Banca de QUALIFICAÇÃO: LUIZ VINÍCIUS DE AZEVEDO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUIZ VINÍCIUS DE AZEVEDO
DATA : 07/06/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência via Google Meet
TÍTULO:

A formação do espaço urbano e produtivo do Rio de Janeiro


PALAVRAS-CHAVES:

Economia regional. Espaço urbano. Formação econômica. Rio de Janeiro.


PÁGINAS: 84
RESUMO:
Dado o cenário de maior concentração das atividades econômicas em sua capital e de uma estrutura produtiva industrial dominada majoritariamente por poucos setores, levando ao conceito de “estrutura produtiva oca”, esta dissertação busca realizar uma pesquisa descritiva, a partir de uma revisão bibliográfica, sobre o processo de formação econômica do estado do Rio de Janeiro, com ênfase em sua capital, procurando evidenciar os condicionantes históricos para a formação de seu espaço urbano e produtivo. Na análise deste objeto procura-se fazer conexões e inferências sobre as perspectivas teóricas que a economia regional abarca, sobretudo a partir do relacionamento entre os conceitos de espaço e economia, associada à realidade histórica do Rio de Janeiro. Até o momento foi possível observar que a formação do espaço urbano fluminense esteve inserida dentro da lógica mercantilista, na qual questões relacionadas à logística de transporte e rotas comerciais, sobretudo marítimas, interferiram na localidade e no padrão de ocupação do território, mas, além disso, foi possível evidenciar implicações sociais, de classe, políticas e principalmente produtivas para a dinâmica espacial interna, o que tornou possível a acumulação de capital necessária para formação do capitalismo nas economias centrais. A formação das elites e seus relacionamentos com o poder público, frutos do processo de transição do mercantilismo para o capitalismo, é um dos condicionantes que marcaram o padrão de apropriação do espaço urbano e produtivo no Rio de Janeiro, de modo que as desigualdades estruturais se delinearão tanto no âmbito do mercado de trabalho, condições de moradia e sociabilidade de sua população, como na primazia da capital do estado frente aos demais municípios, derivados de sua função comercial e centralidade política.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 023.681.634-92 - ANA CRISTINA DOS SANTOS MORAIS - UFRN
Externo ao Programa - 7349918 - MARCONI GOMES DA SILVA
Presidente - 1205069 - WILLIAM EUFRASIO NUNES PEREIRA
Notícia cadastrada em: 24/05/2021 19:37
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao