Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDERSON LEONARDO DE CASTRO SEABRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDERSON LEONARDO DE CASTRO SEABRA
DATA : 08/06/2017
HORA: 16:00
LOCAL: Auditório I, DPP/Labplan
TÍTULO:

O lugar da Comida de Rua na cidade de Natal/RN: uma análise do ciclo econômico da Comida de Rua sob a ótica da Economia Criativa


PALAVRAS-CHAVES:

Comida de Rua, Cultura, Economia Criativa, Natal/RN, Politicas Públicas.


PÁGINAS: 77
RESUMO:

A Comida de Rua é um fenômeno urbano vigoroso, de grande impacto social, econômico e cultural, e, que envolve diretamente uma quantidade de pessoas tão abundante, entre produtores e consumidores, que não deve ser ignorada. Ao que parece, é uma atividade econômica que dependendo de como é vista, por quem é conduzida, e, quais lógicas econômicas, sociais e políticas estão atreladas a sua existência, tem o potencial de ser apoiada ou rejeitada. Deste modo, entende-se que a sua dinâmica depende de fatores contextuais que a serem estudados para sua melhor compreensão. De pesquisas e reflexões prévias a respeito da Economia Criativa e Setores Criativos, com mais profundidade no Brasil, se presume que a Comida de Rua, é uma atividade que também pode ser compreendida como parte desse campo. Sendo assim, o objetivo principal deste trabalho é refletir sobre o ciclo econômico de Comida de Rua na cidade de Natal/RN, a partir da Políticas Públicas de fomento a Economia Criativa no país. Portanto, nesse contexto de sua recente valorização e do seu fortalecimento enquanto atividade econômica nas capitais brasileiras, este trabalho de investigação exploratória considera a expansão da Comida de Rua através dos food trucks e suas variantes, e investiga sua narrativa, estratégias de atuação, prática discursiva e representações. Através de uma abordagem qualitativa, com suporte de diversas técnicas de pesquisa, como entrevistas semiestruturadas e observação, é feita a aproximação entre o conceito de Economia Criativa no Brasil, suas características, seus princípios balizadores e as Políticas Públicas pertencentes ao seu escopo com a atividade de Comida de Rua em expansão em capitais como Natal\RN. Os sujeitos envolvidos diretamente com a atividade, próprios trabalhadores de comida de rua, bem como indiretamente, gestores públicos e especialistas em gastronomia, são ouvidos. Também  são analisados os discursos do ponto de vista social, econômico e cultural que acompanham os trabalhadores da Comida de Rua, e, observado como se materializa esse movimento, as práticas incorporadas e o cotidiano que os constituem. Assim, espera-se obter evidencias mais substanciais e um espectro de percepções e informações amplo suficiente atender aos objetivos desta dissertação.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2006088 - FERNANDO MANUEL ROCHA DA CRUZ
Interno - 1149528 - MARCIO MORAES VALENCA
Externo ao Programa - 1675246 - LISSA VALERIA FERNANDES FERREIRA
Notícia cadastrada em: 26/05/2017 08:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao