Apresentação

O Programa de Pós-graduação em Estudo da Mídia formaliza sua intenção em desenvolver atividades acadêmicas de estudos e pesquisas por meio do que propõe a sua área de concentração, a comunicação midiática abordada no contexto de suas práticas sociais e na esfera da sua produção de sentido. A comunicação midiática é, assim, tomada como objeto de estudo segundo duas perspectivas: uma delas enfoca a mídia como dispositivo de organização e articulação de práticas dos campos sociais; a outra considera a comunicação midiática como instância de produção de sentido a partir de manifestações de natureza técnico-discursiva. Os fundamentos teóricos e metodológicos sobre os quais se apóia a proposta vinculam-se a referências das ciências sociais e dos estudos da linguagem naquilo que essas ciências respondem a tensionamentos produzidos por fenômenos midiáticos.

Do ponto de vista da implementação dessa área de concentração, parte-se da premissa de que o objeto comunicação midiática se especifica em dois aspectos de trabalho articulados em suas singularidades. No primeiro, o objeto da investigação é a relação da mídia com práticas de outros campos sociais; no segundo, o objeto da investigação é a própria atividade de produção discursiva da mídia. A área de concentração desta proposta contempla, portanto, nas linhas de pesquisa abaixo descritas, duas das dimensões que constituem a vida social: a interação e a linguagem.

 

 

Estudos de Mídia e Práticas Sociais

 

Pesquisa a mídia como estrutura de poder, instituinte e organizadora de processos societários nos contextos sócio-culturais do seu âmbito de repercussão. Nessa perspectiva, a mídia funciona como instância articuladora e estruturante de práticas sociais que se dão pela mediação de dispositivos sócio-técnicos. Estudam-se modalidades específicas por meio das quais a mídia condiciona e é condicionada pelos modos de relação que constituem a vida e a organização social. Examina-se o papel central da comunicação midiática -seus atores, processos, produtos e suas estratégias de interação -na construção das práticas de outros campos sociais. Esta linha estabelece diálogo com marcos analíticos oriundos de outras disciplinas que destacam a organização e o funcionamento dos processos interacionais a partir da incidência da comunicação midiática.

 

 

Estudos de Mídia e Produção de Sentido

 

Estuda os processos de produção de sentido como decorrência do trabalho discursivo da mídia, o qual se realiza na imbricação dos discursos com suportes técnico-midiáticos. Enfatiza-se a singularidade dos dispositivos de produção e interpretação, que permitem delinear esquemas cognitivos e de inteligibilidade vinculados aos discursos e formas midiáticas. Apóia-se em marcos analíticos que examinam modalidades de trabalho semântico e semiótico, abrangendo diferentes gêneros do discurso em suas manifestações de linguagem. Pesquisam-se, também, as especificidades do funcionamento da mídia para a produção de sentido inclusive em outros campos sociais. Esta linha mantém a interface teórico-epistemológica com as ciências interpretativas no que concerne à investigação das especificidades dos processos simbólicos da comunicação midiática.

 

 

 E-Mail do PPgEM: ppgem_ufrn@yahoo.com.br

 


Endereço Alternativo


Coordenação do Programa

  • - JUCIANO DE SOUSA LACERDA

    Telefone/Ramal: (84) 3215-5926/706

    Telefone/Ramal 2: Nenhum conteúdo disponível até o momento

    E-mail: ppgem_ufrn@yahoo.com.br

SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao