Banca de DEFESA: FÁBIO HENRIQUE NOVAES DE LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FÁBIO HENRIQUE NOVAES DE LIMA
DATA : 19/12/2018
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

UM MINICURSO PARA A ATUAÇÃO DE MEDIADORES NA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL EM CIÊNCIAS DA NATUREZA



PALAVRAS-CHAVES:

 

Formação de mediadores; Educação não formal; Popularização da Ciência; Abordagem humanística para o ensino da Astronomia; Estratégias de mediação.



PÁGINAS: 254
RESUMO:

 

Apresentamos uma proposta de minicurso para mediadores envolvidos em práticas de educação não formal em ciências, com a finalidade principal de oferecer suporte no desenvolvimento de estratégias de mediação. A proposta contempla plano de curso e material com textos de apoio. Para sua elaboração, foi feita uma revisão bibliográfica sobre a mediação em educação não formal, e a observação participante no contexto de um projeto que desenvolve mostras de Astronomia com planetário móvel e objetos interativos. Num estudo com os mediadores do projeto, sistematizamos dimensões relevantes para trabalhar a percepção sobre os objetos usados junto ao público, bem como formas com que as mediações a serem desenvolvidas podem ser pensadas, de modo a instigar a participação ativa do público. A análise que nos levou a essa sistematização usou como base três elementos teóricos: a abordagem humanística para o ensino da astronomia; a ideia de popularização da ciência; e a proposta dos três níveis de interação do público que devem ser almejados, numa exposição, “hands-on”, “minds-on”, e “hearts-on”. Com isso, no que diz respeito às formas de provocar o público, chegamos às seguintes categorias de ações a serem evocadas, durante as mediações: observar, perceber; manusear; expressar-se, indagar-se; gerar e explorar hipóteses; refletir, imaginar sobre; resolver situações problemas; sentir, emocionar-se. As dimensões a se observar na relação com os objetos, as ações a serem evocadas na mediação, e alguns fundamentos sobre especificidades da educação não formal compuseram o programa do minicurso e dos textos que elaboramos para apoio ao mesmo. O curso, de carga horária de 20h, contempla entre as atividades a produção coletiva de objetos e simulações de mediações em torno destes. Curso e material com textos de apoio foram aplicados numa turma de 21 participantes, entre alunos de graduação da UFRN e do IFRN, e alunos do PPGECNM/UFRN. Destacamos, da análise de áudios e questionários, bem como das produções desenvolvidas pelos participantes, o alto nível de interesse pela temática, tendo o curso sido, para a maioria, o primeiro contato com a discussão sobre a educação não formal. Houve um envolvimento marcante com as atividades propostas, constatando-se, ao final, a intenção da maioria dos participantes de aplicar as simulações em situação real, junto a um público externo. Os conteúdos identificados com mais frequência como contribuições significativas do curso foram os referentes às especificidades da educação não formal. Concluímos que a proposta se mostrou extremamente motivadora, e proveitosa particularmente no que se refere a favorecer a consciência e reflexão em torno do objeto e das mediações com os mesmos, sendo que deve ser acatada a sugestão dos participantes, de aumento da carga horária, a fim de prolongarmos o tempo dedicado ao uso das formas de provocação ao público no planejamento e avaliação das simulações, propiciando um uso mais consciente delas.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2321499 - AUTA STELLA DE MEDEIROS GERMANO
Interno - 2200167 - MAGNOLIA FERNANDES FLORENCIO DE ARAUJO
Externo à Instituição - SILVIA CALBO AROCA - PLANETAKIDS
Notícia cadastrada em: 26/11/2018 18:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao