Banca de DEFESA: MARIA KAMYLLA E SILVA XAVIER DE ALMEIDA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA KAMYLLA E SILVA XAVIER DE ALMEIDA
DATA : 21/06/2016
HORA: 17:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPARTAMENTO DE FÍSICA TEÓRICA E EXPERIMENTAL (DFTE)
TÍTULO:

FÍSICA TÉRMICA COM ÊNFASES CURRICULARES EM CTSA E ENSINO POR INVESTIGAÇÃO

 


PALAVRAS-CHAVES:

CTSA, Ensino por Investigação, Ensino Médio. Física Térmica.


PÁGINAS: 353
RESUMO:

Esta proposta pretende contribuir com o ensino e aprendizagem da Física em condições ordinárias de trabalho no Ensino Médio de escolas públicas do interior do Nordeste brasileiro. Consiste da elaboração, implementação e avaliação de um conjunto de Sequências de Ensino cobrindo conteúdos iniciais de Física Térmica previstos para o ensino médio; ou seja, abrangendo os temas: Temperatura, Termômetros e Escalas Termométricas; Natureza e Propagação do Calor; Dilatação térmica; Calorimetria; e Descrição Macroscópica de um Gás Ideal. Esse conjunto de sequências de ensino, considerado à parte da dissertação, constitui o que é exigido pelo Programa de Pós-graduação com o nome Produto Educacional. A pesquisa, de cunho predominantemente qualitativo, reflete acerca de aspectos históricos do ensino de Física no Brasil como pontos de partida para entender a realidade atual da disciplina de Física no Ensino Médio das escolas públicas brasileiras. Discute, com base na literatura da área, as dificuldades de professores e alunos no ensino e aprendizagem da disciplina de Física, algumas relacionadas às características próprias da disciplina e outras com o modo pelo qual se dá o processo de ensino-aprendizagem. Como abordagens facilitadoras neste processo são adotadas as ênfases curriculares em Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente (CTSA) e de Ensino por Investigação (E/I), ambas fundamentadas de acordo com a literatura especializada. Em seguida, são descritas a elaboração, implementação e avaliação de Sequências de Ensino Investigativas (SEIs) para os conteúdos de Física Térmica, de acordo com o referencial teórico utilizado. A intervenção feita em sala de aula ancora-se na metodologia cooperativa e participante da pesquisa-ação em duas turmas reunidas de 2º Ano de Ensino Médio da Escola Estadual Nelson Batista Alves, situada no município de Bernardino Batista, na microrregião de Cajazeiras, extremo Oeste da Paraíba. As análises dos resultados das intervenções são feitas com base no método de Análise de Conteúdo, também previamente discutido. Dentre os resultados mais representativos obtidos, temos: (i) as respostas aos testes de sondagem utilizados no início de cada intervenção escolar com o intuito de obter as concepções prévias dos estudantes sobre conceitos e fenômenos envolvidos, que propiciaram intensivas discussões esclarecedoras de aspectos diversos do conhecimento formal; (ii) as descrições das observações feitas pelos alunos dos experimentos demonstrativos utilizados para apresentação do ‘modus operandi’ de leis e princípios físicos; (iii) a descrição de respostas e discussões estabelecidas na turma sobre o conteúdo de textos de apoio utilizados como instrumentos para enfatizar uma abordagem CTSA; e, finalmente, (iv) as respostas e discussões propiciadas por outros textos de apoio cuidadosamente selecionados para uso como contexto de um ensino respaldado na investigação. Em geral, pudemos concluir que há viabilidade para implementar um ensino com estas características para o tipo de público-alvo deste trabalho, embora tenhamos que superar uma enorme gama de dificuldades relacionadas à realidade escolar e ao ambiente cultural.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALEXANDRE JOSÉ GONÇALVES DE MEDEIROS - UFRPE
Presidente - 345796 - CICLAMIO LEITE BARRETO
Interno - 2195626 - MILTON THIAGO SCHIVANI ALVES
Notícia cadastrada em: 03/06/2016 11:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao