, além do acompanhamento da realidade educacional indígena em campo (sala de aula, escola e comunidade), no primeiro semestre de 2018. Por fim, o suporte teórico-metodológico escolhido para o uso da etnografia junto à comunidade potiguara Catu dos Eleotérios será o da descrição densa com base em produção de Clifford Geertz.

     


  • Mostrar Abstract
  • The Brazilian Constitution of 1988 is clear when it recognizes to the Brazilian native his right to the difference, that is to say, the State assures to him the guarantee to be and to continue being Indian. But the discrepancy between written law and everyday practice is still a vivid mark on the reality of the Indians of Brazil. Some of the threats that extend to the autonomy of Brazilian indigenous peoples in the construction of their own history are public policies "for Indians", among them school education in the villages. The school, being an institution outside the historical reality of the villages, can threaten the groups to which it covers becoming, as Gallois says, a "trap for the domestication of knowledge." On the other hand, if this school is inserted in the reality of indigenous groups meeting their demands and respecting a differentiated character, in which each community chooses the school it wants, this institution can be an empowering tool for autonomy. It can be said that the analysis must be made in the scope of indigenous school education within the community that demands it. Considering the effects of this comprehensive indigenist policy, this research seeks to analyze the impact of an indigenous school on its potential differentiated (specific, intercultural, bilingual / multilingual) character in the development of an indigenous community. The institution chosen for such analysis is the João Lino indigenous school in the Catu dos Eleotérios community, located between the municipalities of Goianinha - RN and Canguaretama - RN. The João Lino school is the first differentiated indigenous school in the state of Rio Grande do Norte, starting its activities with a differentiated character in 2009, when, then, a whole didactic-pedagogical policy had to be reformulated in order to fit the legal provisions of Brazilian national education for indigenous peoples; in this sense, it is justified the temporal cut of this research, between 2009 and 2018, from the effective functioning of the indigenous school João Lino to the present day. To achieve this dissertation, the work will be carried out during the first semester of 2018. This work will be carried out through theoretical and methodological readings based on the "New Indian History" and the educational legislation regarding it, besides the monitoring of the educational reality (classroom, school and community) in the first half of 2018. Finally, the theoretical-methodological support chosen for the use of ethnography in the community of Catu Eleotérios will be dense description based on the production of Clifford Geertz.

13
  • JONATHAN DE FRANÇA PEREIRA
  • RELAÇÕES ENTRE A HISTÓRIA PENSADA E A HISTÓRIA VIVIDA:

    O PONTO DE VISTA DOS POVOS INDÍGENAS.

  • Orientador : SEBASTIAO LEAL FERREIRA VARGAS NETTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDSON HELY SILVA
  • JOSE EVANGELISTA FAGUNDES
  • LIGIO JOSE DE OLIVEIRA MAIA
  • SEBASTIAO LEAL FERREIRA VARGAS NETTO
  • Data: 26/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem como objetivo desenvolver possibilidades de abordagem de ensino acerca da história dos povos indígenas em salasde aula da educação básica; oferecendo subsídios para transformar representações e estereótipos já cristalizados sobre estes grupos. Neste sentido, visa uma reflexão sobre formas de constituição das identidades indígenas como fruto de escolhas dentro de contextos históricos (políticos e sociais) específicos; e, concomitantemente, a partir desta perspectiva, por em foco conceitos e categorias estruturantes para elaboração do conhecimento histórico. 


  • Mostrar Abstract
  • This work aims to develop possibilities to approach the history of indigenous peoples in basic education classrooms, offering subsidies to transform crystallized representations and stereotypes about these groups. In this sense, it is a reflection on ways of constitution of indigenous identities as a result of choices within specific historical (political and social) contexts; and, concomitantly, from this perspective, we focus on concepts and structuring categories for the elaboration of historical knowledge.

14
  • ILDEGARDE ELOUISE ALVES
  • Ceará-Mirim de Madalena Antunes: caminhos para o trabalho biográfico no ensino de história. 

  • Orientador : RAIMUNDO NONATO ARAUJO DA ROCHA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA DA CONCEICAO GUILHERME COELHO
  • RAIMUNDO NONATO ARAUJO DA ROCHA
  • VANESSA SPINOSA
  • ANDRÉ VICTOR CAVALCANTI SEAL DA CUNHA
  • Data: 08/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo deste trabalho é analisar como, a partir da construção da biografia de Maria Madalena Antunes Pereira, o professor de História pode articular conteúdos e procedimentos de ensino na sua ação docente na Escola Básica. A intensão é demonstrar como os estudos biográficos podem ser usados em sala de aula, tanto para entender a relação entre as histórias individuais e as histórias coletivas, quanto para compreender tempos e espaços diferentes. Por se tratar de uma dissertação apresentada a um mestrado profissionalizante em ensino de História, torna-se necessário vincular a discussão histórica propriamente dita com a ação docente desenvolvida em sala de aula. Almejando atender a esse critério, o trabalho consta de três etapas: a construção biográfica de Madalena Antunes; a discussão da presença da biografia em sala de aula, a partir dessa personagem; e, finalmente, a construção de uma exposição itinerante fruto do trabalho realizado nas etapas anteriores. A exposição será exibida, inicialmente, na cidade de Ceará-Mirim e poderá ser montada e outros lugares. Além disso, pode servir de inspiração para a realização de exposições semelhantes. 

     


  • Mostrar Abstract
  • The aim of this work is to analyze how, from the construction of the biography of Maria Madalena Antunes Pereira, the History teacher can articulate contents and teaching procedures in his teaching activity in the Basic School. Our intent is to demonstrate how biographical studies can be used in the classroom, to understand the relationship between individual stories and collective stories, and to understand different times and spaces as well. The present work is a dissertation presented to a professional master's in History teaching (PROFHistória), it becomes necessary to link the historical discussion itself with the teaching activity developed in the classroom. Desiring to meet this criterion, the work consists of three stages: the biographical construction of Madalena Antunes; the discussion of the presence of the biography in the classroom, based on this character; and, finally, the construction of an itinerant exhibition resulting from the work carried out in the previous stages. The exhibition will initially be shown in the city of Ceará-Mirim and can be set up and other places. In addition, it can serve as an inspiration for similar exhibitions elsewhere.

     

2018
Dissertações
1
  • FERNANDO VASCONCELOS BENEVIDES

  • "O Farol do Mucuripe iluminando o Ensino de História no caminho para a prática da cidadania em Fortaleza: projeto de Educação Patrimonial."

  • Orientador : JOSE EVANGELISTA FAGUNDES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE EVANGELISTA FAGUNDES
  • MARIA DA CONCEICAO GUILHERME COELHO
  • ROBERTO AIRON SILVA
  • CÍCERO JOAQUIM DOS SANTOS
  • Data: 01/09/2018

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho tem o objetivo de contribuir com o Ensino de História, que tem por finalidade a formação cidadã, ou seja, de indivíduos conscientes de que são sujeitos históricos e que possuem papel social. A formação dessa “consciência histórica”, conceito do historiador alemão Jörn Rüsen, é a razão para a existência do Ensino de História segundo o mesmo. Por isso, o estudo desse conceito é o referencial teórico para esta pesquisa. Para alcançar o nosso objetivo, será apresentado um projeto detalhado envolvendo Educação Patrimonial para ser aplicado em turmas de oitavo ano do Ensino Fundamental de escolas de Fortaleza, devendo ser desenvolvido pelo professor de História com o apoio da instituição de ensino em que leciona. A proposta parte do patrimônio histórico edificado, mais especificamente do antigo Farol do Mucuripe, enquanto recurso didático para a aprendizagem da História e do exercício da cidadania. O trabalho se propõe a fazer com que os alunos problematizem a atual situação de abandono e deterioração do prédio localizado na comunidade Serviluz, bairro Cais do Porto, levando eles a analisarem a importância histórica do prédio e a proporem soluções para o atual estado de abandono em que o equipamento se encontra, contribuindo para a formação e participação cidadã desses estudantes. Ao longo da execução, os estudantes respondem a perguntas como: Por que o prédio deve ser preservado? Que utilização deve ser dada a ele? A aplicação do projeto se dá utilizando os preceitos da Educação Patrimonial enquanto metodologia didática, ou seja, a identificação, registro e valorização do patrimônio histórico. Através do estudo da Consciência Histórica, é possível mapear a aprendizagem do aluno e, assim, identificar a formação cidadã.      


  • Mostrar Abstract
  • The present work has the aim of contributing to History Teaching, whose purpose is the development of citizens, in other words, conscious individuals who are historical subjects and have a social role. The formation of a "historical consciousness", concept of the German historian Jörn Rüsen, is the reason for the existence of History Teaching. Therefore, the study of this concept is the theoretical framework for this research. To achieve our goal, it will be presented a detailed project involving Heritage Education to be applied in eighth grade classes of the Ensino Fundamental (Middle School) in Fortaleza. This project should be applied by History teachers along with the support of their teaching institutions. The proposed methodology will use Historical Heritage, more specifically the old Farol do Mucuripe (Mucuripe Lighthouse), as a didactic resource for the learning of History and the exercise of citizenship. This work proposes to make the students identify problems in the current situation of abandonment and deterioration of the old lighthouse building located in the community of Serviluz, in the Cais do Porto neighborhood. The students will analyze the historical importance of the building and propose solutions to its current state of abandonment, contributing to their citizen development and social participation. Throughout execution, students will answer questions such as: Why should the building be preserved, and what use should be given to it? The application of this project will be done using the principles of Heritage Education as a didactic methodology, that is, the identification, evaluation, and appraisal of historical heritage. Through the study of Historical Consciousness, it is possible to map the student's learning and, thus, identify their development as citizens.

2
  • ALESSANDRA MICHELLE ALVARES ANDRADE
  • MEME HISTÓRICOS: UMA FERRAMENTA DIDÁTICA NAS AULAS DE HISTÓRIA.

  • Orientador : HENRIQUE ALONSO DE ALBUQUERQUE RODRIGUES PEREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HENRIQUE ALONSO DE ALBUQUERQUE RODRIGUES PEREIRA
  • HAROLDO LOGUERCIO CARVALHO
  • VANESSA SPINOSA
  • IRANILSON BURITI DE OLIVEIRA
  • Data: 04/09/2018

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem como objetivo refletir sobre as práticas docentes utilizadas no Ensino de História na Educação básica, no contexto dos mestrados profissionais, com o propósito de buscar metodologias e ferramentas didáticas que despertem nos alunos o interesse por construir o Conhecimento Histórico dentro e fora de sala de aula. A partir da análise dos hábitos e interesses dos alunos, se propõe a utilizar metodologias ativas de aprendizagem como o Ensino Híbrido e a Sala de Aula Invertida, pautadas no uso de novas tecnologias na educação, através da análise e produção de memes dispostos em uma plataforma digital no formato blog. Inseridos no mundo virtual, crianças e jovens fazem uso constante de ferramentas midiáticas que possuem linguagens de comunicação própria do universo digital e juvenil, tendo a produção e circulação de memes como elemento comum entre eles. Por ser uma forma rápida de comunicação e por seu conteúdo humorístico em muitas ocasiões, o meme pode servir como meio para uma formação crítica e criativa da juventude se for estimulado num sentido responsável da sua produção a partir da mediação pedagógica de temas e conceitos históricos, além de estimular a leitura, a pesquisa e utilização do livro didático para a análise e construção/criação de conteúdos midiáticos. A partir de propostas inovadoras, escola e professores podem auxiliar na formação de uma juventude cada dia mais plural, adotando uma nova percepção e interação sobre estas formas de comunicação, incorporando-as ás práticas pedagógica possibilitando operacionalmente a viabilização de uma estreita relação entre o Ensino de História e o universo dos alunos, oportunizando o protagonismo desses estudantes no processo de construção do Conhecimento Histórico fazendo uso de espaços midiáticos como os blogs.


  • Mostrar Abstract
  • The goal of this work is to reflect about some strategies used by some educators whereas they using them on history teaching on the basic education on the context of professional masterships as an way to search methodology and didactical instruments that awake on the students’ interest to build historical knowledge inside and outside classrooms’. On the basis of the analyze of the habits and the interest of the students intends to use active methodologies of learning as a hybrid teaching and reversed classroom, focused on the use of new technologies in education, though the analysis and production of memes disposed in a digital platform shaped like blogs. Inserted in the virtual worlds, children and young people making constant use of these media tools that contains own language communication of the young digital universe, having the production and memes circulation as common element among them for a faster form in a fast way of circulation and for its humorous content in a lot of occasions, the meme can serve as middle for a critical and creative formation of the youth if it be stimulated in the sense of responsible of their production starting from the pedagogical mediation of themes and historical concept, besides stimulating the reading of research and the use of text book for analysis and the construction/ development of media contents. On the basis from innovative proposal of the school and from the teachers that can aid in the education of these youths more and more plural adopting a new perception and interaction on those communication forms, taking on board of the pedagogical practices enabling operationally the viability of a narrow relationship between the history teaching and the students' universe: expecting those students’ leadership in the process of construction of historical knowledge by making use of media spaces as the blogs.

3
  • OLGA SUELY TEIXEIRA
  • A história local como um caminho para o ensino significativo de História nos anos iniciais

  • Orientador : MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • RAIMUNDO NONATO ARAUJO DA ROCHA
  • MARTA MARGARIDA DE ANDRADE LIMA
  • Data: 11/09/2018

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho se dedicou a refletir sobre as práticas de ensino viabilizadas atualmente nas aulas de História dos anos iniciais, buscando tornar significativo o processo ensino-aprendizagem da disciplina nesse segmento educacional, partindo de uma questão identificada no chão da escola e utilizando metodologias como pesquisa bibliográfica e observações no ambiente de sala de aula. Inicialmente, a hipótese de que um trabalho que relacionasse os conteúdos históricos ao cotidiano vivenciado pelas crianças apareceu como a solução mais viável para os problemas identificados na evolução da pesquisa. Nesse sentido, o uso da história local se apresentou como relevante instrumento para a apropriação do conteúdo. No momento, o trabalho continua em andamento, não havendo resultados conclusivos, apenas algumas inferências, demonstradas no texto aqui apresentado.


  • Mostrar Abstract
  • This work was dedicated to reflect on the teaching practices currently practiced in the history classes of the initial years, aiming to make the teaching-learning process of the discipline in this educational segment meaningful, based on an identified question on the school floor and using methodologies such as bibliographic research and observations in the classroom environment. Initially, the hypothesis that a work that relates the historical contents to the daily life experienced by children appeared as the most viable solution to the problems identified in the evolution of the research. In this sense, the use of local history presented itself as a relevant instrument for the appropriation of content. At the moment, the work continues, with no conclusive results, only some inferences, demonstrated in the text presented here.

4
  • ÍCARO AMORIM MARTINS
  • Se eu não sou negra, eu sou o quê?: da importância de discutimos discriminação racial, interseccionalidade e empoderamento em sala de aula.

  • Orientador : JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JULIANA TEIXEIRA SOUZA
  • FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • MARIA TELVIRA DA CONCEIÇÃO
  • Data: 27/09/2018

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho se insere na temática das relações étnico-raciais na escola amparada nas orientações da lei 10.639/03, que trata da História e Cultura Africana e Afro-brasileira. Nesse sentido, essa é uma pesquisa sobre as possibilidades pedagógicas de fortalecimento de identidades no Ensino Médio, assim como sobre as narrativas historiográficas que têm perpetuado sentidos de rejeição dessas identidades por parte deles.  Partimos do problema da aversão à categoria preto/preta como classificação de cor manifestada por estudantes para investigar sobre as práticas de discriminação racial que ainda persistem no ambiente escolar, notadamente sobre o uso de estereótipos negativos atribuídos a estudantes negros. Para combater esse problema, consideramos a multietnicidade brasileira, como uma característica positiva de nossa sociedade, defendendo um ensino de História que contemple as demandas da diversidade discente, ou seja, que contemple as “gentes” de todas as cores. Propomos uma pesquisa cujos resultados tenham impacto direto em sala de aula com a produção, inclusive, de um vídeo de curta duração que sirva para as aulas sobre História do Brasil, mais especificamente sobre a história das populações negras brasileiras, de modo que problemáticas do tempo presente que se referem diretamente a essas populações sejam compreendidas como saber histórico advindo de formas de laboração de consciência histórica.


  • Mostrar Abstract
  • This research about the theme of ethnic-racial relations in the school supported by the guidelines of Law 10.639 / 03, which deals with African and Afro-Brazilian History and Culture. Thus, this is a research on the pedagogical possibilities of strengthening identities in High School, as well as on the historiographical narratives that have perpetuated meanings of rejection of these identities on their part. We start from the problem of black category aversion as a color classification manifested by students to investigate the practices of racial discrimination that still persist in the school, meanly on the use of negative stereotypes attributed to black students. In order to eliminate this problem, we consider Brazilian multi-ethnicity as a positive feature of our society, defending a teaching of history that contemplates the demands of student diversity, that is, that contemplates the "people" of all colors. We propose a research whose results have great impact in the classroom with the production, even, of a video of short duration that serves for the classes on History of Brazil, more specifically on the history of the black Brazilian populations, so that problematic of the present time that refer directly to these populations are understood as historical knowledge coming from forms of work of historical

5
  • CÍCERA TAMARA GRACIANO LEAL DA SILVA FERNANDES
  • PESQUISA E ENSINO NA HISTÓRIA ESCOLAR: O Contexto Urbano da Escola Terezinha Paulino em Natal-RN

  • Orientador : ROBERTO AIRON SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARGARIDA MARIA DIAS DE OLIVEIRA
  • RAIMUNDO NONATO ARAUJO DA ROCHA
  • ROBERTO AIRON SILVA
  • ITAMAR FREITAS DE OLIVEIRA
  • Data: 13/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • O contexto urbano da Escola Municipal Professora Terezinha Paulino de Lima, espaço fronteiriço e periférico da denominada Região Administrativa Norte de Natal, apresenta especificidades que precisam ser inseridas como resposta à busca por um ensino de História significativo nos anos finais do ensino fundamental. Seus discentes moradores de Natal, de São Gonçalo do Amarante e de Extremoz, enfrentam os mesmos desafios e criam laços identitários em um lugar que passa por um processo visível de transformação urbana e que carrega estereótipos e preconceitos que geram estigmatização. Defendendo um ensino de história escolar embasado em problemas do presente; concebendo o âmbito local como história em si; percebendo como o estudo sobre a materialidade da cidade é importante para o entendimento do passado; e em busca de uma educação para a cidadania, esta pesquisa objetiva, principalmente, relacionar a realidade social do meio circundante dos alunos aos estudos da história. Busca-se sobre esse espaço, ainda: determinar como se deu o seu crescimento urbano; levantar suas narrativas de memória locais; e, a partir de aulas de campo, produzir um material didático enquanto roteiro analítico e crítico para a construção do conhecimento histórico pelos alunos. Para isso, procura-se fazer com que os alunos sejam construtores do seu próprio conhecimento, trabalhando princípios básicos da pesquisa histórica, teóricos e empíricos, pelo entendimento de que o ensino escolar também produz um conhecimento histórico próprio.


  • Mostrar Abstract
  • The urban context of Escola Municipal Professora Terezinha Paulino de Lima, a bordering and peripheral space in the  denominated Administrative North Region of Natal, presents specificities that need to be incorporated as answers to the pursuit of a meaningful History teaching in the final years of Elementary School. Its students that live in Natal, São Gonçalo do Amarante and Extremoz, face the same challenges and create identity bonds in a place that experiences a visible process of urban transformation and has stereotypes and prejudices that generate stigmatization. Defending a school History teaching built on current problems; conceiving the local scope as History per se; perceiving how the study about the materiality of the city is important for the understanding of the past; and in search of an education for citizenship, this research has as main purpose to relate the students’ social reality of the surrounding environment to the studies of History.  About this space it is still pursuit: to determine how its urban growth happened; to conduct a survey about its local memory narratives; and, from field classes, to produce a teaching material as an analytical and critical script for the construction of the historical knowledge by the students. For this purpose, the goal is that the students  become their own knowledge builders, working with main principles of historical research, theoretical and empirical, by the comprehension that the school teaching also produces its own historical knowledge.

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao