Banca de DEFESA: ANNA CLAUDIA DOS SANTOS NOBRE

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANNA CLAUDIA DOS SANTOS NOBRE
DATA : 25/05/2021
HORA: 16:00
LOCAL: VIDEOCONFERÊNCIA (https://meet.google.com/jmh-hdke-oii)
TÍTULO:

BARREIRAS AO USO DE LIÇÕES APRENDIDAS NA GESTÃO DE PROJETOS PÚBLICOS: APLICAÇÃO DA TEORIA DO COMPORTAMENTO PLANEJADO


PALAVRAS-CHAVES:

Lições aprendidas; Gerenciamento de Projetos; Teoria do comportamento planejado; Barreiras comportamentais; Projetos públicos.


PÁGINAS: 214
RESUMO:

As Lições aprendidas em Projetos têm obtido crescente interesse de teóricos e praticantes, por ser uma forma de potencializar os acertos e evitar a repetição de erros no mesmo projeto ou em projetos futuros. Diante dessa importância crescente, torna-se relevante entender as possíveis barreiras ao seu uso. Para estudar esse fenômeno, foi escolhida a Teoria do Comportamento Planejado (TCP) como lente teórica, pois ela aborda aspectos comportamentais que, em estudos exploratórios, se demonstraram como relevantes. Diante desse cenário, esta pesquisa teve como objetivo “Compreender como os gerentes de projetos públicos percebem as barreiras comportamentais ao uso das Lições aprendidas”. Este estudo adota uma abordagem predominantemente qualitativa, embora tenham sido incorporadas algumas análises quantitativas como forma de melhor compreender o fenômeno. Para composição do referencial teórico foram realizadas Revisões Sistemáticas da Literatura, que comprovaram a lacuna e relevância do estudo; oportunizaram conhecer avanços no tema; e, aprofundar na TCP, que foi a principal referência para elaboração do modelo de pesquisa com 04 hipóteses. Para testar as hipóteses foram realizadas 02 pesquisas de campo com 15 Gerentes de Projetos escolhidos por amostragem de especialistas. A primeira pesquisa de campo foi realizada, de 09/12/2020 a 29/01/2021, por meio de entrevistas que totalizaram quase 13 horas de áudio e 100 mil palavras transcritas. Com esse corpus textual foi possível realizar análise lexical por meio do software IRAMUTEQ. De forma complementar, as informações registradas em memos permitiram elaborar um questionário para aprofundar o conhecimento do fenômeno. Essa segunda coleta ocorreu por meio do Google forms, de 28/04 a 03/05/2021. Dentre os resultados mais relevantes se destaca a comprovação da importância das barreiras comportamentais, da Atitude, Normas Subjetivas e Controle Percebido (constructos da TCP) ao uso de Lições aprendidas. Este estudo oportunizou algumas contribuições teóricas, dentre as quais se destacam: Categorização das barreiras ao uso de Lições aprendidas; Levantamento de formas de uso de Lições aprendidas em projetos públicos; Levantamento de barreiras ao uso de Lições aprendidas em projetos públicos e sua categorização conforme os tipos de barreiras e constructos da TCP; Modelos de instrumentos de coleta de dados; e, Proposição de um modelo de pesquisa com base nas barreiras comportamentais e constructo da TCP. Do ponto de vista gerencial, se destacam as seguintes contribuições: alertar os Gerentes de Projetos acerca da importância do uso de Lições aprendidas; destacar a importância dos aspectos comportamentais no Gerenciamento de Projetos; apresentar uma lista de recomendações para que os Gerentes de Projetos adotem como forma de combater as barreiras comportamentais oriundas dos constructos da TCP. As limitações da pesquisa são inerentes aos softwares utilizados, às restrições financeiras da pesquisa e às limitações típicas de uma pesquisa qualitativa que dizem respeito às escolhas subjetivas do pesquisador. Sugere-se dois estudos futuros: adaptar o questionário para um modelo quantitativo com escalas numéricas mais abrangentes e a aplicação numa quantidade maior de Gerentes de Projetos; e, replicar essa pesquisa no ambiente corporativo privado e comparar os resultados com ambiente público. Diante do exposto, é possível considerar que os objetivos da pesquisa foram plenamente atingidos e que seus resultados possibilitam avanço científico e podem contribuir ao avanço gerencial.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - GILSON GOMES DA SILVA
Interno - 1696802 - JOSUÉ VITOR DE MEDEIROS JÚNIOR
Externa à Instituição - LUCIA DE FATIMA LUCIO GOMES DA COSTA - IFRN
Presidente - 1149367 - MANOEL VERAS DE SOUSA NETO
Externo à Instituição - RAFAEL RODRIGUES DA SILVA - IFRN
Notícia cadastrada em: 14/05/2021 10:55
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao