Banca de DEFESA: RICARDO JOSE SALES JUNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RICARDO JOSE SALES JUNIOR
DATA: 01/02/2013
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Reunioes do DIMAp
TÍTULO:

UMA ABORDAGEM PARA VERIFICAÇÃO DO COMPORTAMENTO EXCEPCIONAL A PARTIR
DE REGRAS DE DESING E TESTES


PALAVRAS-CHAVES:

Tratamento de Exceções, Testes Automatizados, Regras de Design, JUnit.


PÁGINAS: 97
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
SUBÁREA: Metodologia e Técnicas da Computação
ESPECIALIDADE: Engenharia de Software
RESUMO:

Verificar a conformidade entre a implementação de um sistema e suas regras de design é uma atividade importante para tentar garantir a qualidade da arquitetura e do código-fonte. Especialmente no caso de sistemas dos quais se exige um alto nível de confiabilidade é importante definir regras de design (design rules) específicas para o comportamento excepcional. Tais regras descrevem como as exceções devem fluir através do sistema definindo quais são os elementos responsáveis por capturar as exceções lançadas por outros elementos do sistema. Entretanto, as abordagens atuais para verificar automaticamente regras de design não provêem mecanismos adequados para definir e verificar regras de design específicas para a política de tratamento de exceções das aplicações. Este trabalho propõe uma abordagem prática para preservar o comportamento excepcional de uma aplicação ou família de aplicações, baseada na definição e verificação automática em tempo de execução de regras de design de tratamento de exceção para sistemas desenvolvidos em Java ou AspectJ. Para apoiar esta abordagem foi desenvolvida, no contexto deste trabalho, uma ferramenta chamada VITTAE (Verification and Information Tool to Analyze Exceptions) que estende o framework JUnit e permite automatizar atividades do teste de regras de design excepcionais. Foi realizado um estudo de caso preliminar com o objetivo de avaliar a eficácia da abordagem proposta sobre uma linha de produto de software.  Além deste foi realizado um experimento cujo objetivo foi realizar uma análise comparativa entre a abordagem proposta e uma chamada ferramenta JUnitE, que também propõe testar o código de tratamento de exceções utilizando testes JUnit. Os resultados mostraram que a VITTAE pode auxiliar na detecção de defeitos no código de tratamento de exceção, e mostrar como as regras de desing excepcionais evoluem ao longo de diferentes versões de um sistema.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1709820 - ROBERTA DE SOUZA COELHO
Interno - 1678918 - NELIO ALESSANDRO AZEVEDO CACHO
Externo à Instituição - FERNANDO JOSÉ CASTOR DE LIMA FILHO - UFPE
Notícia cadastrada em: 29/12/2012 09:35
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao