Banca de DEFESA: ITAMIR DE MORAIS BARROCA FILHO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ITAMIR DE MORAIS BARROCA FILHO
DATA : 08/02/2019
HORA: 14:00
LOCAL: CIVT/IMD - Sala B321
TÍTULO:

Design arquitetural de aplicações para cuidados de saúde baseadas na infraestrutura da IoT


PALAVRAS-CHAVES:

Internet das Coisas (IoT), Cuidados de saúde, e-Health, Arquitetura de Referencia, Arquitetura de Software


PÁGINAS: 110
RESUMO:

A miríade de coisas conectadas promovidas pela Internet das Coisas (IoT) e os dados capturados por elas estão tornando possível o desenvolvimento de aplicações em vários mercados, tais como transporte, edifícios, energia, casa, industria e cuidados de saúde. Em relação ao mercado de saúde, espera-se o desenvolvimento dessas aplicações como parte do futuro, uma vez que pode melhorar a e-Health e permitir que os hospitais funcionem de forma mais eficiente, e pacientes recebam melhores tratamentos. A IoT pode ser o principal facilitador para distribuição aplicações de saúde, tendo assim um potencial significativo para contribuir para a diminuição global dos custos dos cuidados de saúde, e melhorar os seus resultados. No entanto, há muitos desafios no desenvolvimento e implantação desse tipo de aplicação, tais como interoperabilidade, disponibilidade, performance e segurança. A natureza complexa e heterogênea das aplicações de saúde baseadas na infraestrutura da IoT dificulta o seu projeto, desenvolvimento e implantação. Também provoca um aumento no custo de desenvolvimento, bem como um problema de interoperabilidade com os sistemas existentes. Para contribuir com a solução dos desafios supracitados, esta tese tem como objetivo melhorar compreensão e sistematização da arquitetura de software das aplicações de saúde baseadas em IoT. Ela propõe uma arquitetura de referência de software, chamada Arquitetura de Referência para Aplicações de Cuidados de Saúde Baseadas em IoT (RAH), para organizar sistematicamente os principais elementos dessas aplicações, suas responsabilidades e interações, promovendo uma compreensão comum da arquitetura dessas aplicações. Para estabelecer RAH, um mapeamento sistemático de publicações sobre aplicações de saúde baseadas em IoT foi realizado, bem como um estudo sobre atributos de qualidade, táticas, padrões arquiteturais e estilos usados na engenharia de software. Como resultado, RAH apresenta conhecimento de domínio e soluções de arquitetura de software (ou seja, padrões arquiteturais e táticas) documentado usando visões arquiteturais. Para avaliar a RAH, foi realizado um estudo de caso instanciando-a para projetar a arquitetura de software de uma plataforma computacional baseada na infraestrutura da Internet das Coisas (IoT) para permitir monitoramento remoto inteligente dos dados de saúde do paciente (biometrias). Com esta plataforma, a equipe clínica pode ser alertada dos eventos de saúde que requerem intervenção imediata e então evitar complicações indesejáveis. Os resultados evidenciaram que RAH é uma arquitetura de referência viável para o desenvolvimento de aplicações de saúde baseadas em IoT seguras, interoperáveis, disponíveis e eficientes, trazendo contribuições para as áreas de e-Health e arquitetura de software.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1644456 - UIRA KULESZA
Interno - 1802737 - GIBEON SOARES DE AQUINO JUNIOR
Interno - 1213777 - THAIS VASCONCELOS BATISTA
Externo à Instituição - ROSSANA MARIA DE CASTRO ANDRADE - UFC
Externo à Instituição - VINICIUS CARDOSO GARCIA - UFPE
Notícia cadastrada em: 21/12/2018 09:05
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao