Banca de DEFESA: MONICA SOARES CRUZ

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MONICA SOARES CRUZ
DATA: 19/11/2013
HORA: 14:30
LOCAL: NEPSA
TÍTULO:
MUDANÇAS NO RURAL NORDESTINO: UMA ANÁLISE DOS DETERMINANTES DA PLURIATIVIDADE NAS
 FAMÍLIAS RURAIS NORDESTINAS, NO ANO DE 2011.

PALAVRAS-CHAVES:
Pluriatividade, Nordeste Rural, Probit.

PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Economia
RESUMO:

Este estudo propõe avaliar quais os determinantes para as famílias rurais nordestinas serem pluriativas, no ano de 2011. Para isso, no primeiro momento, foi realizada uma revisão de literatura nacional e internacional com objetivo de obter além da parte teórica que se refere ao estudo da pluriatividade, identificar os possíveis determinantes do fenômeno. Neste resgate, observou-se que os determinantes poderiam ser de natureza macroeconômica e/ou de microeconômica. Por isso, tornou-se necessário descrever as características da Região objeto do estudo, a nordestina. Com o intuito de identificar os determinantes foram estimados dois modelos Probit, um com base na literatura revisada e o segundo com uma variável característica da região nordestina, as transferências. Para tanto, foram utilizados os microdados da PNAD no ano de 2011. Os resultados indicam que os determinantes são tanto de natureza microeconômica: sexo, raça, idade, anos de estudo, horas trabalhadas, número de membros da família, renda per capita familiar, transferência, quanto de natureza macroeconômica: condições de moradia (água, energia, saneamento), local de moradia. Além de identificar os determinantes, o modelo econométrico permite saber a probabilidade de cada variável sobre a variável dependente, na qual destacou-se: a variável transferência, sexo, renda per capita familiar, número de membros da família, as condições de moradia e o local de moradia. Portanto, conclui-se que é o conjunto dos determinantes (macro e micro) que permitem as famílias rurais nordestinas se tornarem pluriativas. No entanto, não se pode deixar de considerar que também podem ter outros determinantes que não foram captados devido à disponibilidade dos dados, que poderão ser indicações para estudos futuros. Em síntese, a pluriatividade no Nordeste brasileiro é um fenômeno distinto daquele encontrado na Europa e no Sul do Brasil. É uma pluriatividade de sobrevivência que faz parte das estratégias das famílias rurais nordestinas para garantir a sua reprodução social em meio às condições de pobreza da região.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149330 - JOAO MATOS FILHO
Interno - 1474874 - JANAINA DA SILVA ALVES
Externo à Instituição - EMANOEL MÁRCIO NUNES - UERN
Notícia cadastrada em: 11/11/2013 09:40
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao