Banca de DEFESA: FRANCELIZA MONTEIRO DA SILVA DANTAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCELIZA MONTEIRO DA SILVA DANTAS
DATA: 07/07/2011
HORA: 14:30
LOCAL: ANFITEATRO B DO CCET
TÍTULO:

A leitura como instrumento facilitador da compreensão matemática.


PALAVRAS-CHAVES:

Língua Materna. Leitura. Matemática. Aprendizagem.


PÁGINAS: 184
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências
RESUMO:

Este trabalho propõe-se, não apenas apresentar e analisar uma sequência-didática que utiliza a leitura no processo de ensino e aprendizagem da matemática, como também a apresentar considerações sobre a relação interdisciplinar que há entre Língua Materna e Matemática e como essa relação pode ser fortalecida por uma prática de leitura, constituindo-se de uma pesquisa teórico-prática, com perfil de pesquisa-ação. O estreitamento, por meio da leitura, das relações entre Língua Materna e Matemática favorece uma maior compreensão dessa ciência, pois contribui para a ampliação do vocabulário, aquisição de um melhor nível de argumentação, interpretação e compreensão, oportunizando, assim, uma maior contextualização do aluno, fazendo-o sair do mero papel de espectador para o de construtor do conhecimento matemático. O fato de o ensino da matemática limitar-se, na maioria das vezes, ao repasse de fórmulas que, geralmente, não fazem o menor sentido para o aluno, pois ele não consegue, muitas vezes, ver uma aplicabilidade dos conteúdos matemáticos em seu contexto, interpretar os enunciados, ver significado nos conceitos e na própria linguagem simbólica, simplesmente por não haver um trabalho consistente envolvendo a matemática e a leitura, o que, certamente, levaria o aprendente a transcender a decodificação de números, fórmulas e enunciados, atingindo um alto nível de compreensão e, consequentemente, de aprendizagem. Realizou-se, então,  uma atividade diagnóstica, com aluno do 6º ano do Ensino fundamental, envolvendo o conteúdo de Geometria - sólidos geométricos, regiões planas e contornos -, e constatou-se, além do desconhecimento para com a geometria, uma enorme dificuldade de contextualizá-la.  A partir da análise das respostas dadas pelos alunos,  aplicou-se 3 atividades de sondagem desenvolvidas a partir de texto diversos (lendas, poema, artigo e obra de arte)  com o propósito de levar os alunos a perceberem, através da leitura, a matemática presente em seu contexto e, a partir daí, obter uma melhor compreensão e interação com essa disciplina tão hostilizada pela maioria dos alunos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1543391 - CLAUDIANNY AMORIM NORONHA
Externo ao Programa - 1149420 - MARIA DA PENHA CASADO ALVES
Externo à Instituição - MARIA JOSE MEDEIROS DANTAS DE MELO - F.M.Nassau

Notícia cadastrada em: 06/07/2011 11:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao