Banca de DEFESA: IANY SILVA DE SANTANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IANY SILVA DE SANTANA
DATA: 11/07/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Setor III - Sala 3H5
TÍTULO:

Elaboração de uma unidade de ensino potencialmente significativa em química para abordar a temática água.


PALAVRAS-CHAVES:

UEPS; Aprendizagem de conceitos químicos; Aprendizagem Significativa; Mapas Conceituais.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências
RESUMO:

A evidência do tema água em notícias jornalísticas se configura como um importante tema de interesse para contextualizar, problematizar e/ou gerar significado em meio a discussão de conteúdos de diferentes níveis de ensino e/ou disciplinas da educação básica. As possibilidades de utilizar esse tema em sala de aula é também ressaltada nos documentos oficiais brasileiros que orientam a prática de professores de todos os componentes curriculares brasileiro desse nível de ensino. Assim, a temática água pode ser utilizada como subsídio para ensinar química, uma vez que contextualiza o ensino dessa disciplina auxiliando na discussão de diferentes conceitos químicos. A teoria da aprendizagem significativa, desenvolvida por David Ausubel, possui cunho construtivista e diz que um indivíduo aprende significativamente quando consegue relacionar uma nova informação com uma estrutura de conhecimento específica que integra a sua estrutura de conhecimentos prévios. Nesse sentido, o uso do tema água como conhecimento prévio para a abordagem de conceitos químicos já vem se caracterizando como uma importante tema que pode dar significado aos conteúdos de ensino na química. Nesta dissertação é apresentada uma unidade de ensino potencialmente significativa (UEPS) com base na teoria da aprendizagem significativa de David Ausubel e estudos de MOREIRA (2010) abordando a temática água. A unidade foi aplicada em uma turma de trinta e cinco alunos do 2º ano do ensino médio, de uma escola pública do município de Extremoz-RN. Através dela, foi possível discutir uma problemática de interesse dos alunos da escola para abordar conteúdos da química, como por exemplo, soluções, aspectos físico-químicos e as etapas de tratamento da água. Em um primeiro momento foi aplicado um questionário inicial para identificação das ideias prévias dos alunos referente ao tema em estudo ao conceito de soluções químicas. Posteriormente, foi elaborada e aplicada uma sequência de atividades baseada nas ideias dos alunos. Para subsidiar a sequencia foram preparadas quatro cartilhas que trabalhavam o conteúdo das soluções químicas contextualizando com o tema água. Os resultados deste trabalho mostraram que as ideias que os alunos apresentam a respeito de conceitos relacionados ao conteúdo de soluções químicas são semelhantes às ideias de outros alunos apresentadas na literatura e que a elaboração da unidade de ensino potencialmente significativa aliada à estratégia da contextualização com o tema água, motivou os alunos para o ensino de conteúdos químicos, além de proporcionar a aprendizagem de conceitos químicos não de forma isolada, mas fazendo uma ligação entre suas ideias e vivências, com o conhecimento cientifico. Para tanto, além de aulas expositivas dialogadas também foi usado estratégias como: atividades experimentais, resolução de problemas, discussões em grupos e construção de mapas conceituais. A avaliação final da unidade foi realizada através de um questionário baseado na escala de likert, respondido individualmente pelos estudantes, que aprovaram a unidade como favorável ao processo de ensino e aprendizagem da química.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANGELA FERNANDES CAMPOS - UFRPE
Presidente - 2525587 - CARLOS NECO DA SILVA JUNIOR
Externo ao Programa - 1695600 - PATRICIA FLAVIA DA SILVA DIAS MOREIRA
Notícia cadastrada em: 23/06/2014 08:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao