Apresentação

O Programa de Estudos Urbanos e Regionais caracteriza-se pelo compromisso com a multidisciplinaridade, tendo em vista a compreensão mais ampla das dinâmicas urbanas e regionais, e a contribuição para o desenvolvimento e implantação de políticas públicas. O programa nasce no Departamento de Políticas Públicas, no mesmo ano em que o departamento e o curso de graduação em Gestão de Políticas Públicas foram criados, a partir de um esforço institucional de planejamento acadêmico para atendimento de novas demandas sociais, que resultou na formação de equipe de professores pesquisadores, e provisão de infra-estrutura para atividades de ensino, pesquisa e extensão nessas áreas. A interface com a realidade sempre será um diferencial das atividades do departamento e do programa, que busca articular o saber acadêmico e a formação para a pesquisa dos docentes, à experiência adquirida pelos mesmos em atividades de gestão dentro do poder executivo, dentro do setor privado ou em organizações não governamentais. O programa toma como objeto a investigação multi-escalar do território, e a investigação de indicadores que permitam o monitoramento e aperfeiçoamento das políticas públicas praticadas no nordeste e em outras regiões do país, aproveitando a diversidade de origem de seus professores. Esses enfoques se manifestam nas duas áreas de concentração Dinâmicas urbanas e regionais e Gestão de políticas públicas, e  quatro linhas de pesquisa  Cidades e dinâmica urbana, Espaços rurais e dinâmicas territoriais, Estado e políticas públicas e Sociedade, ambiente e desenvolvimento. Verifica-se um potencial de produção de pesquisas acadêmicas no âmbito do programa, sobre realidades urbanas, rurais e regionais, assim como para o aprofundamento de estudos setoriais, ancorados dentro de um contexto multidisciplinar. A promoção da integração de saberes e a possibilidade de uma aproximação da realidade reconhecendo sua complexidade e totalidade são nossos desafios, e a produção acadêmica comprometida com a transformação positiva dessa realidade é nossa meta.

 

Objetivo do curso/perfil do egresso a ser formado

 

O objetivo do programa é tratar das dinâmicas urbanas, regionais e de territórios rurais, com foco nos efeitos decorrentes do planejamento e da implementação das Políticas Públicas, com ou sem a mediação do terceiro setor e a intervenção da iniciativa privada. Investigar os temas relativos à cidade, à região, ao território rural e às políticas públicas, considerando os seus problemas e os seus contextos nas variadas escalas em que estão inseridos (nacional, regional, local, urbana, intraurbana) e adotando abordagens interdisciplinares, é matéria de suma importância na consideração dos processos de formação e implementação das políticas públicas.

A análise das dinâmicas urbanas e regionais busca considerar múltiplas escalas, abordagens e problemas. A crescente desigualdade social e econômica, seus rebatimentos territoriais, a segregação espacial e a exclusão social, no contexto da globalização com intenso desenvolvimento econômico e de suas sistemáticas crises, são temas de interesse do programa. As cidades (e suas redes), as regiões e as áreas metropolitanas estão sujeitas a tal dinâmica do desenvolvimento desigual. A espoliação e a marginalidade no campo e na cidade são também de particular interesse para a constituição de políticas públicas e processos de decisão mais justos.

A produção do espaço citadino e metropolitano, considerando agentes e atores envolvidos, é de particular interesse para o programa. Questões ambientais, sociais, econômicas e políticas devem considerar a inserção global dos lugares. A relação global-local articula estratégias do empreendedorismo urbano, influencia o planejamento público e as rotinas do cotidiano dos cidadãos/ãs e é determinante para a sua inserção no mercado e no mercado de trabalho. A emergência de novos campos de trabalho relacionados ao contexto de desenvolvimento da atual fase da globalização deve ser foco de discussão e pesquisa. Aqui estão incluídas as discussões sobre a inovação, sobre as cidades criativas, sobre o planejamento estratégico, sobre os agronegócios, sobre as energias alternativas (e até mesmo no fortalecimento de formas tradicionais de geração de energia com base nos combustíveis fósseis), sobre os grandes projetos urbanos, sobre os grandes projetos infraestruturais (em particular no setor de transportes e viário), sobre a gentrificação (ou enobrecimento) urbana, entre outros.

Na área de estudos urbanos e regionais atuam administradores, arquitetos, demógrafos, economistas, geógrafos, cientistas sociais, entre outros profissionais. Neste programa, como já relatado, o objetivo é tratar das dinâmicas urbanas e regionais com uma preocupação nos benefícios que podem advir das políticas públicas de governo e do terceiro setor. Assim, há tanto uma preocupação com as discussões relativas à cidade e ao contexto regional, seus problemas e variadas escalas, como também com os processos de formação e implementação das políticas públicas. O curso tem por foco formar profissionais que atuem tanto na academia, em particular em pesquisa e ensino, como nas instituições públicas e do terceiro setor, em pesquisa, formulação e implementação de projetos. No mercado, esses profissionais poderão também atuar em empresas de consultoria e de planejamento. O curso tem por foco formar profissionais que atuem tanto na academia, exercendo atividades de docência e pesquisa, como nas instituições públicas e do terceiro setor, por meio de empresas de consultoria e de planejamento. Em ambos os espaços, poderão se dedicar à pesquisa, formulação e implementação de projetos nas áreas de desenvolvimento regional, territorial e urbano, políticas públicas e análises setoriais.

 

ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO:

 

Dinâmicas urbanas e regionais

Gestão de políticas públicas

 

 

Dinâmicas urbanas e regionais

 

O contexto urbano e regional. Território e Políticas territoriais, urbanas, sociais, culturais e ambientais. As dinâmicas econômicas, sociais, culturais e ambientais. A dinâmica e a desigualdade do trabalho e do emprego no campo e na cidade. A precarização do trabalho no campo e na cidade. Desenvolvimento e desigualdade socioespacial. A cidade e o campo no contexto regional. Cidades em rede e rede de cidades. A cidade e a metrópole. As cidades criativas e a economia da cultura. As cidades e a sustentabilidade. As áreas metropolitanas. Desenvolvimento contemporâneo, segregação e marginalidade urbana. Pobreza urbana e habitação de interesse social. A política, a gestão e as políticas públicas urbanas, sociais, culturais, ambientais e regionais. A Socioeconomia e o mundo do trabalho.

 

Linhas de Pesquisa

 

Cidades e dinâmica urbana

 

Análise dos aspectos sociais, culturais, políticos e econômicos relativos à produção do espaço da cidade e das áreas metropolitanas. Redes urbanas, cidades médias e cidades globais. Cidades, metrópoles e sustentabilidade. Qualidade de vida e desenvolvimento urbano. O ócio e o lazer. As cidades criativas, os espaços públicos e a economia da cultura. Pobreza, exclusão social e segregação socioespacial. As desigualdades sociais e regionais e os problemas urbanos. A cidade (i)legal, (ir)regular e (in)formal. Produção imobiliária, mercado e desenvolvimento urbano. Habitação de interesse social. Direitos, trabalho e cidadania. A metrópole como centro do poder econômico e político. A globalização, a cultura e o empreendedorismo urbano. O planejamento estratégico de cidades. Gestão e instrumentos do Planejamento Urbano. A cidaderegião e a cidade policêntrica.

 

Espaços rurais e dinâmicas territoriais

 

Dinâmicas regionais e territórios rurais. Desenvolvimento local e relações cidade/campo. Instituições prevalecentes e políticas públicas nos territórios. Novas ruralidades nos territórios. Questão agrária. Estudo das áreas reformadas e novas dinâmicas sociopolíticas. Organização e desenvolvimento de assentamentos rurais. Movimentos sociais no meio rural. Conflitos socioambientais e políticos. Práticas rurais em espaços urbanos e periurbanos. Modernização e multifuncionalidade dos espaços rurais. Cooperativismo, associativismo e outras organizações econômicas nos territórios. Relações de gênero e geracionais. Identidades e memória nos espaços ruais. Ocupações, emprego e renda nos territórios. Trabalho precário, ilegal e ilícito, continuidade e novas configurações do mercado de trabalho nos territórios.

Gestão de políticas públicas

 

As políticas públicas como objeto de estudo. Democracia e representação. Democracia: deliberativa, associativa e participativa. Cidadania, participação (política, social e popular) e accountability. Governo, governança democrática e governabilidade. Modelos de Análise de Políticas Públicas. A gestão de políticas públicas, sociais, urbanas, culturais, ambientais, territoriais e regionais. Atores sociais e políticos e a governança. O planejamento estatal. A construção e a implementação das políticas públicas e os processos de decisão. Monitoramento e avaliação de políticas públicas, transparência e controle social. Relações entre Estado e sociedade civil. Redes de políticas públicas. Gestão social.

 

Linhas de Pesquisa

 

Estado e políticas públicas

 

 As transformações do Estado contemporâneo. Democracia, justiça e inclusão social. Modelos de análises de políticas públicas. Estado, instituições e processos de decisão. As políticas públicas econômicas, sociais e territoriais. As formas de planejamento, gestão e organização institucional. A democratização da ação estatal. Governança, cidadania e participação. Atores sociais e gestão pública. As políticas públicas setoriais. Descentralização, relações intergovernamentais e as políticas públicas. A promoção do desenvolvimento social e sustentável nas esferas nacional, regional e local. Políticas sociais e cidadania. Representação, controle social e accountability.

 

Sociedade, ambiente e desenvolvimento

 

Relações sociedade e ambiente com base em princípios de sustentabilidade, equilíbrio, adaptação e sua interface com o desenvolvimento regional e as políticas públicas. Questões socioambientais contemporâneas, de sustentabilidade e políticas públicas. Riscos, vulnerabilidade e resiliência. Gestão ambiental e os territórios rurais e urbanos. Cidades, metrópoles e sustentabilidade. Alternativas energética e hídrica. Identidade e percepção socioambiental. Participação e movimentos socioambientais. População e meio ambiente. Governança ambiental. Mudanças climáticas, desastres e as dimensões Humanas. Mudanças climáticas, desastres e as dimensões humanas. Socioeconomia e política ambiental. Crescimento e descrescimento. Interdisciplinaridade e ciências humanas e sociais

 

 

Do Corpo Docente

Professores Permanentes

 

Ana Patrícia Dias

Cientista Social - UFRN

Mestre em Ciências Sociais - UFRN

Doutorado em Sociologia - UFPB.

E-mail: anapatricia dias@yahoo.com.br

Linha de pesquisa: Estado e Políticas Públicas

 

Anderson Cristopher dos Santos

Graduado em Ciências Sociais - UFRN

Mestre em Ciências Sociais - UFRN

Doutor em Ciências Sociais - UFRN

E-mail: andersoncs1984@gmail.com

Linha de pesquisa: Estado e Políticas Públicas

 

Ângela Lúcia de Araújo Ferreira

Arquiteta e Urbanista -UnB

Doutora em Geografia, Universitat de Barcelona,Espanha

E-mail: angela@ct.ufrn.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Alexsandro Ferreira Cardoso da Silva

Arquiteto Urbanista -UFRN

Mestre em Arquitetura e Urbanismo -UFRN

Doutorem Arquitetura e Urbanismo -UFRN

E-mail: alexsandroferreira@hotmail.com

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Cláudio Roberto de Jesus

Cientista Social - UFMG

Mestres em Economia Social e do Trabalho- UNICAMP

Doutor em Geografia - UFMG

E-mail: claudiorobertojesus@gmail.com

Linha de Pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Fábio Fonseca Figueiredo

Bacharel em Ciências Econômicas - UFRN

Mestre em Educação Brasileira - UFC

Mestre em Geografia Humana - Universidade de Barcelona/Espanha Doutor em Geografia Humana - Universidade de Barcelona/Espanha

E-mail: ffabiof@yahoo.com

Linha de Pesquisa: Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento

 

Flávio Henrique Miranda de A. Freire

Estatístico - UFRN

Mestre em Demografia - UFMG

Doutor em Demografia -UFMG

E-mail: fhfreire@ccet.ufrn.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Joana Tereza Vaz de Moura

Administradora - UFL

Mestre em Ciências Sociais: Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade -UFRRJ Doutora em Ciência Política -UFGRS

Estagio pós-doutoral em sociologia, na New York University-NYU

E-mail :joanatereza@gmail.com

Linha de Pesquisa: Espaços Rurais e Dinâmicas Territoriais

 

José Gomes Ferreira

Licenciado em Sociologia – Universidade de Lisboa

mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação – Universidade de Lisboa

doutorado em Ciências Sociais, especialidade de Sociologia – Universidade de Lisboa

e-mail: jose.ferreira@outlook.com

Linha de Pesquisa: Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento

 

Lindijane de Souza Bento Almeida

Cientista Social -UFRN

Mestre em Ciências Sociais -UFRN

Doutora em Ciências Sociais -UFRN

E-mail: almeida.lindijane@gmail.com

Linha de Pesquisa: Estado e Políticas Públicas.

 

Márcio Moraes Valença

Arquiteto Urbanista -UFPE

Mestre em Estudos Urbanos e Regionais - University of Sussex, Inglaterra

Doutor em Estudos Urbanos e Regionais - Universidade de Sussex,Inglaterra

Estágio pós-doutoral - The London School of Economics and Political Science, Inglaterra

Pós-doutoramento: no SOAS - University of London e no The Graduate Center - City University of New York

E-mail: marciovalenca@ufrnet.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Maria do Livramento M. Clementino

Economista - UFRN e Cientista Social -UFRN

Mestre em Sociologia -UNICAMP

Doutora em Economia -UNICAMP

Estágio pós-doutoral realizado na Université Lumière,França

E-mail: clement@ufrnet.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Maria Dulce Picanço Bentes Sobrinha

Arquiteta Urbanista -UFRN

Mestre em Planejamento Urbano e Regional - UFGRS Doutora em Arquitetura e Urbanismo -USP

E- maikdulcebentes@uol.com.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

(Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo)

 

Rita de Cassia da Conceição Gomes

Graduada em Geografia - UFRN

Mestrado em Geografia - UFPE

Doutorado em Geografia - UNESP

Pós-doutorado pela Universidade do Porto - Portugal

Rodrigo Figueiredo Suassuna

Bacharel em Relações Internacionais - UNB

Mestre em Sociologia - UNB

Doutor em Sociologia - UNB

Estágio doutoral na Bentley University, EUA.

Sandra Cristina Gomes

Cientista Política -USP

Mestre em Ciência Política -USP

MA em Latin American Studies-University of London, Inglaterra Doutora em Ciência Política -USP Estágio pós-doutoral- Centro de Estudos da Metrópole/CEBRAP E-mail: gomes-sandra@uol.com.br

Linha de pesquisa: Estado e Políticas Públicas

 

Sara Raquel Fernandes Queiroz de Medeiros

Licenciada em Geografia - UFRN

Mestre em Ciências Sociais - UFRN

Doutora em Arquitetura e Urbanismo - UFRN

Estágio Sanduíche na Universidade de Lisboa - Portugal

e-mail: saramedeiros@ufrnet.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Winifred Knox

Serviço Social/UFRJ

Especialização em Filosofia/UFRN

Mestre em Sociologia- IFCS/UFRJ

Doutora em Ciências Sociais - UFRN

E-mail: winknox@hotmail.com

Linha de pesquisa: Espaços Rurais e Dinâmicas Territoriais

 

Zoraide Souza Pessoa

Ciências Sociais - UFRN

Especialização em Demografia - UFRN

Mestre em Ciências Sociais - UFRN

Doutora em Ambiente e Sociedade - UNICAMP

E-mail: zoraidesp@gmail.com

Linha de pesquisa: Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento

 

Professore colaborador

Robério Paulino Rodrigues

Economista -USP

Doutor em História Econômica - USP

E-mail: robs@uol.com.br

Linha de pesquisa: Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento

 

 Descrição sintética do esquema de oferta de curso

 

Os cursos de mestrado (já existente) e de doutorado (proposto) serão integrados. No primeiro semestre, será oferecida uma disciplina obrigatória geral: • PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO E METODOLOGIA DE PESQUISA (4 créditos/60 horas) •

Esta disciplina não permite matrícula de alunos especiais.

No segundo semestre, o aluno poderá escolher uma de quatro disciplinas obrigatórias, de acordo com o seu enquadramento nas linhas de pesquisa:

• ABORDAGENS SOBRE CIDADES E DINÂMICA URBANA (4 créditos/60 horas) •

• CONCEPÇÕES DE ESTADO E POLÍTICAS PÚBLICAS (4 créditos/60 horas) •

• SOCIOECONOMIA DO MEIO AMBIENTE E POLÍTICA AMBIENTAL (4 créditos/60 horas) •

• DINÂMICAS TERRITORIAIS E NOVAS RURALIDADES (4 créditos/60 horas) •

O discente poderá pagar uma dessas disciplinas como obrigatória e outra(s) como eletiva(s), se for de seu interesse.

Há também um elenco de 18 disciplinas eletivas (e mais três Tópicos Especiais), entre as quais o aluno poderá fazer sua escolha, cursando mais 18 créditos (270 horas).

Os alunos do PPEUR egressos do próprio programa (no caso, do mestrado) terão todos os créditos aproveitados, desde que estes tenham sido cursados nos últimos 5 anos. Créditos obtidos em outros

programas podem ser aproveitados a depender do parecer do orientador do discente no PPEUR e análise da Coordenação. O colegiado poderá ser ouvido sobre a questão.

Relação das disciplinas eletivas:

Disciplinas existentes no Programa, desde a sua criação:

• Democracia, poder local e participação (3 créditos, 45h/a)

• Globalização, trabalho e sociedade em transformação (45h/a)

• Instituições políticas e políticas públicas no Brasil (45h/a)

• Políticas públicas e desenvolvimento regional (45h/a)

• Multifuncionalidades e novas ruralidades (45h/a)

• Cidades, estratégia e projetos (45h/a)

• Desigualdades sociais, exclusão social e segregação sócio-espacial (45h/a)

• Habitação em perspectiva internacional comparada (45h/a)

• Tópicos especiais I (1 crédito, 15h/a)

• Tópicos especiais II (2 créditos, 30/ha)

• Tópicos especiais III (3 créditos, 45/ha)

As ementas e bibliografias das disciplinas existentes foram revisadas.

Disciplinas adicionais propostas:

• Cidades criativas e economia da cultura (45h/a)

Cidade, trabalho e cidadania (45h/a)

• Capitalismo e urbanização no Brasil (45h/a)

• Políticas sociais e acesso a direitos (45h/a)

• Cidades, resiliência e sustentabilidade (45h/a)

• Concepções de teoria social e ambiental (45h/a)

• Meio ambiente e novas estratégias de desenvolvimento regional (45h/a)

• Poder, política e participação na formação dos territórios (45h/a)

• Instituições e desenvolvimento regional (45h/a)

• Questão agrária e conflitos socioambientais (45h/a)

No doutorado, o total de créditos é de 26 (390 horas), ou seja, 8 créditos (120 horas) em disciplinas obrigatórias e 18 créditos (270 horas) em disciplinas eletivas.

Há 4 (quatro) ATIVIDADES OBRIGATÓRIAS para o doutorado, que não contabilizam créditos ou carga horária:

• Qualificação: deve ser realizada até o 20o mês do programa. Preferencialmente, a qualificação deve ser realizada o mais cedo possível, a depender do progresso de cada discente.

• Qualificação de pré-defesa. Deve ser realizada no último ano do programa e até seis meses antes da defesa. A tese deve estar em estado adiantado de elaboração.

• Seminário de tese. Estes seminários serão integradores do corpo discente (tanto do mestrado, como do DOUTORADO) e serão realizados semestralmente, sob a responsabilidade da Coordenação ou

de professores designados para este fim. No seminário, as/os discentes terão de apresentar e relatar o progresso de suas dissertações e teses. O doutorando terá de participar de pelo menos 2

seminários, ao longo do tempo de realização do Programa.

• Tese. O curso de doutorado será concluído pelo discente, após integralização dos créditos e realização das atividades obrigatórias, com a defesa final de sua tese

 

 

Estrutura Física

 

- INFRAESTRUTURA DE QUALIDADE -

A estrutura do PPEUR é fruto de dois editais do CT-INFRA/FINEP (Edital 1 e 3) e investimentos do programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), que abriga as atividades administrativas e acadêmicas do Núcleo Avançado de Políticas Públicas, do curso de Graduação em Gestão de Políticas Públicas e suporte aos grupos de pesquisas e seus laboratórios. O Edifício, concluído em 2014, possui quatro pavimentos, com 1.920 metros quadrados, com amplas salas individuais para todos os professores, salas duplas para cada grupo de pesquisa, salas triplas para laboratório, sala de multimeios, sala de leitura para alunos de pós-graduação, sala de reuniões da pós, salas administrativas para a Secretaria do PPEUR, coordenador do PPEUR, sala de estudos para os alunos do PPEUR, chefia do DPP, secretaria do DPP, coordenação do GPP, secretaria do GPP, 2 auditórios de 50 lugares cada, além de um terceiro com 20 lugares, wcs, depósitos. É totalmente equipado com condicionadores de ar, cortinas, mesas de trabalho coletivas e individuais, computadores, sistema de lógica e telefonia, cadeiras confortáveis, data-shows etc.

 

LABORATÓRIOS

- LABPLAN -

 

O Laboratório de Planejamento Urbano e Regional – LABPLAN dispõe de espaços para alocação do Departamento de Políticas Públicas (DPP) e do Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais (PPEUR), contando com mobiliário e recursos de informática. O LABPLAN foi pensado ainda em 2008 como estratégia fundamental de consolidação do DPP e do PPEUR na UFRN, a partir do esforço de um grupo de pesquisadores interessados na formação e consolidação de um Mestrado e Doutorado na área de Estudos Urbanos e Regionais. Para tanto, foram solicitados recursos ao CT-INFRA, ao REUNI e à própria UFRN para execução do Projeto LABPLAN, com obras finalizadas.

Desse modo, a infraestrutura administrativa, os Laboratórios e os Grupos de Pesquisa existentes estão acomodados em suas novas dependências, assim como o Núcleo Avançado de Políticas Públicas (NAPP), salas de estudos, sala de professores, auditórios e salas de apoio – em um total de 1.920,00m2 de área. Abaixo descrevemos a atual configuração dos demais laboratórios de pesquisa acolhidos no NAPP e no LABPLAN.

O LABPLAN acolhe os sete grupos de pesquisa e seus laboratórios – “Estudos Rurais”, “Estado e Políticas Públicas”, “Violência, Trabalho e Ilegalismo”, “Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento”, “Estúdio Conceito - arquitetura, urbanismo, planejamento urbano e estudos urbanos” , "Economia criativa e desenvolvimento humano" e “Laboratório Interdisciplinar Sociedades, Ambientes e Territórios”.

 

- GRUPOS DE PESQUISA –

 

NÚCLEO NATAL DO INCT – OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES – Laboratório 1

 

O laboratório do INCT-Observatório das Metrópoles-Núcleo Natal ocupa duas salas (B09 e B14) do 1º piso do LABPLAN, com 70 m2 de área total, sendo composta por bancada para 10 microcomputadores, 02 computadores tipo Workstation, além de pontos de internet fixos e rede sem fio. Além disso, é equipado com dois aparelhos de ar condicionado tipo split, 5 armários altos, 01 bebedouro de torre, 16 cadeiras, e telefone fixo. Os microcomputadores estão todos instalados, sendo 5 deles com capacidade e porte para armazenamento de banco de dados e imagens. Conta com duas impressoras (laser black, laser color) e scanner, 2 laptops; 2 datashows, 1 máquina fotográfica, 1 smart TV. Na área de software, possui 2 licenças do pacote estatístico SPSS 17.0; licença do Qualiquant; 3 licenças do ARc.Gis; utiliza ainda, em parceria com o INPE, os programas Spring e Terraview (recursos livres). Além de bancos de dados georeferenciados próprios às pesquisas, tem acesso aos recursos livres e/ou ainda privativos de pesquisas em curso e as geotecnologias disponíveis na rede nacional do Observatório das Metrópoles - Metrodata, Servidor de mapas e Sisplante. As atividades do laboratório são também apoiadas por uma sala de pesquisa e reunião com mesa, estante, bancadas e rede instalada para 08 micros e 02 salas, menores, de uso privativo dos pesquisadores. A página web do Núcleo Natal está disponível em www.cchla.ufrn.br/rmnatal.

 

GRUPO ESTADO E POLÍTICAS PÚBLICAS - Laboratório 02

Ocupando duas salas (B17 e D17) conta atualmente com 09 microcomputadores com acesso à internet, um notebook, uma máquina fotográfica, uma impressora, telefone e um Datashow, uma Smart TV. Conta com mobiliário completo, com mesas, armários e as salas são dotadas de ar condicionado.

 

GRUPO ESTUDOS RURAIS - Laboratório 03

 

Dispõe de duas salas (B11 e B16) equipadas com condicionador de ar, 06 pontos de acesso à rede de computadores, 06 micros instalados, 01 laptop, 06 mesas para computador, 10 cadeiras, 02 impressoras, mesa de reuniões, 07 estantes com acervo bibliográfico temático (regional, rural, agrícola, meio ambiente, desenvolvimento local, novas ruralidades, política agrícola, política agrária brasileira) totalizando por volta de 626 livros, aproximadamente 1.000 textos sobre o tema rural para consulta e 176 revistas especializadas no tema, além de documentos do projeto RURBANO. Também dispõe de equipamentos para trabalho de campo como: 01 Smart TV, 01 máquina fotográfica e 01 gravador de voz.

 

GRUPO VIOLÊNCIA, TRABALHO E ILEGALISMO - Laboratório 04

 

Localizado na sala D18, dispõe de 04 microcomputadores e 01 laptops distribuídos em bancadas de trabalho, mesa de reunião e mesa de trabalho. Site: www.cidadescontemporaneas.propesq.ufrn.br.

 

GRUPO SOCIEDADE, MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO – SEMAPA – Laboratório 05

Localizado na sala C17, dispõe de 03 microcomputadores distribuídos em bancadas de trabalho, com 01 impressora, 1 smart TV e mesa de reunião e de trabalho. Conta com acervo documental e de vídeos produzidos pelo grupo. Neste espaço estão reunidos os orientandos e bolsistas ligados aos projetos da área de Meio Ambiente, Esportes e Políticas Públicas.

 

GRUPO ESTÚDIO CONCEITO - Laboratório 06

Localizado na sala D13, dispõe de 4 computadores desktop, 1 workstation (para uso de banco de dados), 1 laptops, telefone, conta com acervo documental com cópias físicas de periódicos anteriores ao Portal da Capes (RBPUR, Dados, Novos Estudos Cebrap, Tempo Social, Cadernos Metrópole), publicações referentes à política de habitação e dinâmica imobiliária do período de funcionamento do BNH (relatórios do BNH, Sinduscon, Ademi, CBIC, CEF), cartografia e banco de dados sobre os conjuntos habitacionais em Natal e no Rio Grande do Norte.

 

DESIGUALDADE, DESENVOLVIMENTO E DEMOCRACIA - laboratório 07

Localizado na sala C15, dispõe de 8 computadores desktop, inclusive 1 laptop, banco de dados, biblioteca especializada, 01 Smart TV.

 

GRUPO LABORATÓRIO INTERDISCIPLINAR SOCIEDADES, AMBIENTES E TERRITÓRIOS - Laboratório 08

Dispõe de 02 microcomputadores e 01 laptop distribuídos em bancadas de trabalho e mesa de reunião. 01 Smart TV. 04 Armários. Banco de dados ´digital dos territórios com empreendimentos energéticos renováveis do Rio Grande do Norte. Atualmente ocupa as dependências do LABPLAN com sala própria (B15), no Departamento de Políticas Públicas, do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes da UFRN.

 

LABORATÓRIO DE TREINAMENTO LABPLAN – C9

 

Laboratório de Treinamento em aperfeiçoamento de softwares – com metodologias qualitativas e quantitativas – com foco no corpo discente e docente da pós-graduação, alunos de Iniciação Científica vinculados aos grupos de pesquisa. Conta com bancadas em mármore nas laterais e mesa central, 14 microcomputadores, 14 monitores, 14 nobreaks, 01 Datashow e armários nas bancadas.

 

LABORATÓRIO DE TREINAMENTO GPP– Setor II

 

Destinado preferencialmente às disciplinas de Ateliê de Planejamento e Políticas Públicas do Curso de Graduação, serve também ao PPEUR no que se refere às disciplinas de mestrado que são instrumentais e exigem o uso de laboratório de informática. Está localizado no Bloco I, do setor de Aulas II do CCHLA. Tem 30 microcomputadores, 24 laptops, bancadas compatíveis, armários, impressora, scanner e data show. Conta com funcionário capacitado para conduzir seu funcionamento e viabilizar sua utilização para os alunos de graduação e Pós-Graduação. Neste espaço são oferecidos cursos de extensão e capacitação para os alunos de graduação e pós-graduação, com ênfase no treinamento em sistema de informação geográfica e análise estatística de dados.

 

- SALAS PARA REUNIÕES, AUDITÓRIO E AULAS –

 

O Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais conta com dois auditórios, cada um com 50 poltronas, dotados de modernos equipamento de projeção multimídia (em ambas as salas) e sistema de refrigeração. Nesse espaço, ocorre a realização de seminários, colóquios, conferências, palestras e reuniões expandidas dos grupos de pesquisa, do PPEUR e de outros Programas, quando solicitado. Além dos auditórios, o PPEUR possui uma ampla sala de reuniões e/ou de aulas com capacidade máxima de 25 lugares, onde podem ocorrer reuniões do Colegiado do Curso e atividades menores dos docentes e dos Grupos de Pesquisa vinculados. Há ainda uma Sala Multimeios – de uso do DPP e do PPEUR – onde ocorrem aulas do Programa de Estudos Urbanos e Regionais e a realização de qualificações e defesas, com 20 lugares sentados. Desse modo, o PPEUR conta com vários ambientes próprios para realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão. Para além do LABPLAN, o PPEUR pode solicitar a concessão de Salas de Aula no Setor II da UFRN (a depender da demanda), com salas dotadas de equipamento de projeção e sistema de refrigeração, e dos demais auditórios (cinco ao todo, de vários tamanhos) e espaços do CCHLA (centro ao qual está ligado, inclusive fisicamente).

 

- SALA DOS PROFESSORES –

 

Os professores do DPP/PPEUR possuem salas de trabalho individuais, devidamente mobiliadas (com armários, mesa de trabalho, mesa para reunião e cadeiras), com refrigeração, com computador e acesso à internet, onde podem atender seus orientandos, bolsistas e pesquisadores, sem prejuízo das atividades desenvolvidas em Laboratórios ou nos Grupos de Pesquisa. Tais salas garantem maior permanência do docente no LABPLAN, enriquecendo ainda mais o contato com os alunos e o cotidiano do Programa.

- SALA DE VIDEOCONFERÊNCIA

Em 2019 foi inaugurada uma sala para videoconferência equipada com modernos equipamentos de áudio e vídeo, rigorosamente estruturada para otimizar a utilização, principalmente, durante a participação de professores externos nas bancas de qualificação e defesa. Em 2019 foram realizadas 17 bancas por videoconferência (foram 3 em 2018, e uma em 2017), um procedimento apoiado e incentivado pela Pró-reitora de Pós-graduação da UFRN. As bancas com professores externos, na modalidade presencial, estão sendo aprovadas com a exigência da participação do docente/pesquisador em outras atividades.

 

Além dos recursos de informática disponíveis nos Laboratórios, o prédio do LABPLAN foi estruturado com 65 novos microcomputadores, 07 workstations, locação de quatro impressoras para 5 mil cópias/mês cada – totalizando 73 microcomputadores do tipo desktop à disposição dos laboratórios e salas de professores (cada sala de professor do PPEUR – localizadas no LABPLAN/NAPP, possui um microcomputador tipo desktop).

 

Os pesquisadores estão sempre atualizando seus equipamentos com recursos de pesquisa e/ou ao serem contemplados com editais internos de fortalecimento dos grupos de pesquisa. Em 2019, foram adquiridos 07 computadores do tipo avançado, 01 notebook frutos de editais de pesquisa e/ou recursos oriundos do Fundo de pós-graduação da UFRN (PPG). Essas novas aquisições garantem ampliar e renovar a estrutura disponível para pesquisa, garantindo a continuidade do padrão estabelecido no início do funcionamento do PPEUR.

 

O Programa conta com o apoio de três ambientes de livros e periódicos: a Biblioteca Setorial, a Biblioteca Central e Destaque bibliográfico próprio. BIBLIOTECA SETORIAL ESPECIALIZADA - do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), é coordenada pela Biblioteca Central Zila Mamede - BCZM-UFRN e possui área aproximada de 500 m2 com acervo de 5.258 títulos e 7.162 exemplares nas áreas de Planejamento Urbano, Regional e Políticas Públicas; possui também e duas salas de leitura com 47 lugares e computadores para consulta. O Programa conta com o acesso ao portal de Periódicos da Capes, que dispõe de 37 mil publicações periódicas, 130 bases referenciais, e com serviços de busca do COMUT, oferecidos pela Biblioteca Central para artigos de publicação anterior aos números disponibilizados pelo portal. A biblioteca setorial disponibiliza aos alunos bancadas de trabalho com acesso à internet e ao Portal Capes e mais 03 computadores para consultar o catálogo da biblioteca através do endereço eletrônico: http://www.sigaa.ufrn.br/sigaa/public/home.jsf?aba=p-biblioteca . A página de acesso eletrônico da biblioteca setorial está hospedada no site da Biblioteca Central: www.bczm.ufrn.br/site/setoriais/cchla . A Biblioteca Setorial Especializada é totalmente acessível para portadores de deficiência física. O acervo da BSE-CCHLA é constituído de coleções de livros/documentos no formato impresso e eletrônico. BIBLIOTECA CENTRAL ZILA MAMEDE - possui uma área total de 8.525,29 m2, dotada de diversos espaços de leitura, com 48 cabines de leituras distribuídas em 135,85 m2 e outras 80 cabines, distribuídas em 194,95 m2, mais sete salas climatizadas para estudo em grupo, somando 124,21 m2, e outras áreas abertas para leitura com mesas, dotadas de cobertura wireless. O acervo é protegido eletronicamente, tem acesso informatizado através do sistema SIGAA. Cinco totens e doze computadores estão disponíveis para acesso ao catálogo, e sete computadores estão disponíveis para acesso à internet, mais três computadores que estão disponíveis exclusivamente para o portal de periódicos da Capes. Quanto ao acervo total da BCZM está automatizado no Módulo Biblioteca do SIGAA um total de 114.319 títulos e 404.298 volumes, além de títulos e volumes que ainda não foram trabalhados no sistema automatizado. O material informacional disponível na área de Estudos Urbanos e Regionais, Geografia, Planejamento Urbano e similares, soma 1.629 títulos e 4.340 volumes. Destacando algumas áreas correlatas temos: Planejamento Urbano e Regional: 227 títulos e 577 volumes, Sociologia Urbana: 170 títulos e 458 volumes, Geografia Urbana: 23 títulos e 75 volumes, Urbanização e Cidades: 27 títulos e 56 volumes, Cidades: 202 títulos e 496 volumes, Políticas Sociais: 263 títulos e 877 volumes, Habitação: 163 títulos e 301 volumes, Sociologia Rural: 51 títulos e 118 volumes, Meio Ambiente: 432 títulos e 1.146 volumes, entre outras áreas disponíveis. O LABPLAN também dispõe de espaço para livros e periódicos do PPEUR e de grupos de pesquisa que disponibilizaram os volumes para consulta; a Sala de Livros do LABPLAN (Destaque bibliográfico do sistema de bibliotecas da UFRN) está em conclusão com o processo de montagem e os quase 1.500 livros e revistas em processo de catalogação. Assim que estiver pronta, estará aberta aos discentes e docentes para consulta. O espaço, que tem supervisão de bibliotecária da UFRN, é integrado ao sistema de bibliotecas da instituição.

 

 Contatos

 

E-mail: ppeur2@cchla.ufrn.br/ppeur.ufrn@gmail.com

Telefone (84)3342-2224 ramal 404

Whatsapp +55 84 99229-6515

 

 

 

Objetivo do curso/perfil do egresso a ser formado

 

O objetivo do programa é tratar das dinâmicas urbanas, regionais e de territórios rurais, com foco nos efeitos decorrentes do planejamento e da implementação das Políticas Públicas, com ou sem a mediação do terceiro setor e a intervenção da iniciativa privada. Investigar os temas relativos à cidade, à região, ao território rural e às políticas públicas, considerando os seus problemas e os seus contextos nas variadas escalas em que estão inseridos (nacional, regional, local, urbana, intraurbana) e adotando abordagens interdisciplinares, é matéria de suma importância na consideração dos processos de formação e implementação das políticas públicas.

A análise das dinâmicas urbanas e regionais busca considerar múltiplas escalas, abordagens e problemas. A crescente desigualdade social e econômica, seus rebatimentos territoriais, a segregação espacial e a exclusão social, no contexto da globalização com intenso desenvolvimento econômico e de suas sistemáticas crises, são temas de interesse do programa. As cidades (e suas redes), as regiões e as áreas metropolitanas estão sujeitas a tal dinâmica do desenvolvimento desigual. A espoliação e a marginalidade no campo e na cidade são também de particular interesse para a constituição de políticas públicas e processos de decisão mais justos.

A produção do espaço citadino e metropolitano, considerando agentes e atores envolvidos, é de particular interesse para o programa. Questões ambientais, sociais, econômicas e políticas devem considerar a inserção global dos lugares. A relação global-local articula estratégias do empreendedorismo urbano, influencia o planejamento público e as rotinas do cotidiano dos cidadãos/ãs e é determinante para a sua inserção no mercado e no mercado de trabalho. A emergência de novos campos de trabalho relacionados ao contexto de desenvolvimento da atual fase da globalização deve ser foco de discussão e pesquisa. Aqui estão incluídas as discussões sobre a inovação, sobre as cidades criativas, sobre o planejamento estratégico, sobre os agronegócios, sobre as energias alternativas (e até mesmo no fortalecimento de formas tradicionais de geração de energia com base nos combustíveis fósseis), sobre os grandes projetos urbanos, sobre os grandes projetos infraestruturais (em particular no setor de transportes e viário), sobre a gentrificação (ou enobrecimento) urbana, entre outros.

Na área de estudos urbanos e regionais atuam administradores, arquitetos, demógrafos, economistas, geógrafos, cientistas sociais, entre outros profissionais. Neste programa, como já relatado, o objetivo é tratar das dinâmicas urbanas e regionais com uma preocupação nos benefícios que podem advir das políticas públicas de governo e do terceiro setor. Assim, há tanto uma preocupação com as discussões relativas à cidade e ao contexto regional, seus problemas e variadas escalas, como também com os processos de formação e implementação das políticas públicas. O curso tem por foco formar profissionais que atuem tanto na academia, em particular em pesquisa e ensino, como nas instituições públicas e do terceiro setor, em pesquisa, formulação e implementação de projetos. No mercado, esses profissionais poderão também atuar em empresas de consultoria e de planejamento. O curso tem por foco formar profissionais que atuem tanto na academia, exercendo atividades de docência e pesquisa, como nas instituições públicas e do terceiro setor, por meio de empresas de consultoria e de planejamento. Em ambos os espaços, poderão se dedicar à pesquisa, formulação e implementação de projetos nas áreas de desenvolvimento regional, territorial e urbano, políticas públicas e análises setoriais.

 

ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO:

 

Dinâmicas urbanas e regionais

Gestão de políticas públicas

 

 

Dinâmicas urbanas e regionais

 

O contexto urbano e regional. Território e Políticas territoriais, urbanas, sociais, culturais e ambientais. As dinâmicas econômicas, sociais, culturais e ambientais. A dinâmica e a desigualdade do trabalho e do emprego no campo e na cidade. A precarização do trabalho no campo e na cidade. Desenvolvimento e desigualdade socioespacial. A cidade e o campo no contexto regional. Cidades em rede e rede de cidades. A cidade e a metrópole. As cidades criativas e a economia da cultura. As cidades e a sustentabilidade. As áreas metropolitanas. Desenvolvimento contemporâneo, segregação e marginalidade urbana. Pobreza urbana e habitação de interesse social. A política, a gestão e as políticas públicas urbanas, sociais, culturais, ambientais e regionais. A Socioeconomia e o mundo do trabalho.

 

Linhas de Pesquisa

 

Cidades e dinâmica urbana

 

Análise dos aspectos sociais, culturais, políticos e econômicos relativos à produção do espaço da cidade e das áreas metropolitanas. Redes urbanas, cidades médias e cidades globais. Cidades, metrópoles e sustentabilidade. Qualidade de vida e desenvolvimento urbano. O ócio e o lazer. As cidades criativas, os espaços públicos e a economia da cultura. Pobreza, exclusão social e segregação socioespacial. As desigualdades sociais e regionais e os problemas urbanos. A cidade (i)legal, (ir)regular e (in)formal. Produção imobiliária, mercado e desenvolvimento urbano. Habitação de interesse social. Direitos, trabalho e cidadania. A metrópole como centro do poder econômico e político. A globalização, a cultura e o empreendedorismo urbano. O planejamento estratégico de cidades. Gestão e instrumentos do Planejamento Urbano. A cidaderegião e a cidade policêntrica.

 

Espaços rurais e dinâmicas territoriais

 

Dinâmicas regionais e territórios rurais. Desenvolvimento local e relações cidade/campo. Instituições prevalecentes e políticas públicas nos territórios. Novas ruralidades nos territórios. Questão agrária. Estudo das áreas reformadas e novas dinâmicas sociopolíticas. Organização e desenvolvimento de assentamentos rurais. Movimentos sociais no meio rural. Conflitos socioambientais e políticos. Práticas rurais em espaços urbanos e periurbanos. Modernização e multifuncionalidade dos espaços rurais. Cooperativismo, associativismo e outras organizações econômicas nos territórios. Relações de gênero e geracionais. Identidades e memória nos espaços ruais. Ocupações, emprego e renda nos territórios. Trabalho precário, ilegal e ilícito, continuidade e novas configurações do mercado de trabalho nos territórios.

Gestão de políticas públicas

 

As políticas públicas como objeto de estudo. Democracia e representação. Democracia: deliberativa, associativa e participativa. Cidadania, participação (política, social e popular) e accountability. Governo, governança democrática e governabilidade. Modelos de Análise de Políticas Públicas. A gestão de políticas públicas, sociais, urbanas, culturais, ambientais, territoriais e regionais. Atores sociais e políticos e a governança. O planejamento estatal. A construção e a implementação das políticas públicas e os processos de decisão. Monitoramento e avaliação de políticas públicas, transparência e controle social. Relações entre Estado e sociedade civil. Redes de políticas públicas. Gestão social.

 

Linhas de Pesquisa

 

Estado e políticas públicas

 

 As transformações do Estado contemporâneo. Democracia, justiça e inclusão social. Modelos de análises de políticas públicas. Estado, instituições e processos de decisão. As políticas públicas econômicas, sociais e territoriais. As formas de planejamento, gestão e organização institucional. A democratização da ação estatal. Governança, cidadania e participação. Atores sociais e gestão pública. As políticas públicas setoriais. Descentralização, relações intergovernamentais e as políticas públicas. A promoção do desenvolvimento social e sustentável nas esferas nacional, regional e local. Políticas sociais e cidadania. Representação, controle social e accountability.

 

Sociedade, ambiente e desenvolvimento

 

Relações sociedade e ambiente com base em princípios de sustentabilidade, equilíbrio, adaptação e sua interface com o desenvolvimento regional e as políticas públicas. Questões socioambientais contemporâneas, de sustentabilidade e políticas públicas. Riscos, vulnerabilidade e resiliência. Gestão ambiental e os territórios rurais e urbanos. Cidades, metrópoles e sustentabilidade. Alternativas energética e hídrica. Identidade e percepção socioambiental. Participação e movimentos socioambientais. População e meio ambiente. Governança ambiental. Mudanças climáticas, desastres e as dimensões Humanas. Mudanças climáticas, desastres e as dimensões humanas. Socioeconomia e política ambiental. Crescimento e descrescimento. Interdisciplinaridade e ciências humanas e sociais

 

 

Do Corpo Docente

Professores Permanentes

 

Ana Patrícia Dias

Cientista Social - UFRN

Mestre em Ciências Sociais - UFRN

Doutorado em Sociologia - UFPB.

E-mail: anapatricia dias@yahoo.com.br

Linha de pesquisa: Estado e Políticas Públicas

 

Anderson Cristopher dos Santos

Graduado em Ciências Sociais - UFRN

Mestre em Ciências Sociais - UFRN

Doutor em Ciências Sociais - UFRN

E-mail: andersoncs1984@gmail.com

Linha de pesquisa: Estado e Políticas Públicas

 

Ângela Lúcia de Araújo Ferreira

Arquiteta e Urbanista -UnB

Doutora em Geografia, Universitat de Barcelona,Espanha

E-mail: angela@ct.ufrn.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Alexsandro Ferreira Cardoso da Silva

Arquiteto Urbanista -UFRN

Mestre em Arquitetura e Urbanismo -UFRN

Doutorem Arquitetura e Urbanismo -UFRN

E-mail: alexsandroferreira@hotmail.com

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Cláudio Roberto de Jesus

Cientista Social - UFMG

Mestres em Economia Social e do Trabalho- UNICAMP

Doutor em Geografia - UFMG

E-mail: claudiorobertojesus@gmail.com

Linha de Pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Fábio Fonseca Figueiredo

Bacharel em Ciências Econômicas - UFRN

Mestre em Educação Brasileira - UFC

Mestre em Geografia Humana - Universidade de Barcelona/Espanha Doutor em Geografia Humana - Universidade de Barcelona/Espanha

E-mail: ffabiof@yahoo.com

Linha de Pesquisa: Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento

 

Flávio Henrique Miranda de A. Freire

Estatístico - UFRN

Mestre em Demografia - UFMG

Doutor em Demografia -UFMG

E-mail: fhfreire@ccet.ufrn.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Joana Tereza Vaz de Moura

Administradora - UFL

Mestre em Ciências Sociais: Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade -UFRRJ Doutora em Ciência Política -UFGRS

Estagio pós-doutoral em sociologia, na New York University-NYU

E-mail :joanatereza@gmail.com

Linha de Pesquisa: Espaços Rurais e Dinâmicas Territoriais

 

José Gomes Ferreira

Licenciado em Sociologia – Universidade de Lisboa

mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação – Universidade de Lisboa

doutorado em Ciências Sociais, especialidade de Sociologia – Universidade de Lisboa

e-mail: jose.ferreira@outlook.com

Linha de Pesquisa: Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento

 

Lindijane de Souza Bento Almeida

Cientista Social -UFRN

Mestre em Ciências Sociais -UFRN

Doutora em Ciências Sociais -UFRN

E-mail: almeida.lindijane@gmail.com

Linha de Pesquisa: Estado e Políticas Públicas.

 

Márcio Moraes Valença

Arquiteto Urbanista -UFPE

Mestre em Estudos Urbanos e Regionais - University of Sussex, Inglaterra

Doutor em Estudos Urbanos e Regionais - Universidade de Sussex,Inglaterra

Estágio pós-doutoral - The London School of Economics and Political Science, Inglaterra

Pós-doutoramento: no SOAS - University of London e no The Graduate Center - City University of New York

E-mail: marciovalenca@ufrnet.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Maria do Livramento M. Clementino

Economista - UFRN e Cientista Social -UFRN

Mestre em Sociologia -UNICAMP

Doutora em Economia -UNICAMP

Estágio pós-doutoral realizado na Université Lumière,França

E-mail: clement@ufrnet.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Maria Dulce Picanço Bentes Sobrinha

Arquiteta Urbanista -UFRN

Mestre em Planejamento Urbano e Regional - UFGRS Doutora em Arquitetura e Urbanismo -USP

E- maikdulcebentes@uol.com.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

(Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo)

 

Rita de Cassia da Conceição Gomes

Graduada em Geografia - UFRN

Mestrado em Geografia - UFPE

Doutorado em Geografia - UNESP

Pós-doutorado pela Universidade do Porto - Portugal

Rodrigo Figueiredo Suassuna

Bacharel em Relações Internacionais - UNB

Mestre em Sociologia - UNB

Doutor em Sociologia - UNB

Estágio doutoral na Bentley University, EUA.

Sandra Cristina Gomes

Cientista Política -USP

Mestre em Ciência Política -USP

MA em Latin American Studies-University of London, Inglaterra Doutora em Ciência Política -USP Estágio pós-doutoral- Centro de Estudos da Metrópole/CEBRAP E-mail: gomes-sandra@uol.com.br

Linha de pesquisa: Estado e Políticas Públicas

 

Sara Raquel Fernandes Queiroz de Medeiros

Licenciada em Geografia - UFRN

Mestre em Ciências Sociais - UFRN

Doutora em Arquitetura e Urbanismo - UFRN

Estágio Sanduíche na Universidade de Lisboa - Portugal

e-mail: saramedeiros@ufrnet.br

Linha de pesquisa: Cidades e Dinâmica Urbana

 

Winifred Knox

Serviço Social/UFRJ

Especialização em Filosofia/UFRN

Mestre em Sociologia- IFCS/UFRJ

Doutora em Ciências Sociais - UFRN

E-mail: winknox@hotmail.com

Linha de pesquisa: Espaços Rurais e Dinâmicas Territoriais

 

Zoraide Souza Pessoa

Ciências Sociais - UFRN

Especialização em Demografia - UFRN

Mestre em Ciências Sociais - UFRN

Doutora em Ambiente e Sociedade - UNICAMP

E-mail: zoraidesp@gmail.com

Linha de pesquisa: Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento

 

Professore colaborador

Robério Paulino Rodrigues

Economista -USP

Doutor em História Econômica - USP

E-mail: robs@uol.com.br

Linha de pesquisa: Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento

 

 Descrição sintética do esquema de oferta de curso

 

Os cursos de mestrado (já existente) e de doutorado (proposto) serão integrados. No primeiro semestre, será oferecida uma disciplina obrigatória geral: • PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO E METODOLOGIA DE PESQUISA (4 créditos/60 horas) •

Esta disciplina não permite matrícula de alunos especiais.

No segundo semestre, o aluno poderá escolher uma de quatro disciplinas obrigatórias, de acordo com o seu enquadramento nas linhas de pesquisa:

• ABORDAGENS SOBRE CIDADES E DINÂMICA URBANA (4 créditos/60 horas) •

• CONCEPÇÕES DE ESTADO E POLÍTICAS PÚBLICAS (4 créditos/60 horas) •

• SOCIOECONOMIA DO MEIO AMBIENTE E POLÍTICA AMBIENTAL (4 créditos/60 horas) •

• DINÂMICAS TERRITORIAIS E NOVAS RURALIDADES (4 créditos/60 horas) •

O discente poderá pagar uma dessas disciplinas como obrigatória e outra(s) como eletiva(s), se for de seu interesse.

Há também um elenco de 18 disciplinas eletivas (e mais três Tópicos Especiais), entre as quais o aluno poderá fazer sua escolha, cursando mais 18 créditos (270 horas).

Os alunos do PPEUR egressos do próprio programa (no caso, do mestrado) terão todos os créditos aproveitados, desde que estes tenham sido cursados nos últimos 5 anos. Créditos obtidos em outros

programas podem ser aproveitados a depender do parecer do orientador do discente no PPEUR e análise da Coordenação. O colegiado poderá ser ouvido sobre a questão.

Relação das disciplinas eletivas:

Disciplinas existentes no Programa, desde a sua criação:

• Democracia, poder local e participação (3 créditos, 45h/a)

• Globalização, trabalho e sociedade em transformação (45h/a)

• Instituições políticas e políticas públicas no Brasil (45h/a)

• Políticas públicas e desenvolvimento regional (45h/a)

• Multifuncionalidades e novas ruralidades (45h/a)

• Cidades, estratégia e projetos (45h/a)

• Desigualdades sociais, exclusão social e segregação sócio-espacial (45h/a)

• Habitação em perspectiva internacional comparada (45h/a)

• Tópicos especiais I (1 crédito, 15h/a)

• Tópicos especiais II (2 créditos, 30/ha)

• Tópicos especiais III (3 créditos, 45/ha)

As ementas e bibliografias das disciplinas existentes foram revisadas.

Disciplinas adicionais propostas:

• Cidades criativas e economia da cultura (45h/a)

Cidade, trabalho e cidadania (45h/a)

• Capitalismo e urbanização no Brasil (45h/a)

• Políticas sociais e acesso a direitos (45h/a)

• Cidades, resiliência e sustentabilidade (45h/a)

• Concepções de teoria social e ambiental (45h/a)

• Meio ambiente e novas estratégias de desenvolvimento regional (45h/a)

• Poder, política e participação na formação dos territórios (45h/a)

• Instituições e desenvolvimento regional (45h/a)

• Questão agrária e conflitos socioambientais (45h/a)

No doutorado, o total de créditos é de 26 (390 horas), ou seja, 8 créditos (120 horas) em disciplinas obrigatórias e 18 créditos (270 horas) em disciplinas eletivas.

Há 4 (quatro) ATIVIDADES OBRIGATÓRIAS para o doutorado, que não contabilizam créditos ou carga horária:

• Qualificação: deve ser realizada até o 20o mês do programa. Preferencialmente, a qualificação deve ser realizada o mais cedo possível, a depender do progresso de cada discente.

• Qualificação de pré-defesa. Deve ser realizada no último ano do programa e até seis meses antes da defesa. A tese deve estar em estado adiantado de elaboração.

• Seminário de tese. Estes seminários serão integradores do corpo discente (tanto do mestrado, como do DOUTORADO) e serão realizados semestralmente, sob a responsabilidade da Coordenação ou

de professores designados para este fim. No seminário, as/os discentes terão de apresentar e relatar o progresso de suas dissertações e teses. O doutorando terá de participar de pelo menos 2

seminários, ao longo do tempo de realização do Programa.

• Tese. O curso de doutorado será concluído pelo discente, após integralização dos créditos e realização das atividades obrigatórias, com a defesa final de sua tese

 

 

Estrutura Física

 

- INFRAESTRUTURA DE QUALIDADE -

A estrutura do PPEUR é fruto de dois editais do CT-INFRA/FINEP (Edital 1 e 3) e investimentos do programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), que abriga as atividades administrativas e acadêmicas do Núcleo Avançado de Políticas Públicas, do curso de Graduação em Gestão de Políticas Públicas e suporte aos grupos de pesquisas e seus laboratórios. O Edifício, concluído em 2014, possui quatro pavimentos, com 1.920 metros quadrados, com amplas salas individuais para todos os professores, salas duplas para cada grupo de pesquisa, salas triplas para laboratório, sala de multimeios, sala de leitura para alunos de pós-graduação, sala de reuniões da pós, salas administrativas para a Secretaria do PPEUR, coordenador do PPEUR, sala de estudos para os alunos do PPEUR, chefia do DPP, secretaria do DPP, coordenação do GPP, secretaria do GPP, 2 auditórios de 50 lugares cada, além de um terceiro com 20 lugares, wcs, depósitos. É totalmente equipado com condicionadores de ar, cortinas, mesas de trabalho coletivas e individuais, computadores, sistema de lógica e telefonia, cadeiras confortáveis, data-shows etc.

 

LABORATÓRIOS

- LABPLAN -

 

O Laboratório de Planejamento Urbano e Regional – LABPLAN dispõe de espaços para alocação do Departamento de Políticas Públicas (DPP) e do Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais (PPEUR), contando com mobiliário e recursos de informática. O LABPLAN foi pensado ainda em 2008 como estratégia fundamental de consolidação do DPP e do PPEUR na UFRN, a partir do esforço de um grupo de pesquisadores interessados na formação e consolidação de um Mestrado e Doutorado na área de Estudos Urbanos e Regionais. Para tanto, foram solicitados recursos ao CT-INFRA, ao REUNI e à própria UFRN para execução do Projeto LABPLAN, com obras finalizadas.

Desse modo, a infraestrutura administrativa, os Laboratórios e os Grupos de Pesquisa existentes estão acomodados em suas novas dependências, assim como o Núcleo Avançado de Políticas Públicas (NAPP), salas de estudos, sala de professores, auditórios e salas de apoio – em um total de 1.920,00m2 de área. Abaixo descrevemos a atual configuração dos demais laboratórios de pesquisa acolhidos no NAPP e no LABPLAN.

O LABPLAN acolhe os sete grupos de pesquisa e seus laboratórios – “Estudos Rurais”, “Estado e Políticas Públicas”, “Violência, Trabalho e Ilegalismo”, “Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento”, “Estúdio Conceito - arquitetura, urbanismo, planejamento urbano e estudos urbanos” , "Economia criativa e desenvolvimento humano" e “Laboratório Interdisciplinar Sociedades, Ambientes e Territórios”.

 

- GRUPOS DE PESQUISA –

 

NÚCLEO NATAL DO INCT – OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES – Laboratório 1

 

O laboratório do INCT-Observatório das Metrópoles-Núcleo Natal ocupa duas salas (B09 e B14) do 1º piso do LABPLAN, com 70 m2 de área total, sendo composta por bancada para 10 microcomputadores, 02 computadores tipo Workstation, além de pontos de internet fixos e rede sem fio. Além disso, é equipado com dois aparelhos de ar condicionado tipo split, 5 armários altos, 01 bebedouro de torre, 16 cadeiras, e telefone fixo. Os microcomputadores estão todos instalados, sendo 5 deles com capacidade e porte para armazenamento de banco de dados e imagens. Conta com duas impressoras (laser black, laser color) e scanner, 2 laptops; 2 datashows, 1 máquina fotográfica, 1 smart TV. Na área de software, possui 2 licenças do pacote estatístico SPSS 17.0; licença do Qualiquant; 3 licenças do ARc.Gis; utiliza ainda, em parceria com o INPE, os programas Spring e Terraview (recursos livres). Além de bancos de dados georeferenciados próprios às pesquisas, tem acesso aos recursos livres e/ou ainda privativos de pesquisas em curso e as geotecnologias disponíveis na rede nacional do Observatório das Metrópoles - Metrodata, Servidor de mapas e Sisplante. As atividades do laboratório são também apoiadas por uma sala de pesquisa e reunião com mesa, estante, bancadas e rede instalada para 08 micros e 02 salas, menores, de uso privativo dos pesquisadores. A página web do Núcleo Natal está disponível em www.cchla.ufrn.br/rmnatal.

 

GRUPO ESTADO E POLÍTICAS PÚBLICAS - Laboratório 02

Ocupando duas salas (B17 e D17) conta atualmente com 09 microcomputadores com acesso à internet, um notebook, uma máquina fotográfica, uma impressora, telefone e um Datashow, uma Smart TV. Conta com mobiliário completo, com mesas, armários e as salas são dotadas de ar condicionado.

 

GRUPO ESTUDOS RURAIS - Laboratório 03

 

Dispõe de duas salas (B11 e B16) equipadas com condicionador de ar, 06 pontos de acesso à rede de computadores, 06 micros instalados, 01 laptop, 06 mesas para computador, 10 cadeiras, 02 impressoras, mesa de reuniões, 07 estantes com acervo bibliográfico temático (regional, rural, agrícola, meio ambiente, desenvolvimento local, novas ruralidades, política agrícola, política agrária brasileira) totalizando por volta de 626 livros, aproximadamente 1.000 textos sobre o tema rural para consulta e 176 revistas especializadas no tema, além de documentos do projeto RURBANO. Também dispõe de equipamentos para trabalho de campo como: 01 Smart TV, 01 máquina fotográfica e 01 gravador de voz.

 

GRUPO VIOLÊNCIA, TRABALHO E ILEGALISMO - Laboratório 04

 

Localizado na sala D18, dispõe de 04 microcomputadores e 01 laptops distribuídos em bancadas de trabalho, mesa de reunião e mesa de trabalho. Site: www.cidadescontemporaneas.propesq.ufrn.br.

 

GRUPO SOCIEDADE, MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO – SEMAPA – Laboratório 05

Localizado na sala C17, dispõe de 03 microcomputadores distribuídos em bancadas de trabalho, com 01 impressora, 1 smart TV e mesa de reunião e de trabalho. Conta com acervo documental e de vídeos produzidos pelo grupo. Neste espaço estão reunidos os orientandos e bolsistas ligados aos projetos da área de Meio Ambiente, Esportes e Políticas Públicas.

 

GRUPO ESTÚDIO CONCEITO - Laboratório 06

Localizado na sala D13, dispõe de 4 computadores desktop, 1 workstation (para uso de banco de dados), 1 laptops, telefone, conta com acervo documental com cópias físicas de periódicos anteriores ao Portal da Capes (RBPUR, Dados, Novos Estudos Cebrap, Tempo Social, Cadernos Metrópole), publicações referentes à política de habitação e dinâmica imobiliária do período de funcionamento do BNH (relatórios do BNH, Sinduscon, Ademi, CBIC, CEF), cartografia e banco de dados sobre os conjuntos habitacionais em Natal e no Rio Grande do Norte.

 

DESIGUALDADE, DESENVOLVIMENTO E DEMOCRACIA - laboratório 07

Localizado na sala C15, dispõe de 8 computadores desktop, inclusive 1 laptop, banco de dados, biblioteca especializada, 01 Smart TV.

 

GRUPO LABORATÓRIO INTERDISCIPLINAR SOCIEDADES, AMBIENTES E TERRITÓRIOS - Laboratório 08

Dispõe de 02 microcomputadores e 01 laptop distribuídos em bancadas de trabalho e mesa de reunião. 01 Smart TV. 04 Armários. Banco de dados ´digital dos territórios com empreendimentos energéticos renováveis do Rio Grande do Norte. Atualmente ocupa as dependências do LABPLAN com sala própria (B15), no Departamento de Políticas Públicas, do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes da UFRN.

 

LABORATÓRIO DE TREINAMENTO LABPLAN – C9

 

Laboratório de Treinamento em aperfeiçoamento de softwares – com metodologias qualitativas e quantitativas – com foco no corpo discente e docente da pós-graduação, alunos de Iniciação Científica vinculados aos grupos de pesquisa. Conta com bancadas em mármore nas laterais e mesa central, 14 microcomputadores, 14 monitores, 14 nobreaks, 01 Datashow e armários nas bancadas.

 

LABORATÓRIO DE TREINAMENTO GPP– Setor II

 

Destinado preferencialmente às disciplinas de Ateliê de Planejamento e Políticas Públicas do Curso de Graduação, serve também ao PPEUR no que se refere às disciplinas de mestrado que são instrumentais e exigem o uso de laboratório de informática. Está localizado no Bloco I, do setor de Aulas II do CCHLA. Tem 30 microcomputadores, 24 laptops, bancadas compatíveis, armários, impressora, scanner e data show. Conta com funcionário capacitado para conduzir seu funcionamento e viabilizar sua utilização para os alunos de graduação e Pós-Graduação. Neste espaço são oferecidos cursos de extensão e capacitação para os alunos de graduação e pós-graduação, com ênfase no treinamento em sistema de informação geográfica e análise estatística de dados.

 

- SALAS PARA REUNIÕES, AUDITÓRIO E AULAS –

 

O Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais conta com dois auditórios, cada um com 50 poltronas, dotados de modernos equipamento de projeção multimídia (em ambas as salas) e sistema de refrigeração. Nesse espaço, ocorre a realização de seminários, colóquios, conferências, palestras e reuniões expandidas dos grupos de pesquisa, do PPEUR e de outros Programas, quando solicitado. Além dos auditórios, o PPEUR possui uma ampla sala de reuniões e/ou de aulas com capacidade máxima de 25 lugares, onde podem ocorrer reuniões do Colegiado do Curso e atividades menores dos docentes e dos Grupos de Pesquisa vinculados. Há ainda uma Sala Multimeios – de uso do DPP e do PPEUR – onde ocorrem aulas do Programa de Estudos Urbanos e Regionais e a realização de qualificações e defesas, com 20 lugares sentados. Desse modo, o PPEUR conta com vários ambientes próprios para realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão. Para além do LABPLAN, o PPEUR pode solicitar a concessão de Salas de Aula no Setor II da UFRN (a depender da demanda), com salas dotadas de equipamento de projeção e sistema de refrigeração, e dos demais auditórios (cinco ao todo, de vários tamanhos) e espaços do CCHLA (centro ao qual está ligado, inclusive fisicamente).

 

- SALA DOS PROFESSORES –

 

Os professores do DPP/PPEUR possuem salas de trabalho individuais, devidamente mobiliadas (com armários, mesa de trabalho, mesa para reunião e cadeiras), com refrigeração, com computador e acesso à internet, onde podem atender seus orientandos, bolsistas e pesquisadores, sem prejuízo das atividades desenvolvidas em Laboratórios ou nos Grupos de Pesquisa. Tais salas garantem maior permanência do docente no LABPLAN, enriquecendo ainda mais o contato com os alunos e o cotidiano do Programa.

- SALA DE VIDEOCONFERÊNCIA

Em 2019 foi inaugurada uma sala para videoconferência equipada com modernos equipamentos de áudio e vídeo, rigorosamente estruturada para otimizar a utilização, principalmente, durante a participação de professores externos nas bancas de qualificação e defesa. Em 2019 foram realizadas 17 bancas por videoconferência (foram 3 em 2018, e uma em 2017), um procedimento apoiado e incentivado pela Pró-reitora de Pós-graduação da UFRN. As bancas com professores externos, na modalidade presencial, estão sendo aprovadas com a exigência da participação do docente/pesquisador em outras atividades.

 

Além dos recursos de informática disponíveis nos Laboratórios, o prédio do LABPLAN foi estruturado com 65 novos microcomputadores, 07 workstations, locação de quatro impressoras para 5 mil cópias/mês cada – totalizando 73 microcomputadores do tipo desktop à disposição dos laboratórios e salas de professores (cada sala de professor do PPEUR – localizadas no LABPLAN/NAPP, possui um microcomputador tipo desktop).

 

Os pesquisadores estão sempre atualizando seus equipamentos com recursos de pesquisa e/ou ao serem contemplados com editais internos de fortalecimento dos grupos de pesquisa. Em 2019, foram adquiridos 07 computadores do tipo avançado, 01 notebook frutos de editais de pesquisa e/ou recursos oriundos do Fundo de pós-graduação da UFRN (PPG). Essas novas aquisições garantem ampliar e renovar a estrutura disponível para pesquisa, garantindo a continuidade do padrão estabelecido no início do funcionamento do PPEUR.

 

O Programa conta com o apoio de três ambientes de livros e periódicos: a Biblioteca Setorial, a Biblioteca Central e Destaque bibliográfico próprio. BIBLIOTECA SETORIAL ESPECIALIZADA - do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), é coordenada pela Biblioteca Central Zila Mamede - BCZM-UFRN e possui área aproximada de 500 m2 com acervo de 5.258 títulos e 7.162 exemplares nas áreas de Planejamento Urbano, Regional e Políticas Públicas; possui também e duas salas de leitura com 47 lugares e computadores para consulta. O Programa conta com o acesso ao portal de Periódicos da Capes, que dispõe de 37 mil publicações periódicas, 130 bases referenciais, e com serviços de busca do COMUT, oferecidos pela Biblioteca Central para artigos de publicação anterior aos números disponibilizados pelo portal. A biblioteca setorial disponibiliza aos alunos bancadas de trabalho com acesso à internet e ao Portal Capes e mais 03 computadores para consultar o catálogo da biblioteca através do endereço eletrônico: http://www.sigaa.ufrn.br/sigaa/public/home.jsf?aba=p-biblioteca . A página de acesso eletrônico da biblioteca setorial está hospedada no site da Biblioteca Central: www.bczm.ufrn.br/site/setoriais/cchla . A Biblioteca Setorial Especializada é totalmente acessível para portadores de deficiência física. O acervo da BSE-CCHLA é constituído de coleções de livros/documentos no formato impresso e eletrônico. BIBLIOTECA CENTRAL ZILA MAMEDE - possui uma área total de 8.525,29 m2, dotada de diversos espaços de leitura, com 48 cabines de leituras distribuídas em 135,85 m2 e outras 80 cabines, distribuídas em 194,95 m2, mais sete salas climatizadas para estudo em grupo, somando 124,21 m2, e outras áreas abertas para leitura com mesas, dotadas de cobertura wireless. O acervo é protegido eletronicamente, tem acesso informatizado através do sistema SIGAA. Cinco totens e doze computadores estão disponíveis para acesso ao catálogo, e sete computadores estão disponíveis para acesso à internet, mais três computadores que estão disponíveis exclusivamente para o portal de periódicos da Capes. Quanto ao acervo total da BCZM está automatizado no Módulo Biblioteca do SIGAA um total de 114.319 títulos e 404.298 volumes, além de títulos e volumes que ainda não foram trabalhados no sistema automatizado. O material informacional disponível na área de Estudos Urbanos e Regionais, Geografia, Planejamento Urbano e similares, soma 1.629 títulos e 4.340 volumes. Destacando algumas áreas correlatas temos: Planejamento Urbano e Regional: 227 títulos e 577 volumes, Sociologia Urbana: 170 títulos e 458 volumes, Geografia Urbana: 23 títulos e 75 volumes, Urbanização e Cidades: 27 títulos e 56 volumes, Cidades: 202 títulos e 496 volumes, Políticas Sociais: 263 títulos e 877 volumes, Habitação: 163 títulos e 301 volumes, Sociologia Rural: 51 títulos e 118 volumes, Meio Ambiente: 432 títulos e 1.146 volumes, entre outras áreas disponíveis. O LABPLAN também dispõe de espaço para livros e periódicos do PPEUR e de grupos de pesquisa que disponibilizaram os volumes para consulta; a Sala de Livros do LABPLAN (Destaque bibliográfico do sistema de bibliotecas da UFRN) está em conclusão com o processo de montagem e os quase 1.500 livros e revistas em processo de catalogação. Assim que estiver pronta, estará aberta aos discentes e docentes para consulta. O espaço, que tem supervisão de bibliotecária da UFRN, é integrado ao sistema de bibliotecas da instituição.

 

 Contatos

 

E-mail: ppeur2@cchla.ufrn.br/ppeur.ufrn@gmail.com

Telefone (84)3342-2224 ramal 404

Whatsapp +55 84 99229-6515

 

 


Endereço Alternativo


Coordenação do Programa

  • - SARA RAQUEL FERNANDES QUEIROZ DE MEDEIROS

    Telefone/Ramal: Nenhum conteúdo disponível até o momento

    Telefone/Ramal 2: Nenhum conteúdo disponível até o momento

    E-mail: ppeur.ufrn@gmail.com

  • - ZORAIDE SOUZA PESSOA

    Telefone/Ramal: Nenhum conteúdo disponível até o momento

    Telefone/Ramal 2: Nenhum conteúdo disponível até o momento

    E-mail: ppeur.ufrn@gmail.com

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao