Banca de QUALIFICAÇÃO: JOAO HENRIQUE GOMES DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOAO HENRIQUE GOMES DA SILVA
DATA: 20/06/2013
HORA: 16:00
LOCAL: Sada 03 do DPP
TÍTULO:

Dinâmica Imobiliária e produção do espaço no Bairro Planalto, Natal/RN: agentes, usos e conflitos


PALAVRAS-CHAVES:

Produção do Espaço; Cidades; Expansão do tecido Urbano;


PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Planejamento Urbano e Regional
RESUMO:

A presente pesquisa tem como cerne analisar a configuração urbana do bairro Planalto, Natal/RN, procurando desvendar os processos, os agentes e as contradições que estão vinculados com o processo de produção do seu espaço.  A escolha do bairro justifica-se pela constatação de que alterações na sua configuração urbana vem acontecendo de forma acelerada, a partir da atuação dos seus agentes produtores: o mercado imobiliário, em aliança com o Estado, através do desenvolvimento de políticas públicas, principalmente relacionadas com o setor de habitação. Destaca-se a atuação do mercado imobiliário que tem contribuído para a dinâmica urbana do bairro, através da construção de condomínios e edifícios fechados, resultado de programas habitacionais, como o Minha Casa, Minha Vida. Esse fato tem favorecido para reprodução de uma “nova” realidade urbana no bairro, estabelecendo um padrão urbanístico que vem alterando a sua morfologia que inicialmente era tido como periférico dentro da dinâmica urbana da cidade. Assim, essa pesquisa tem como objetivo compreender a dinâmica de formação do espaço urbano do bairro Planalto a partir das ações e interações entre os agentes produtores do espaço (empreendedores imobiliários, Estado e moradores), reconstituindo historicamente a formação do referido bairro e sua relação com a dinâmica imobiliária na cidade de Natal/RN. A pesquisa constitui-se em um estudo qualitativo, e utiliza-se como técnica de pesquisa entrevistas com os agentes envolvidos com a temática. Nessa perspectiva, procura-se compreender o momento do processo de produção do espaço do bairro, através do desenvolvimento do mercado imobiliário, como extensão do tecido urbano do núcleo da cidade de Natal, analisando a atuação dos seus agentes produtores e os “novos” usos redefinindo o “antigo”. Desse modo, percebe-se que existe no bairro, uma realidade urbana plural em constituição, a partir da existência de diferentes classes sociais habitando o mesmo espaço. Assim, a cidade é produzida a partir da apropriação do espaço pelas distintas classes sociais, baseada na condição econômica de cada uma delas.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2621706 - SORAIA MARIA DO SOCORRO CARLOS VIDAL
Interno - 2006088 - FERNANDO MANUEL ROCHA DA CRUZ
Interno - 1149528 - MARCIO MORAES VALENCA
Notícia cadastrada em: 14/06/2013 16:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao