Banca de DEFESA: MARKE GEISY DA SILVA DANTAS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARKE GEISY DA SILVA DANTAS
DATA : 08/07/2021
HORA: 09:00
LOCAL: VIDEOCONFERÊNCIA (https://meet.google.com/zyx-gkqj-icb)
TÍTULO:

ENSAIOS SOBRE A PRESENÇA DE PÚBLICO E ESCOLHAS DOS
TORCEDORES NO FUTEBOL BRASILEIRO: NOVAS ARENAS, LIBERAÇÃO
DE BEBIDAS ALCOÓLICAS E SÓCIO-TORCEDORES NO FUTEBOL

BRASILEIRO PÓS COPA DO MUNDO DE 2014


PALAVRAS-CHAVES:

Novos Estádios; Liberação de Bebidas Alcoólicas; Eficiência dos clubes; Futebol Brasileiro; Sócio-Torcedor.


PÁGINAS: 145
RESUMO:

Esta tese tem como tema central a influência de alguns fatores sobre a presença de
público nos estádios de futebol no Brasil, assim como algumas escolhas dos torcedores
deste esporte: são três ensaios para entender as mudanças recentes ocorridas no futebol
brasileiro, após a Copa do Mundo de 2014 realizada no país. O primeiro deles visou
analisar o impacto das novas arenas, em sua maioria construídas para o evento da Copa
do Mundo, na média de público dos clubes brasileiros que disputam suas partidas nestes
estádios. Via modelos de controle sintético, diferenças em diferenças e diferenças em
diferenças two way fixed effects, não houve impacto significante de novas arenas na
média de público dos clubes. O segundo ensaio visa mensurar o impacto da liberação de
bebidas alcoólicas sobre comportamentos antissociais dos torcedores durante as partidas
de futebol das duas principais divisões do campeonato brasileiro (séries A e B), de 2013
a 2018. Aproveita-se do fato de alguns estados e municípios terem mantido a liberação
de bebidas em estádios, seguindo o acordo específico para a Copa do Mundo de 2014,
formalizado pela Lei da Copa, mesmo que contrariando Lei federal. Os comportamentos
antissociais são identificados por jogo, a partir do que é definido como tal pela lei nº
11.671/03. Os resultados, a partir de modelos de regressões logit e logit multinomiais,
indicam evidência de efeito significativo da liberação de bebidas sobre comportamentos
antissociais, sobretudo quando se consideram apenas os dados da Série B. Contudo,
quando se divide os comportamentos antissociais por grupos, a liberação de bebidas
alcoólicas apenas explica o grupo “arremesso de objetos”. O terceiro ensaio analisou a
eficiência e a produtividade dos principais clubes brasileiros de futebol no período pós
copa do mundo, através da Análise Envoltória de Dados, modelo Dinâmico em Rede, e
Índice de Malmquist, considerando um modelo com três divisões: esportiva, social e
financeira. Como segundo estágio, foram usados os modelos de regressão por equações
de estimativas generalizadas (GEE) para identificar os determinantes da produtividade.
Houve uma queda da eficiência e da produtividade dos clubes durante o período
analisado. Existe também uma relação positiva da variação de número de sócios-
torcedores com os índices de Malmquist Social e Financeiro. Os resultados dos artigos
desta tese procuram contribuir com o entendimento do comportamento dos torcedores
brasileiros e dos clubes no período pós Copa do Mundo de 2014, sobretudo de questões
ligadas à presença de público nos estádios.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1510488 - LUCIANO MENEZES BEZERRA SAMPAIO
Interno - 3220688 - ALEXANDRO BARBOSA
Externo à Instituição - THADEU MIRANDA GASPARETTO
Externo à Instituição - JOSE ALONSO BORBA - UFSC
Externo à Instituição - MARCELO ALVARO DA SILVA MACEDO
Notícia cadastrada em: 25/06/2021 10:11
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao