Banca de DEFESA: ROSA DE LIMA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ROSA DE LIMA SILVA
DATA : 26/07/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Labenbio
TÍTULO:

Educação Alimentar e Nutricional no Ensino Fundamental: uma abordagem problematizadora freiriana


PALAVRAS-CHAVES:

Ensino de Ciências Naturais; Educação Alimentar e Nutricional; Problematização freiriana; Momentos Pedagógicos.


PÁGINAS: 120
RESUMO:

Buscando enfrentar as consequências decorrentes da fome e dos maus hábitos alimentares, sobretudo no Brasil que transita entre a desnutrição e a obesidade, muitos trabalhos vêm abordando a temática Alimentação-Nutrição. De particular interesse para os educadores, são os que tratam sobre o aspecto fisiológico, nos quais se investiga a desnutrição como um fator limitante à aprendizagem, como também aqueles que enfocam a Educação Alimentar e Nutricional. Neste estudo qualitativo, buscou-se avaliar o potencial de uma Sequência Didática fundamentada na perspectiva de problematização freiriana, desenvolvida na dinâmica dos Momentos Pedagógicos e abordando a Educação Alimentar e Nutricional, a partir da abordagem temática freiriana, para promover a adoção de atitudes mais críticas e reflexivas em relação aos hábitos alimentares pelos estudantes. Foi aplicado um questionário de sondagem e em seguida a Sequência Didática em uma turma de 8º ano do ensino fundamental em uma escola pública de Natal-RN. Além do questionário, um portfólio adaptado, atividades de sala e a observação direta foram utilizados como instrumentos de coleta de dados. Os resultados foram analisados utilizando-se elementos da análise de conteúdo (BARDIN, 1977). Já a análise dos questionários de sondagem mostraram que os alunos apresentam uma gama de concepções equivocadas em relação à alimentação-nutrição; não identificam os nutrientes presentes em cada alimento; consomem em demasia alimentos com elevado teor calórico, de colesterol e sódio; e ainda, praticamente não consomem cereais integrais e azeite. Os resultados da intervenção evidenciaram que os estudantes resistem a participar de metodologias não tradicionais.  Assim, considera-se alguns pontos positivos alcançados: o encorajamento à proposição de hipóteses e a possibilidade de reflexão no que se refere aos hábitos alimentares. Além disso, após a intervenção, um número maior de alunos passou a fazer referência ao modo de preparo, à escolha dos ingredientes, à higiene. Refletindo um entendimento de que a alimentação é mais do que ingerir alimento. Compreendendo que muitos fatores vão conduzir as escolhas alimentares. A maioria dos alunos avaliou a sequência de atividades como boa ou muito boa. As concepções equivocadas diagnosticadas no pré-teste não foram totalmente abandonadas, dado seu caráter de persistência e difícil superação. Outra limitação observada foi a dificuldade relativa às operações matemáticas. Mesmo assim, a escola se mostrou como um espaço propício para implantar ações em Educação Alimentar e Nutricional, visando a emancipação do educando. A perspectiva de problematização freiriana possibilitou que os estudantes estivessem no centro do debate, oportunizando refletir sobre a realidade e questioná-la.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2420099 - IVANISE CORTEZ DE SOUSA GUIMARAES
Interno - 2195626 - MILTON THIAGO SCHIVANI ALVES
Externa à Instituição - THAYSE AZEVEDO DA SILVA - IFRN
Notícia cadastrada em: 09/07/2019 16:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao