Banca de DEFESA: MIDIA MEDEIROS MONTEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MIDIA MEDEIROS MONTEIRO
DATA: 28/07/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

Inércia e Natureza da Ciência no Ensino de Física: uma sequência didática centrada no desenvolvimento histórico do conceito de inércia


PALAVRAS-CHAVES:

Ensino de Ciências, História da Inércia, Natureza da Ciência.


PÁGINAS: 235
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências
RESUMO:

Durante as últimas décadas a área de ensino de ciências tem discutido questões relativas à inserção da história e da filosofia da ciência (HFC) no ensino. Dentre os argumentos apresentados em defesa dessa abordagem aponta-se a possível contribuição à aprendizagem de conteúdos científicos e à compreensão de aspectos relativos à natureza da ciência (NdC). Apesar de tais considerações, ainda temos um número muito reduzido de trabalhos de pesquisa relatando resultados de intervenções práticas que se utilizam da abordagem histórica, além disso, há carência de materiais didáticos nessa perspectiva. Nosso trabalho procurou contribuir com a área no que se refere a esses dois aspectos: de um lado, com a produção de material didático, ao elaborarmos textos sobre a história da inércia para alunos da graduação. De outro lado, procuramos investigar se os argumentos mencionados acima em relação ao uso didático da HFC se sustentam, em um contexto particular. Elaboramos e aplicamos uma sequência didática, utilizando os textos que construímos, para ensinar o conceito de inércia e discutir conteúdos selecionados de NdC. A sequência didática foi aplicada em duas turmas da graduação, uma do curso de geofísica bacharelado e outra do curso de física licenciatura, ambas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Um questionário inicial mostrou que os estudantes, mesmo havendo abordado o conceito de inércia na educação básica, apresentavam concepções de senso comum no tocante à relação entre força e movimento. O questionário também nos permitiu identificar a existência de elementos de concepções consideradas inadequadas quanto à NdC. Ao final, nossos dados evidenciaram um número maior de acertos nas questões relativas ao conceito de inércia. No que se refere aos aspectos de NdC, pudemos identificar, em alguns poucos casos, um movimento no sentido de aproximação a uma visão mais adequada, no entanto, determinadas distorções persistiram, evidenciando limitações da abordagem utilizada.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1451196 - ANDRE FERRER PINTO MARTINS
Externo à Instituição - BRENO ARSIOLI MOURA - USP
Interno - 348011 - GILVAN LUIZ BORBA
Notícia cadastrada em: 08/07/2014 11:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao