Banca de QUALIFICAÇÃO: PAULO GONÇALO FARIAS GONÇALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PAULO GONÇALO FARIAS GONÇALVES
DATA: 08/08/2013
HORA: 16:00
LOCAL: Anfiteatro "A" do CCET
TÍTULO:

A ETNOMATEMÁTICA DOS TRABALHADORES DAS CERÂMICAS DE RUSSAS-CE E O CONTEXTO ESCOLAR: DELINEANDO RECOMENDAÇÕES PEDAGÓGICAS A PARTIR DE UMA EXPERIÊNCIA EDUCACIONAL


PALAVRAS-CHAVES:

Etnomatemática; Educação Matemática; Ensino-aprendizagem; Conhecimentos socioculturais.


PÁGINAS: 94
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências
RESUMO:

Ainda é comum entre as propostas educacionais contemporâneas uma ênfase excessiva a abstração, formalismo e simbolismo do conhecimento matemático, em detrimento dos aspectos socioculturais da Matemática. Surgindo por questionar alguns dogmas da Matemática acadêmica e por valorizar e reconhecer conhecimentos desenvolvidos em diversos contextos socioculturais no âmbito da Educação Matemática, a Etnomatemática vem se consolidando como um campo de pesquisa. Apesar de suas contribuições para o contexto escolar, devido seu caráter mais filosófico e pela incipiência de debates sobre o tema, a implementação de propostas educacionais para o ensino básico são escassas. Diante deste quadro, a presente dissertação surge com intuito de desenvolver uma intervenção educacional a luz da Etnomatemática em uma turma de 6º ano do ensino fundamental proveniente de um grupo sociocultural específico e a partir desta intervenção, elaborar um conjunto de recomendações pedagógicas voltado para professores da educação básica. Adotando uma perspectiva de investigação qualitativa, e em particular tomando uma abordagem etnográfica, o presente estudo utilizou-se da observação, diário de campo, entrevista e análise documento como instrumentos para coleta de dados. Preliminarmente, verificou-se uma melhoria na participação dos alunos nas atividades propostas, sobretudo naquelas ligadas as aulas de campo. Em particular, os alunos-trabalhadores demonstraram maior empenho nas discussões promovidas em sala de aula acerca de questões ligados ao contexto das Cerâmicas. Desse modo, torna-se necessário ampliar o debate acerca das formas pelas quais a Etnomatemática possa contribuir para o contexto escolar, trazendo propostas mais próximas à realidade dos professores da educação básica, de modo a auxiliar na promoção de uma educação que valorize a diversidade cultural sem amputar os estudantes do acesso ao conhecimento acadêmico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1516534 - FRANCISCO DE ASSIS BANDEIRA
Interno - 2298026 - ISAURO BELTRAN NUNEZ
Externo ao Programa - 1839460 - MÉRCIA DE OLIVEIRA PONTES
Notícia cadastrada em: 31/07/2013 10:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao